Guia da Semana
Restaurantes
Por Redação Guia da Semana

A Casa do Porco Bar

Com clima informal, a casa do chef Jefferson Rueda é uma mistura de bar com mercadinho, onde vende sanduíches de porco para a viagem, além de outros produtos da casa.

Mistro de bar e mercado, na rua Araújo (Divulgação)

A Casa do Porco Bar

Horário(s) De segunda a sábado, das 12h à 0h; e domingo das 12h às 17h. Cozinha Rápida: das 11h à 0h.

Endereço
Rua Araújo, 124, Centro 01220-020

Telefone (11) 3258-2578

O chef Jefferson Rueda comemorou em outubro de 2017 os dois anos dA Casa do Porco Bar. Localizado no centro de São Paulo (R. Araújo, 124), o local é democrático e de cardápio versátil, que reúne toda a pesquisa do chef sobre o porco no Brasil aliada com outra paixão: o fogo.
 
A Casa do Porco Bar é onde Jefferson Rueda cria, estuda e se aprimora. Em suas palavras: “Reuni toda minha experiência, técnicas e pesquisas ao longo da minha carreira. Tem elementos e ingredientes de tudo o que vi e provei nestes anos todos. No cardápio, sirvo aperitivos para comer com as mãos, onde exploro o uso do carvão e da lenha no preparo, as massas frescas feitas na casa, entre outras coisas, e a estrela: O Porco a San Zé”.
 
Localizada numa esquina, A Casa do Porco Bar tem uma porta para a rua de onde saem os sanduíches e na outra extremidade, uma vitrine para o açougue de onde é possível ver a produção das linguiças, embutidos e as carnes servidas no local. Do lado de dentro, neon, cimento queimado, madeiras, tubulações aparentes e cozinha aberta mostram o lado urbano do chef. “Eu sou caipira, mas sempre busquei a inovação no meu modo de vida. A Casa do Porco está dentro deste conceito e tenho orgulho de tê-la inaugurado no Centro de São Paulo”, diz. Desde sua abertura, o restaurante segue diariamente com filas de espera na porta.

A Casa do Porco recebe uma novidade: o cachorro-quente se chama Hot Pork. Uma versão “atualizada” de um dos sanduíches mais populares do Brasil, cheia de estilo e sabor, com ingredientes preparados na casa – da salsicha ao catchup. O Hot Pork chega à mesa em um suporte feito especialmente para o restaurante, em forma de um carrinho tradicional de cachorro-quente.

O Cardápio

Apesar da casa ter os suínos como estrela, o cardápio é versátil e democrático. “Um vegetariano poderá frequentar a casa tranquilamente. Temos uma cozinha de brasa, para fazer legumes, além de frutos do mar e carnes.”, explica Rueda.
 
Aberto para a calçada o público poderá pedir pela Cozinha Rápida, onde o chef serve quatro tipos de sanduíches: de porco assado, vegetariano, vegano e o misto quente (com presunto feito na casa), e também a clássica porcopoca (pele de porco à pururuca). A Comida Rápida abre antes do restaurante, a partir das 11h, e oferece sanduíches a R$17. Já o cardápio da Casa do Porco Bar está dividido em seções. Na seção Da Barriga Dele, o Porco, há três sugestões a base de pancetta, como: Torresmo de pancetta e goiabada, Porcopoca (pururuca + sal de especiarias) e Torresmo da barriga com missoshiru de porco. Feito na casa, o espaguete fresco pode ser servido com Molho de tomate e manjericão (vegetariano), com Bolonhesa de porco, com Pancetta, bacon, guanciale, gema de ovo e pecorino ou Rámen de porco. Além disto, há também o
Arroz de suã.

Em Comendo Com as Mãos, há nove opções de petiscos, entre elas o Tartar de porco (maturado) com tutano e champignon, Pão no vapor com barriga de porco, cebola roxa e pimenta fermentada e Sushi de papada de porco e tucupi preto, que já nasceram clássicos. Das seções Na Brasa Vegetal e Na Brasa Animal saem cerca de dez sugestões grelhadas a carvão, entre elas vegetais como Cogumelos, ervas frescas e limão siciliano.
Entre as carnívoras, a Sanguiça, e a Linguiça caipira. Todas as opções são acompanhadas de farofa de cebola e hortaliças. A clássica receita do Codeguim do chef Jefferson Rueda também está presente no cardápio. Outra surpresa na A Casa do Porco Bar são os Embutidos, Curados e Defumados, servidos para compartilhar.
 
A maior estrela do cardápio e da cozinha, o Porco San Zé. Com nome em homenagem à terra natal do chef, São José do Rio Pardo, o porco é assado lentamente em carvão, por cinco a oito horas, em uma das duas churrasqueiras desenvolvidas por Jefferson Rueda especialmente para a casa.
 
As sobremesas são da chef Saiko Izawa, eleita a melhor chef pâtisserie da América Latina em 2017. Entre as sobremesas da casa, destaca-se o Romeu & Julieta (que leva goiaba branca e vermelha), os Morangos com salsão, suspiro e sorbet de manjericão, a de Chocolates com caramelo e passas ao rum e o Bolinho de chuva com chocolate e sorvete de creme.
 
O bar foi reformulado pelo olhar de Danilo Nakamura em parceria com o chef Jefferson Rueda. Novos drinks personalizados para a casa entram para a carta, com o intuito de que os coquetéis conversem melhor com os pratos do cardápio, todos com foco na acidez e drinkability. Alguns destaque são o Tereré, versão alcoólica da bebida tradicional do interior, o Fim de Expediente, uma revisão do Rabo De Galo, leva cachaça
Lage, jerez amontillado e xarope de charuto (feito na casa), e o #VemProCoentro, que brinca com a hashtag da casa (#VemProCentro) e desafia os inimigos da hortaliça mais odiada e subestimada do país. Para o café, espresso ou coado, há opções do produtor Rodrigo Pereira, de São José do Rio Pardo.


Atualizado em 7 Nov 2017.

Mapa do local

Explore ao redor

Palco Edifício Copan

Viagens

Pizzaria Copan

Restaurantes

Sapori Di Rosi

Bares (antigo)

Love Story

Baladas

Notícias recomendadas

Burger King lança petisco de mandioca por tempo limitado; saiba mais!

Restaurantes

19 lugares para comer deliciosos pratos de nhoque em São Paulo

Restaurantes

De salada a pizza: 15 lugares para comer burrata em São Paulo

Restaurantes

A Casa da Pizza Estufada inaugura unidade em Moema; saiba mais!

Restaurantes

2 em 1: bares-restaurantes em São Paulo que você precisa conhecer

Restaurantes

Mr. Cheney lança o Pink Cookie em apoio ao Outubro Rosa

Restaurantes