Guia da Semana

Eternos Modernos

Série de concertos lança um olhar sobre a busca da modernidade em diferentes temporalidades da produção da música.

Este evento terminou

Eternos Modernos

Data 10 Jan 2012-29 Mai 2012
De acordo com a programação.

Preço(s) R$ 6.

Horário(s) 12h30 e 19h.

Rua Primeiro de Março, 66, 20010-000

Telefone (21) 3808-2020

A série Eternos Modernos é idealizada pelo músico e escrito Antonio Fragoso. Os concertos lançam um olhar sobre a busca da modernidade em diferentes temporalidades da produção da música. Confira a programação:

10 de janeiro
Modernidade e Civilização
Banda Anacleto de Medeiros com regência de Antonio Augusto

Privilegia obras compostas no final do século XIX e inicio do século XX e o que trazem em sua temática: Hilaridade, de Henrique Gurjão; Samba, de Alexandre Levy, primeira peça de concerto a utilizar esse tema; além de composições de Meneleu Campos, Henrique Alves de Mesquita e Chiquinha Gonzaga.

31 de janeiro
Modernidade e a República
Trio Velasquez (Oksana Dragos, violino; Sergio Schreiber, violoncelo; Terão Chebl, piano)

O trio apresentará dois importantes compositores que marcaram o período da consolidação da república, com estilos contrastantes, mas de certa maneira complementares: Francisco Braga e Glauco Velasquez.

13 de março
Modernidade e Ruptura
Quarteto Radamés Gnattali (Carla Rincón, violino I; Francisco Roa, violino II; Fernando Thebaldi, viola; Hugo Pilger, violoncelo)

O terceiro concerto visita à obra de dois compositores distintos, Paulino Chaves, compositor formado na Alemanha, e Villa Lobos.

10 de abril
Modernidade e Experimentação
Sexteto Rio (Eduardo Monteiro, flauta; Victor Astorga, oboé; Marcio Costa, clarineta; Antonio Augusto, trompa; Ariane Petri, fagote; Flávio Augusto, piano)

O quarto concerto é dedicado à produção pós-semana de arte, incluindo obras de Francisco Mignone e Radamés Gnatalli.

08 de maio
Modernidade e Independência
Grupo Música Nova (Marcos dos Passos, clarineta; João Luiz Areias, trombone; Alexandre Brasil, contrabaixo; João Vidal, piano; Marisa Rezende; direção)

Neste quinto concerto, são executadas peças de jovens compositores brasileiros como Caio Senna, Roberto Victorio, Marcos Nogueira, Marcus Ferrer, e da grande dama da composição brasileira, Marisa Rezende, que dirige o Grupo Música Nova.

29 de maio
A Pós-Modernidade
Quarteto Uirapuru (Fernando Pereira, violino; Dhyan Toffolo, violino; Diemerson Pereira, viola; Claudia Grosso, violoncelo)
Participação especial: Paulo Sérgio Santos, clarinete

Neste concerto o Quarteto Uirapuru apresenta duas obras estreadas no ano de 2010: Revisitando, de H. D. Korenchendler e Quarteto nº 4 Trópico de Capricórnio, de Ricardo Tacuchian. O destaque fica por conta da estréia da obra composta por Paulo Sérgio Santos especialmente para o projeto, trazendo para os nossos tempos uma prática usual dos tempos passados: a atuação do artista como criador e intérprete de sua própria obra. 

Compartilhe

Mapa do local

Comentários

Explore ao redor

Casa França-Brasil

Casa França-Brasil

56m

Igreja N.S. da Candelária

Igreja N.S. da Candelária

86m

Teatro CCBB II

Teatro CCBB II

90m

Teatro CCBB I

Teatro CCBB I

90m Palco exclusivo para montagens teatrais, o Teatro I - CCBB conta com 180 lugares

Igreja de N. Sra. do Carmo da Antiga Sé

Igreja de N. Sra. do Carmo da Antiga Sé

105m

Centro Cultural Correios

Centro Cultural Correios

132m

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA