Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Roteiro de restaurantes - Páscoa 2011

Do tradicional bacalhau a Gomes de Sá ao moderno ceviche, passando por tradições europeias e judaicas, veja onde comer nos dias do feriado em oito capitais.

Foto: Rodrigo Azevedo

No carioca Zozô, uma das pedidas é o risoto de abóbora com bacalhau confit

Rio de Janeiro

Oro
O chef Felipe Bronze servirá menu com três cursos, de sexta a domingo. A brandade de bacalhau com leite de castanha do Brasil é o prato de entrada, seguido de bacalhau em crosta de pão de milho, purê mestiço de batata, alho negro e molho virgem, à base de azeite extravirgem, cebola roxa, tomate cereja e manjericão. Na contramão da festividade, nada de chocolate na sobremesa, que terá suflê de castanha portuguesa com sorvete de queijo da Serra da Canastra. O menu completo custa R$ 195.

Gabbiano
O bacalhau é o rei desse menu especial do restaurante italiano localizado na Barra da Tijuca. São duas opções de entrada e três de sobremesa. Destaque para a salada de bacalhau selvagem, servida com feijão branco, tomate, cebola roxa, cebolinha, azeitona, pimenta do reino, a R$ 28, e o bacalhau do chef, posta grelhada ao molho de vinho branco acompanhada de arroz negro. Custa R$ 115 e alimenta duas pessoas. O petit gateau com chocolate branco, a R$ 18, fecha a refeição.

Brasileirinho
Localizado na praia de Copacabana, o restaurante traz a moqueca de bacalhau, que vem com arroz, pirão e farinha amarela. O prato sai a R$ 80 e serve duas pessoas.

Zozô
O chef Marcelo Tanus sugere dois pratos de bacalhau para a data. Um deles, o risoto de abóbora com bacalhau confit, vem acompanhado com dois potinhos com molho pesto e pinoles para conferir crocância. Custa R$ 53. Já o ravióli de polenta, a R$ 61, é recheado com lascas de bacalhau, baby rúcula e espuma de azeitonas pretas. Os pratos estarão disponíveis da quarta-feira, 20 de abril, até o domingo pascal, dia 24.

Da Brambini
O restaurateur e chef Humberto Vegetti oferece talharim ao limão siciliano com um tipo de caldeirada de frutos do mar, com cavaquinha, polvo, lulas e camarões, acompanhados de filé de pargo. O prato sai por R$ 89 e a indicação de harmonização é o vinho branco Grecco di Tufo, Dedicato a Marianna, rótulo italiano da região da Campania, por R$ 99.

São Paulo

Trindade
A casa-irmã do restaurante A Bela Sintra traz sete diferentes versões do pescado. Em postas grelhadas, ele é servido à moda de Proença, acompanhado de cebola, alho, ovo, batatas assadas e grão de bico, pelo preço de R$ 104. Já os fãs das receitas lusitanas de raiz vão se surpreender com o recheio da acorda, a R$ 62, e com o Bacalhau Nunca Chega, um misto de à moda Braz e guarnição à francesa, misturando o desfiado com presunto, azeitonas pretas picadas, cebola, batata palha, azeite, pimenta, ovos e salsinha (R$ 68). Por fim, a versão em lascas da tradicional receita Gomes de Sá, feito com batatas, azeitonas pretas, cebola, azeite ovos e salsinha. Por R$ 70.

Così
O agnolotti de bacalhau com creme de tomate fresco e ovas de mujol é a criação especial do chef Renato Carioni e será servido exclusivamente nos três dias de celebração, tanto no almoço como no jantar. A R$ 46, o prato estará disponível nas unidades Santa Cecília e Vila Nova Conceição.

Bar des Arts
Servido em bufê, o festival do Bacalhau custa R$ 74, e acontece na Sexta-feira Santa e tem como opções bacalhau de panela à moda caseira, bacalhau com nata, penne com lascas de bacalhau e brócolis, salada mediterrânea, entre outros. Para o domingo, o bufê contará com paella, pernil de cordeiro com molho rústico de vegetais e robalo grelhado com carpaccio de zucchini. Quem quiser mais bacalhau, poderá conferir a brandade. O serviço custa R$ 89 e inclui o bufê de sobremesas.

Freddy
Um dos restaurantes mais tradicionais da cidade traz um leque de opções da gastronomia francesa dessa época para o cliente montar um menu de três atos, a R$ 149 por pessoa: de entrada, uma das pedidas é o moules à la pronveçale - mexilhões ao alho - e quem quiser continuar no fundo do mar pode pedir o imbatível filé de linguado à la Meunère. Para variar os peixes, há opções como o pato assado da casa, servido com maçã e ameixas, o steak de cordeiro acompanhado por batatas gratinadas ou o coelho, carne em festival até maio e que segue como opção para a sacra celebração. O petit gâteau é o carro-chefe das sobremesas, que incluem também profiteroles ou frutas da época. O restaurante não funcionará na sexta-feira santa.

Mercearia do Conde
A chef Flavia Mariotto bebeu no livro "Receitas Inspiradas da Bíblia", para montar um menu que trazem ingredientes como figo, trigo duro, grão-de-bico, lentilhas, pato e peixe. A entrada Pão de Ezequiel, a R$ 20, foi um alimento que ajudou os judeus a sobreviver no Cativeiro da Babilônia, enquanto o gefilte fish remete à época dos encontros da Rainha de Sabá com o Rei Salomão. Como pratos principais, magret de pato com nozes e romãs, a R$ 53, e o Ensopado do Esaú, com lentilha vermelha, legumes e pão chato de cebola. Custa R$ 44. Para a sobremesa, Bolo de Páscoa feito com farinha de matzá e sorvete de pistache, ao valor de R$ 19.

