Guia da Semana
Shows
Por Anderson Nascimento

SWU 2011: 2º dia

Atrasos e cancelamento marcam o domingo.

Chris Cornell (Carol Mendonça)

Por Anderson Nascimento, de Paulínia

O domingo do SWU 2011 teve programação bem diferente do que rolou na primeira noite. de festival. Desta vez, o público alvo eram pessoas de outras gerações, que curtem um som clássico, de preferência produzido há muitas décadas.

No Palco Energia, às 13h, quem iniciou os trabalhos foi Zé Ramalho. O pernambucano tocou sob garoa fina para um público pequeno, porém  muito animado. No repertório do show, clássicos como "Avôhai" e "Admirável Gado Novo", além de "Trem das Sete" e "Medo da Chuva", de Raul Seixas.

A chuva, que durante a apresentação de Zé Ramalho ainda era fina, engrossou e causou transtornos. O Ultraje a Rigor, que deveria subir no Palco Consciência às 16h05, trocou de horário com os norte-americanos do Tedeschi Truck Band - que, por sinal, fizeram um excelente show. Mas esse é o menor dos problemas do segundo dia de SWU 2011.

>> Veja as fotos do primeiro dia do SWU 2011

>> Chris Cornell de viola e Courtney Love em monógolo


O Ultraje subiu no Palco Consciência atrasado, o que causou a fúria da produção de Peter Gabriel, que exigiu que o grupo brasuca fizesse um show mais curto. Sabe qual foi a resposta do vocalista Roger ao pedido do staff do cantor britânico? A canção "Filha da P#@a". E ainda rolou briga entre a produção dos dois artistas em cima do Palco.

Roger ainda brincou com a "pressa" de Peter Gabriel: "Ele quer que a gente termine o show mais cedo. Senão eles vão embora. Oh...". Depois do Ultraje, foi a vez de Chris Cornell se apresentar. O cantor trouxe um show que mistura canções de sua carreira solo com hits do Soundgarden, sua primeira banda e ícone grunge nos anos 1990, e do Audioslave, grupo montado nos anos 2000 com os integrantes do Rage Against the Machine.

No Palco New Stage, o destaque negativo foi o cancelamento do show do Modest Mouse. O motivo alegado pela organização do SWU foi um problema no transporte dos instrumentos da banda.

Antes do anúncio do cancelamento do Modest Mouse, rolou o ótimo show do projeto Playing For Change, que reúne gente do mundo inteiro para tocar versões de clássicos da música. Destaque para a versão brasileira do refrão de "Stand By Me", que virou "Fica Comigo".

A última atração do Palco New Stage foi o Hole, da maluca Courtney Love. A viúva de Kurt Cobain não fez um show de rock, e sim comandou um bate-papo descontraído com os fãs. A moça usou uma camiseta com os dizeres "Courtney is my bitch" e sem querer mostrou os seios.

O show do Duran Duran no Palco Energia foi um revival dos anos 1980. Os integrantes do grupo britânico mostram estar em ótima forma. E não faltaram hits, como a clássica "Ordinary World".

Na sequência, no Palco Consciência, Peter Gabriel apresentou seu show grandioso ao lado da The New Blood Orchestra. Para encerrar, uma ode ao rock and roll no Palco Energia. O Lynyrd Skynyrd garantiu um final em grande estilo a segunda noite de SWU 2011. O público muito inferior ao do primeiro dia (64 mil contra 45 mil) viu falta de pontualidade, porém melhor qualidade musical.


Por Anderson Nascimento

Atualizado em 6 Jan 2012.

Mais notícias

Sandy e Junior no Brasil em 2019

Shows

Sandy e Junior: 21 músicas que queremos ouvir na turnê "Nossa História"

Shows

Sandy e Junior confirmam turnê comemorativa de 30 anos; primeiro show é em Recife, dia 12 de julho

Shows

10 atrações brasileiras que você não vai querer perder no Lollapalooza 2019

Shows

7 atrações do Lollapalooza 2019 que vêm ao Brasil pela primeira vez

Shows

9 shows imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Shows