Guia da Semana
Exposição
Por Amanda Matos

Mãe Preta

Idealizada por Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa, a mostra reúne vídeos, fotografias e instalações.

Modos de Olhar (Foto: Ferrez/Divulgação)

Este evento terminou

Mãe Preta

Preço Grátis

Data 05 Out 2018-25 Nov 2018

Horário(s) De segundas a sextas, das 11h às 19h | sábados e domingos, das 11h às 21h

Entre os dias 5 de outubro e 25 de novembro, a exposição "Mãe Preta" fica em cartaz na Funarte, em São Paulo. As conhecidas imagens das amas-de-leite negras, registradas de meados do século XIX ao início do século XX, são o ponto de partida da pesquisa das artistas Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa para a realização da exposição "Mãe Preta", que recebeu o Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais de 2016.

O trabalho, em constante progressão, busca traçar elos e ressonâncias entre as condições da maternidade e da escravidão, por meio de releituras de imagens e arquivos do período. A pesquisa também investiga o desaparecimento da história escravocrata na malha urbana das cidades brasileiras e as vozes de mulheres e mães negras na contemporaneidade. O intuito da mostra é discutir a memória da escravidão e o legado da mulher negra na formação da sociedade brasileira a partir da história visual do país.

Um dos pontos altos da exposição é a videoinstalação Modos de Fala e Escuta, que reúne o depoimento de sete mães negras sobre maternidade, racismo, memória, ancestralidade, violência e lutas cotidianas. Nesse sentido, outro destaque da mostra é a obra Mural das Heroínas, com 20 retratos de líderes negras, como Luísa Mahin, Tereza de Benguela e Nzinga de Angola às feministas Lélia Gonzalez e Beatriz do Nascimento, além de figuras políticas como Laudelina de Campos e Marielle Franco, entre outras, que simbolizam as conquistas sociais, a luta, a resistência, a voz e o lugar histórico da mulher negra no Brasil.

A exposição conta, ainda, com a minibiblioteca "Mãe Preta", que reúne publicações de autoras negras contemporâneas e uma seção voltada para a literatura infantojuvenil, com títulos sobre protagonismo negro que podem ser consultados pelo público.

Dividida em oito séries, "Mãe Preta" apresenta instalações, colagens e intervenções em gravuras e fotografias, que, reunidas, propõem uma reinvenção poética da iconografia relacionada às mães pretas dentro de uma linguagem contemporânea.


Por Amanda Matos

Notícias recomendadas

Saiba tudo sobre a exposição "Musicais no Cinema", que estreia no MIS nesta quarta-feira (13)

Exposição

Com experiências imersivas e interativas, MIS Experience inaugura em São Paulo neste sábado (2)

Exposição

Saiba o que esperar da exposição "Hebe Eterna", no Farol Santander

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição “Mickey 90 anos", em cartaz no Shopping JK Iguatemi

Exposição

Confira as exposições imperdíveis em São Paulo em 2019

Exposição

Saiba tudo sobre a exposição "Hitchcock: Bastidores do Suspense", que chega ao MIS nesta sexta-feira (13)

Exposição