Florianópolis

Villa do Porto
Especializado em culinárias portuguesa e espanhola, o restaurante vai oferecer um bufê com entradas, saladas e bacalhoada do rei como prato principal no domingo de Páscoa. Os clientes ganham uma sobremesa. A casa abre na sexta-feira santa e no sábado servirá o menu regular, com pratos a base de peixes e frutos do mar à la carte.

Barracuda Restaurante & Grill
Situado na Lagoa da Conceição, o Barracuda Restaurante & Grill traz como destaques bacalhau à Gomes de Sá, à Espanhola e dois preparos do em homenagem a amigos da casa. Os pratos servem duas pessoas e tem preço médio a R$ 70,00. Além do pescado, frutos do mar, como lagosta e camarão, fazem parte do menu.

Brasília

Roma
Inaugurado antes mesmo da capital federal, o restaurante mantém o cardápio regular da casa, que conta com bons badejo e salmão. Os peixes podem vir guarnecidos com arroz, purê, fritas ou legumes. Os pratos custam a partir de R$ 67 e servem duas pessoas Para quem não gosta dos sabores marinhos, boa pedida é o parmegiana de frango, com arroz e fritas, a R$ 64,90, também para duas pessoas.

L'Afaire
O chef Marcelo Piuco fará uma sequência de peixes, com bacalhau, robalo, salmão e linguado em diversas variações, de frias a quentes, e todas orientadas pelo desenho de cardápio da casa, de orientação franco-italiana. Preço ainda não definido.

Recife/Olinda

Oficina do Sabor - Olinda
Esse ano, quem pedir o bacalhau das Graças, prato do domingo de Páscoa, ganha o prato da Boa Lembrança. A posta é empanada em farinha panko e frita em óleo quente, servida com purê de batata com castanha do caju e mix de pimentões com azeite de canela. Na adega do restô, as sugestões são os chardonnay e rose do rótulo Rio Sol, a R$ 68 a garrafa. A casa não abre na Sexta-feira.

Salvador

Terreiro Bahia
O restaurante traz o rei bacalhau assado, temperado com raspa de limão e pimenta de biquinho e acompanhado de vatapá. Para outros paladares, filé de Tilápia com crocante de banana verde, guarnecido com arroz e farofa. Os pratos saem a partir de R$ 50. Para beber, a sugestão é o chileno Cremachi Furlotti, nas cepas carménère e chardonnay, com garrafas a partir de R$ 25.

Bistrô Porto Sol
O casal Reinhard e Maria Alice Lackinger valorizam a cozinha austro-húngara, também marcada pela liturgia cristã protestante. A casa não abrirá na Sexta-feira Santa. No entanto, quem quiser passar o Domingo de Páscoa acompanhado dos sabores litúrgicos desse pedaço da Europa deve pedir o Eisbein,carne de porco cozida com alho, kümmel (especiaria básica dessa escola culinária) e purê de maçã picante. O prato custa R$ 39.

Curitiba

Le Bourbon
A casa está participando da Restaurant Week, cujo menu se adapta perfeitamente à celebração sacra. Para a entrada, o cliente pode escolher entre ceviche de lulas e camarão com pesto de rúcula e ciboullete ou Creme Mont Aubam, feito com batatas e alho-poró e servido com crotouns de centeio. O prato principal pode ser lombo de robalo ao azeite, guarnecido de risoto de castanhas brasileiras e gratin de pupunha ao brie ou escalope de filé mignon ao coulis de Malbec, acompanhado de tagliatelli ao basílico, tomate concassé em confit, aspargos e cogumelos Paris. E para sobremesa, a escolha recaí entre a pera em calda com especiarias com creme de mascarpone ou tiramisù em calda de capucinno aromatizado com cardamomo. Somente no jantar, a R$ 39,90.

Moscardini
No endereço do antigo Toca do Siri, o chef Erasmo Bulzico, 60 anos e 34 de cozinha, junto com o sócio Alvacir Dias lançam este novo restaurante de inspiração mediterrânea. Para a primeira Páscoa, oferecem a sequência de bacalhau, a R$ 75 por pessoa, incluindo uma sobremesa ainda não definida. Mas os pratos já estão certos, e serão cinco ao todo, com versões frias, assadas, gratinadas e postas do pescado rei, nas conhecidas modas à Zé do Pipo, Gomes de Sá, ao Braz e a da casa, o bacalhau Moscardi. Entre os vinhos, as sugestões são Malbec Latitude 33 e Reservado Davel e Chardonnay Concha y Toro. Mas o forte da casa mesmo é a cachaça, num acervo com mais de 2.600 garrafas, todas rotuladas e com origem definida. A coleção, iniciada em 1961, segundo os proprietários, é a maior do país em exposição.



Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Restaurantes em São Paulo com menu especial para o Dia das Mães 2021

Restaurantes

30 lugares para pedir delivery de parmegiana em São Paulo

Restaurantes

Mizuki Poke aposta em seis opções de pokes diferenciados; saiba mais!

Restaurantes

Starbucks lança combinações exclusivas para o delivery com 15% de desconto; saiba mais!

Restaurantes

Restaurantes em São Paulo para pedir delivery na Páscoa 2021

Restaurantes

Restaurante America lança Ovo de Páscoa Farofino em parceria com Carole Crema; saiba mais!

Restaurantes