Guia da Semana
Teatro
Por Nathália Tourais

Jacqueline

Sesc Consolação apresenta peça de ficção original e inédita, com dramaturgia inspirada na trajetória artística da violoncelista britânica Jacqueline Du Pré, cujo talento genial foi abatido pela tragédia.

Laura Del Rey

Este evento terminou

Jacqueline

Preço R$12.00 a R$40.00

Data 02 Dez 2016-29 Jan 2017

Preço(s) R$40. R$ 20 (meia-entrada: estudante, servidor de escola pública, +60 anos, aposentado e pessoa com deficiência) e R$ 12 (credencial plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes)

Horário(s) Sexta e Sábado às 21h | Domingo às 18h

Endereço
Rua Doutor Vila Nova, 245, 01222-020

Telefone (11) 3234-3000

Entre os dias 2 de dezembro e 29 de janeiro de 2017, o jovem diretor Rafael Gomes nos presenteia com mais um espetáculo. Para quem não se lembra pelo nome, Rafael foi vencedor do Prêmio Shell 2016 por Um Bonde Chamado Desejo e também nos trouxe Música Para Cortar Os Pulsos, e Gota D'água e Seco, todas realizadas com maestria e ovacionadas pelo público.

Dessa vez no SESC Consolação, a realização é de um musical chamado Jacqueline, inspirado na vida e no gênio artístico da violoncelista britânica Jacqueline Du Pré (1945 – 1987). A montagem foi escrita e encenada sobre o Concerto Para Violoncelo e Orquestra do compositor Edward Elgar, obra que ficou indissociavelmente atrelada à musicista. A música, portanto, embasa, pauta e emoldura a dramaturgia, configurando uma singular linguagem cênica.

Na trama, uma genial violoncelista e sua irmã vivem uma relação intensa e profunda, quase simbiótica. Até que a música, os amores e uma irreversível tragédia se colocam entre elas, fazendo explodir rivalidades, ambições, as asperezas dos laços familiares e o choque entre talento e sobrevivência, vocação e destino.

Mais do que uma onipresente trilha sonora, o que se tem é um texto teatral construído com o rigor de uma partitura. As cenas evoluem de acordo com os quatro movimentos-chave da obra, enquanto a arquitetura interna das cenas também dialoga com as inflexões da obra de Edward Elgar e suas alternâncias de andamento, sonoridade e intensidade.

Por se tratar de um espetáculo cuja dramaturgia está intimamente ligada à música erudita, mas que ao mesmo tempo possui uma forte história como motor principal, Jacqueline é teatro para quem busca essencialmente teatro, mas é também obra pulsante para amantes da música clássica.

“Essa peça encerra uma trilogia sobre mulheres massacradas. Não foi planejado, mas aconteceu: primeiro foi Blanche, no ‘Bonde’; depois Joana, em ‘Gota d’Água’. Personagens que, de uma forma ou de outra, agem em direção ao destino que encontram. Jacqueline, por outro lado, é aquela que sofre o desfecho mais cruel, porém totalmente alheio às suas ações e escolhas. Essa é uma peça que fala também sobre a força ao mesmo tempo provedora e destruidora da natureza”, revela o diretor.


Por Nathália Tourais

Mapa do local

Explore ao redor

Café, Teatro & Cia

Restaurantes

Azaléia Bar

Bares (antigo)

Doceira Holandesa - Vila Buarque

Na Cidade

Centro Universitário Maria Antônia

Arte

The Joy Lunch e Beer

Bares (antigo)

Holy Burger

Gastronomia

Notícias recomendadas

15 musicais e peças infantis imperdíveis em São Paulo em novembro de 2019

Teatro

14 peças de teatro e musicais imperdíveis em São Paulo em novembro de 2019

Teatro

19 espetáculos de Stand Up Comedy para assistir em São Paulo em novembro de 2019

Teatro

12 peças de teatro e musicais imperdíveis para assistir em São Paulo em outubro de 2019

Teatro

20 peças infantis imperdíveis em São Paulo em outubro de 2019

Teatro

Mais de 20 espetáculos de Stand Up Comedy imperdíveis em São Paulo em outubro de 2019

Teatro