Guia da Semana
Shows
Por Mariana Zoboli do Carmo

6 discos que marcaram a história do Brasil

Algumas produções acompanharam e marcaram a história do país.

Discos que marcaram a história do país. (Reprodução )

A venda de discos de vinil tem aumentado no mundo todo e, no Brasil, a situação não é diferente, como o ObaOba te contou. Como este é o mês da vitrola, nós vamos comemorar relembrando os discos que marcaram e acompanharam a história recente do país.

+ Conheça os principais músicos do estilo Afrobeat
+ Descubra quais músicos brasileiros estão fazendo sucesso no exterior
+ As 9 melhores parcerias da música brasileira

Das lutas da ditadura, passando pela redemocratização até os dias atuais, algumas bandas e músicos marcaram época com discos memoráveis, que fazem parte de nossa história e cultura tanto quanto marchas, protestos, decretos e passeatas.

Tropicália ou Panis et Circenses

O ano de 1968 ficou conhecido como “o ano que nunca terminou” devido a instituição do AI-5 pelo então presidente, Costa e Silva, dando início ao período mais violento do regime militar, que havia começado quatro anos antes, em 1964.

Neste ano nasceu o disco Tropicália ou Panis et Circenses, pelas mãos de artistas como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Os Mutantes, Gal Costa , Torquato Neto, Rogério Duprat, dentre outros. O álbum foi o manifesto musical da Tropicália, que iniciou uma série de experimentações em diversos campos da cultura brasileira.

Acabou Chorare

Os anos 1970 foram marcados pelo “milagre econômico” brasileiro, em que a abertura para empréstimos e investimentos estrangeiros proporcionou um salto no crescimento da economia brasileira.

Esta década também aconteceu o lançamento de grandes discos, como Construção, de Chico Buarque, o álbum autointitulado dos Secos & Molhados, A Tábula de Esmeralda, de Jorge Ben, Clube da Esquina, de Milton Nascimento, Racional, de Tim Maia, dentre muitos outros. Entre eles, em 1972 os Novos Baianos lançaram Acabou Chorare, que é considerado pela revista Rolling Stone o disco mais importante da música brasileira.

Legião Urbana

A década de 1980 foi fortemente marcada pelo rock, que tinha sua maior expressão na capital do país.

Em 1985, em Brasilia, foi decretado o fim do regime militar e Tancredo Neves foi eleito indiretamente o primeiro presidente civil dos últimos 20 anos, mas foi seu vice, José Sarney, quem tomou posse.

Neste mesmo ano as recém-formadas bandas do novo cenário musical que estava nascendo no país lançaram seus primeiros discos. Entre elas Ira!, Plebe Rude e Legião Urbana

Ideologia

O ano de 1988 foi marcado pela promulgação da nova Constituição Brasileira, que realizou diversas mudanças significativas na estrutura do país.

Além da Constituição, foi também lançado o disco Ideologia, de Cazuza, e no ano de seu lançamento ele ganhou o prêmio Sharp de melhor álbum. Este foi o primeiro disco gravado por Cazuza depois que ele descobriu que era soropositivo.

Da Lama ao Caos

Na década de 1990, o país já estava redemocratizado e entrava em uma nova fase. Em 1994, Fernando Henrrique Cardoso seria eleito presidente e ficaria no comando do país até 2003.

Neste mesmo ano os recifenses do nação Zumbi estavam lançando o primeiro álbum de estúdio da banda, intitulado "Da Lama ao Caos", inaugurando a cana Manguebeat, que é um dos movimentos culturais mais importantes do pais.

Convoque Seu Buda

Este ano foi marcado por diversos acontecimentos que levaram muita gente para rua. Além das jornadas de junho, que aconteceram no ano passado, em 2014 a Copa e as eleições também causaram diversos protestos.

O disco lançado neste mês por Criolo dialoga com os tempos atuais e pode ser uma boa pista para começarmos a perceber o que está acontecendo no país através de nossa produção cultural.


Por Mariana Zoboli do Carmo

Atualizado em 21 Nov 2014.

Mais notícias

Agenda: lives imperdíveis em março de 2021

Shows

Lives de Carnaval: confira a agenda completa dos shows virtuais

Shows

Agenda: lives imperdíveis de fevereiro de 2021

Shows

Shows nacionais em São Paulo em 2021

Shows

Shows internacionais em São Paulo em 2021

Shows

Confira a agenda de lives imperdíveis em dezembro de 2020

Shows