Guia da Semana
Shows
Por Nathália Tourais

9 curiosidades sobre Jimi Hendrix que você precisa saber

Conheça mais sobre a vida e obra de um dos maiores guitarristas do mundo.

Jimi Hendrix, um dos maiores guitarristas do mundo (Reprodução)

A partir desta quarta-feira, 10 de junho, os amantes da música e de um dos maiores guitarristas de todos os tempos terão um grande presente: a mostra Hear My Train a Comin: Hendrix Hits London, em homenagem a Jimi Hendrix.

Em cartaz até dia 30 de julho, o público terá acesso a fotos, vídeos, entrevistas, roupas feitas sob medida, cartas enviadas aos fãs, instrumentos musicais, discos de sua coleção particular que o influenciaram e muito mais.

Entretanto, para quem não conhece muito de sua vida e obra, o Guia da Semana lista algumas curiosidades que você precisa saber. Confira:

NOMES

O músico atendia por vários nomes. Foi batizado como Johnny Allen Hendrix, mas, na infância, também era chamado de Buster. Quando saiu do exército, seu pai Al mudou para James Marshall Hendrix.

ORIGENS

Para quem não sabe, Jimi Hendrix nasceu em Seatle e era descendente de africanos, mexicanos e índios. Tímido e extremamente sensível, cuidou do irmão quando os pais se separaram e, depois, quando sua mãe faleceu - aos seus 10 anos de idade.

Sua avó fez com que ele despertasse em si um forte sentido de orgulho de seus ancestrais nativos norte-americanos e nos primeiros anos foi criado por sua mãe, já que o pai estava na guerra. 

CONTATO COM A MÚSICA

Durante um dia de trabalho com seu pai, retirando sucata, Jimi encontrou um ukulele com apenas uma corda e ficou encantado. Mais tarde, e com muita dificuldade, seu pai comprou, por apenas 5 dólares, uma guitarra acústica, pondo-o no caminho da sua futura vocação. 

SERVIU O EXÉRCITO

Jimi saiu da escola e alistou-se no exército, tornando-se paraquedista da 101ª Divisão Aerotransportada, em Kentucky. Entretanto, em seu vigésimo sexto salto quebrou o tornozelo e foi afastado. Mais velho, disse que o som do ar no paraquedas era uma inspiração para o som espacial que fazia na guitarra. 

LONDRES

O começo não foi fácil e nos primeiros anos levou uma vida precária tocando em bandas de apoio a músicos como Curtis Knight, B.B. King e Little Richards. Mas após acompanhar diversas bandas, Hendrix foi a Inglaterra para se consolidar com um dos maiores guitarristas de todos os tempos. Chas Chandler, baixista do The Animals, ficou impressionado ao vê-lo tocando com o grupo Blue Flames, em Nova Iorque, e o convidou para seguir carreira em Londres. O músico foi convencido pelo discurso de Chandler que a capital da Inglaterra era o local para produzir musica livremente, alcançando o estrelato.

Durante suas primeiras apresentações, seu nome já se espalhou pela indústria de música britânica e seus shows e sua música conquistou fãs como Eric Clapton, Jeff Beck, Beatles e The Who. 

ELETRIC CHURCH 

Jimi costumava nomear sua musica de eletric church, que significa igreja elétrica. Ele a chamava assim por acreditar e incorporar a música como sua religião. 

FOGO NA GUITARRA

Por sugestão de Keith Altham, editor da NME da época, Jimi passou a incendiar suas guitarras no palco para diferenciar-se da performance do The Who, que costumava quebrar os instrumentos. 

HINO NACIONAL DOS ESTADOS UNIDOS EM WOODSTOCK

Em 1969, no Festival de Woodstock, Jimi estava com uma nova banda - chamada Gypsy Suns and Rainbows - e durante a apresentação, fez uma extraordinária versão instrumental do hino dos EUA junto a barulhos de metralhadoras e explosões semelhantes ao som característico de uma guerra.

Jimi fez os sons com sua própria guitarra, o que foi completamente inovador e expandiu as técnicas tradicionais das guitarras elétricas. Assim, representou a insatisfação e inquietude de uma geração da sociedade americana.

MORREU AOS 27

Assim como muitos astros da música, Jimi Hendrix também perdeu a vida aos 27 anos. O guitarrista passou a noite anterior em uma festa e ao seguir para o hotel junto de Monika Dennemann, sua namorada, tomou nove comprimidos para dormir. Entretanto, Jimi havia bebido e usado drogas e passou mal, asfixiando-se em seu próprio vômito.

Até hoje existem suposições e teorias sobre o fato, já que Monika deu várias informações contraditórias na época.


Por Nathália Tourais

Atualizado em 10 Jun 2015.

Mais notícias

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows

Trocas do Rock in Rio Card começam nesta quarta-feira (6); saiba mais!

Shows