Guia da Semana
Exposição
Por Amanda Matos

Mãe Preta

Idealizada por Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa, a mostra reúne vídeos, fotografias e instalações.

Modos de Olhar (Foto: Ferrez/Divulgação)

Este evento terminou

Mãe Preta

Preço Grátis

Data 05 Out 2018-25 Nov 2018

Horário(s) De segundas a sextas, das 11h às 19h | sábados e domingos, das 11h às 21h

Entre os dias 5 de outubro e 25 de novembro, a exposição "Mãe Preta" fica em cartaz na Funarte, em São Paulo. As conhecidas imagens das amas-de-leite negras, registradas de meados do século XIX ao início do século XX, são o ponto de partida da pesquisa das artistas Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa para a realização da exposição "Mãe Preta", que recebeu o Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais de 2016.

O trabalho, em constante progressão, busca traçar elos e ressonâncias entre as condições da maternidade e da escravidão, por meio de releituras de imagens e arquivos do período. A pesquisa também investiga o desaparecimento da história escravocrata na malha urbana das cidades brasileiras e as vozes de mulheres e mães negras na contemporaneidade. O intuito da mostra é discutir a memória da escravidão e o legado da mulher negra na formação da sociedade brasileira a partir da história visual do país.

Um dos pontos altos da exposição é a videoinstalação Modos de Fala e Escuta, que reúne o depoimento de sete mães negras sobre maternidade, racismo, memória, ancestralidade, violência e lutas cotidianas. Nesse sentido, outro destaque da mostra é a obra Mural das Heroínas, com 20 retratos de líderes negras, como Luísa Mahin, Tereza de Benguela e Nzinga de Angola às feministas Lélia Gonzalez e Beatriz do Nascimento, além de figuras políticas como Laudelina de Campos e Marielle Franco, entre outras, que simbolizam as conquistas sociais, a luta, a resistência, a voz e o lugar histórico da mulher negra no Brasil.

A exposição conta, ainda, com a minibiblioteca "Mãe Preta", que reúne publicações de autoras negras contemporâneas e uma seção voltada para a literatura infantojuvenil, com títulos sobre protagonismo negro que podem ser consultados pelo público.

Dividida em oito séries, "Mãe Preta" apresenta instalações, colagens e intervenções em gravuras e fotografias, que, reunidas, propõem uma reinvenção poética da iconografia relacionada às mães pretas dentro de uma linguagem contemporânea.


Por Amanda Matos

Notícias recomendadas

Feira de arte virtual 'Not Cancelled BRASIL' reúne 57 galerias até 8 de julho; saiba tudo!

Exposição

Museu da Diversidade Sexual inaugura primeira mostra digital com obras de artistas LGBTI+; saiba tudo

Exposição

Exposição do Castelo Rá-Tim-Bum no MIS tem tour virtual; saiba tudo!

Exposição

Tour virtual: explore o Instituto Inhotim sem sair de casa

Exposição

Tour virtual: conheça o museu dos estúdios Ghibli

Exposição

Confira a programação imperdível da Museum Week e Semana Nacional dos Museus

Exposição