Guia da Semana

Monty Python no Sesc Pinheiros

Projeto "Comediantes como os de antes" faz retrospectiva com o melhor do grupo britânico

Este evento terminou

Monty Python no Sesc Pinheiros

Data 10 Mar 2016-28 Abr 2016
De 10 de março a 28 de abril de 2016

Preço(s) Grátis

Horário(s) Quintas-feiras às 20h

Rua Paes Leme, 195, Oeste 05424-010

Telefone (11) 3095-9400

Todas as quintas, a praça do Sesc Pinheiros abriga o projeto Comediantes Como Os de Antes, com sessões gratuitas ao ar livre de clássicos do humor projetados num telão, com puffs espalhados para o conforto do público. Em março e abril, o espaço recebe um ciclo dedicado ao grupo britânico Monty Python, com sete filmes que representam uma trajetória de mais de 40 anos.

A trupe apareceu pela primeira vez na televisão inglesa no final dos anos 60, quando John Cleese, Graham Chapman, Eric Idle, Michael Palin, Terry Jones e Terry Gilliam uniram seus talentos e criaram esquetes com críticas sociais e um humor surrealista que se tornariam as marcas do grupo. Da TV, o Monty Python foi para o cinema e seguiu carreira com apresentações ao vivo, programas de rádio, jogos e livros.

A programação do SESC Pinheiros reúne alguns dos títulos mais famosos do grupo para os cinemas, incluindo“Em Busca do Cálice Sagrado” (1975), “A Vida de Brian” (1979) e “O Sentido da Vida”. Estão na programação, ainda, filmes que trazem alguns membros do grupo, mas não a rupe completa, como "Um Peixe Chamado Wanda". Todos têm entrada gratuita e classificação livre.

Confira a programação:

 

Quinta-feira, 10 de março

20h - Em Busca do Cálice Sagrado (Monty Python and the Holly Grail, Terry Jones e Terry Gillian, Reino Unido, 1975, 90’)

 

Quinta-feira, 17 de março

20h - A Vida de Brian (Life of Brian, Terry Jones, Reino Unido, 1979, 93’)

 

Quinta-feira, 24 de março

20h - Ao Vivo no Hollywood Bowl (Monty Python Live at the Hollywood Bowl, Ian MacNaughton, Reino Unido, 1982, 77’)

 

Quinta-feira, 31 de março

20h - O Sentido da Vida (The Meaning of Life, Terry Gillian e Terry Jones, Reino Unido, 1983, 107’)

 

Quinta-feira, 7 de abril

20h - Não é o Messias (Not The Messiah: He's a Very Naughty Boy, Aubrey Powell, Reino Unido, 2001, 92’)

 

Quinta-feira, 14 de abril

20h - As Aventuras de Erik, o Viking (Erik, the Viking, Terry Jones, Reino Unido/Suécia, 1989, 107’)

 

Quinta-feira, 28 de abril

20h - Um Peixe Chamado Wanda (A Fish Called Wanda, Charles Crichton, EUA, 1988, 108’)

 

Por Juliana Varella
Compartilhe

Mapa do local

Powered by ParkMe

Comentários

Explore ao redor

Teatro Paulo Autran - SESC Pinheiros

Teatro Paulo Autran - SESC Pinheiros

Espaço Carinhas e Coroas

Espaço Carinhas e Coroas

Espaço de Cultura Digital - Sesc Pinheiros

Espaço de Cultura Digital - Sesc Pinheiros

Ateliê Alessandra Dantas

Ateliê Alessandra Dantas

131m

C# do Padre - Casa das Batidas

C# do Padre - Casa das Batidas

154m Na ativa desde 1954, o Bar das Batidas tem o simpático apelido de 'cu do padre' por estar atrás de uma igreja em Pinheiros, servindo diversos sabores da bebida preparadas com vodka ou vinho

C... do Padre

C... do Padre

158m Saiba mais sobre o C... do Padre, um bar localizado no bairro de Pinheiros na Zona Oeste de São Paulo

Notícias recomendadas

Obras do MASP agora podem ser vistas em plataforma on-line gratuita

Museu integra a partir de hoje o acervo do Google Arts & Culture

Museu do Café, em Santos, inaugura exposição gratuita sobre propaganda da bebida

A partir de 28 de dezembro, os visitantes poderão conhecer as estratégias das marcas de café de 1900 a 1959

Especial férias: MASP abre ao público em todas as segundas-feiras de Janeiro

Programação de férias disponibiliza cinco dias a mais para visitar o Museu

5 motivos para assistir ao documentário "O começo da vida" na Netflix

O filme mostra a importância dos primeiros anos de vida sob a ótica dos quatro cantos do mundo

5 hotéis ao redor do mundo que são verdadeiras obras de arte

Confira locais com acomodações incríveis, mas que têm obras como protagonistas

Evolução dos emojis ganha instalação no Museu de Arte Moderna de NY

Os primeiros emoctions, criados em 1999, também entram para a coleção MoMA