Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

Tranquilidade à mesa

Alguns alimentos espantam a ansiedade e atuam como importantes aliados na luta contra o estresse do dia-a-dia.



Trânsito, filas intermináveis ou até mesmo o supermercado lotado ao fazer a compra do mês. A mais simples situação do cotidiano pode desencadear uma onda de estresse e destruir o seu alto-astral. Como fugir deste vilão que acaba com o bom humor e sua saúde?

A solução para driblar o estresse pode estar à sua mesa, isto é, nos alimentos que compõem as principais refeições do dia. Ao serem ingeridos diariamente, determinados nutrientes têm o poder de liberar serotonina no cérebro, um hormônio que reduz a sensação de dor, diminui o apetite, proporciona bem-estar, ajuda a relaxar e até induz e melhora a qualidade do sono.

"É importante incluir no cardápio diário nutrientes que acalmam, presentes em alimentos como o aipo, arroz integral, repolho, amêndoas, alho e a semente de girassol, que também é rica em vitaminas do complexo B e zinco", recomenda a nutricionista funcional Amélia Omran.

Outros alimentos importantes para o organismo na luta contra o nervosismo são o pistache, nozes e castanhas, ricas em magnésio; os vegetais de folhas verdes escuras, ovos, peixes e aspargos, que contém ácido fólico; o grão de bico e o chocolate amargo, que apresentam o triptofano, aminoácido precursor da serotonina.


O chocolate amargo pode ser uma boa forma de amenizar o estresse

Para aliviar as tensões do dia-a-dia, também é importante consumir maracujá, que tem ação sedativa devido à substância chamada passiflorina; abacate, que contém beta-sitosterol, substância que modula os níveis de cortisol no sangue, o hormônio do estresse; e alface, que traz propriedades sedativas e hipnóticas, sendo utilizado como calmante no combate à insônia.

Os carboidratos também desempenham um papel importante, pois liberam serotonina e são responsáveis por uma sensação de relaxamento. O ideal é consumir os complexos, como a batata, o milho, o feijão e a lentilha, que têm uma digestão mais lenta.

Segundo a nutricionista Lara Natacci Cunha, "É importante reduzir a ingestão de cafeína, presente no café, chá preto ou mate, chocolate e refrigerantes do tipo cola, além do açúcar simples e dos doces", aconselha a médica.

Um coringa no combate ao estresse é a vitamina C, encontrada na laranja, limão, acerola, caju, tomate, goiaba, morango, abacaxi e brócolis. "Ela é ótima, pois ajuda a baixar o colesterol e possui antioxidantes, que combatem a ação dos radicais livres, diminuindo o estresse", indica a nutricionista Amélia Omran.

Ao se alimentar, além de priorizar o consumo de alimentos mais nutritivos, procure escolher um lugar calmo e relaxe por 10 minutos antes de comer. Além disso, tente evitar distrações durante a refeição, como assistir TV, ouvir rádio, ou comer em frente ao computador. Também é importante mastigar bem os alimentos, fazer pequenas pausas entre as garfadas e evitar conversar ao se alimentar, para não engolir ar e nem comer demais sem perceber.

Dica
Para reforçar seu organismo contra os malefícios do nervosismo você pode turbinar a sua alimentação com este suco antiestresse, receitado pela nutricionista Amélia Omran. Bata no liquidificador duas folhas de couve, polpa de um maracujá, suco de um limão, uma colher de sopa de girassol e 100 ml de chá de melissa gelado. Coe, adoce com mel, sirva e beba em seguida.


Atualizado em 7 Ago 2012.

Mais notícias

Bullguer vende sanduíche a R$10 nesta segunda-feira (22); saiba tudo!

Restaurantes

10 pratos imperdíveis com frutos do mar para provar em São Paulo

Restaurantes

Points gastronômicos em São Paulo com pratos especiais para o verão 2021

Restaurantes

Bob’s Galak com doce de leite Moça nas versões Big Cascão, Bob’s Max e Milk Shake entra no cardápio da rede por tempo limitado

Restaurantes

Com pernil fatiado, vinagrete e queijo prato, hamburgueria lança sanduíche em homenagem ao aniversário de São Paulo

Restaurantes

21 restaurantes para comemorar o Aniversário de São Paulo 2021

Restaurantes