Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Sabores reconfortantes - I

Saladas e sanduíches dão o sabor ideal para a calorosa e úmida estação.

Há quem acredite que no Brasil faz verão de janeiro a dezembro. Sabemos que não é verdade, mas bem que poderia. A estação do sol tem a mágica capacidade de contagiar a todos. Até os mais sisudos baixam a guarda, espreguiçando-se ao sol e levantando os dedinhos nos primeiros acordes de um bom samba ou de um axé elétrico.

Foto: Divulgação

Requinte e leveza: Gateau de Atum ao Gergelim com Salada Verde e Batatas Coradas, do Condessa, São Paulo

Na gastronomia não é diferente. Todos aproveitam as novidades criadas por chefs e cozinheiros país afora. Os mais gourmets vão direto aos pratos que contrastam sabores doces com salgados, refrescantes com picantes. Com as temperaturas na média dos 35° C, até os fãs incondicionais da carne vermelha abrem um largo sorriso quando veem uma bela salada de rúcula com croutons e pedacinhos de bacon.

Há explicações das mais variadas ordens, escolas e ideologias. "Com o calor, digamos que a digestão fica um pouco mais receosa com os pratos pesados e que exigem longos processos de absorção", explica Andréa Esquivel, nutricionista da consultoria Gastronomia Nutritiva. Um divino contrassenso se dá: a digestão mais lenta leva o organismo a absorver melhor os nutrientes, sendo comum o aumento da imunidade justo na estação de maior exigência física devido ao calor e à alta umidade. "É por isso que esta é a melhor época do ano para emagrecer, colocar as dietas em dia e melhorar a saúde, e não apenas desfilar o corpo bonito na praia ou piscina", brinca a profissional.

Beleza que põe mesa e se reflete nos pratos. Esse é o destaque de Roberta Ciasca, chef dos restaurantes Oui Oui e Miam Miam, no Rio de Janeiro. "Como boa carioca, curto muito o verão e aproveito a época para criar novas saladas, algo que exige toda uma preocupação estética na hora de montar", explica a chef enquanto descreve suas novas invenções, como a salada de broto com burrata temperada no limão siciliano.

Foto: Divulgação

A junção do doce cupuaçu com o leve salgado da mussarela de búfala: dica do carioca Palaphita Kitch

Comandante da cozinha do paulistano Kebab Salonu, Rodrigo Libbos prefere apontar a refrescância como marca da temporada. "Especiarias como a salsa e as pimentas; frutas cítricas como o limão e a lima e um bom azeite ressaltam sabores de quaisquer pratos de personalidade, como a libanesa. Hoje, o brasileiro já está mais atento a isso".

Para o amazonense Mario de Andrade, mais conhecido como Mario Maluco, nada define melhor os meses solares do que a riqueza de nossas frutas. "A biodiversidade que a gente encontra em qualquer metro quadrado das nossas florestas não é comparável com nenhuma outra no mundo. As frutas são um exemplo perfeito disso, com suas variadas cores, aromas e texturas. É tudo muito rico e isso se reflete no nosso relacionamento com o paladar", explica o proprietário e criador de boa parte das iguarias servidas no carioca Palaphita Kitch, como o doce de cupuaçu com mussarela de búfala.

Tanta cor, textura e cheiro devem ser aproveitados ao máximo. Para isso, o Guia da Semana traz este especial, com novidades e pratos clássicos em restaurantes e lanchonetes de sete capitais. Para começar, deliciosas saladas que funcionam como prato principal e sanduíches ricos em saúde. Na semana que vem é a vez das sobremesas, sucos e drinques. Acompanhe nossos roteiros e viva o sabor da estação.





Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

11 lugares para comer fondue em São Paulo no inverno 2021

Restaurantes

Inverno 2021: onde tomar sopas em São Paulo

Restaurantes

Dia da pizza 2021: lugares para comemorar a data em São Paulo

Restaurantes

18 restaurantes em São Paulo com menu especial para o inverno 2021

Restaurantes

10 restaurantes em São Paulo com quitutes juninos

Restaurantes

Mr. Cheney lança cookie Paçoca Amor para celebrar as festas juninas; saiba tudo!

Restaurantes