Guia da Semana
Teatro
Por Nathália Tourais

10 peças de teatro imperdíveis para assistir em Setembro em SP

Confira espetáculos incríveis nos mais diversos palcos da cidade.

Vermelho, em cartaz no Teatro Tuca (Gabriel Wickbold)

O mês de setembro chegou e com ele muitos espetáculos teatrais para você abastecer seus dias de arte, cultura e entretenimento.

Com dezenas de opções de dramas, comédias, monólogos, tragicomédias e tantos outros gêneros, o Guia da Semana lista 10 produções lindas que merecem sua visita. Confira:

VERMELHO

Na peça, em seu ateliê em Nova Iorque, o consagrado artista Mark Rothko recebe, pela primeira vez, seu novo assistente, Ken, e a partir da pergunta “O que você vê?“ (apontando para uma das pinturas em que trabalhava) inicia-se um eletrizante embate entre os dois. Conceitos artísticos entre as gerações, diferentes bagagens culturais e o mesmo amor pela arte são alguns dos objetos em cena.

Vermelho se passa no final dos anos 50, quando o icônico pintor (líder do Expressionismo Abstrato) recebeu um convite para pintar grandes painéis de um luxuoso restaurante em Nova York e recebeu uma quantia quase inestimável para a época (o equivalente hoje a 10 milhões de dólares). Um encontro cheio de nuances entre mestre e aprendiz, com arte, reflexão e questionamento, é o plano de fundo em meio ao cenário repleto de detalhes, com preparo de tintas e quadros pintados durante a sessão.

Onde: Teatro Tuca
Temporada: de 12 de agosto a 4 de dezembr
Horário: sextas-feiras e sábados às 21h30 e domingos às 18h
Preço: sextas-feiras R$60, sábados R$80 e domingos R$70 (Desconto de 50% para Estudantes e Maiores de 60 anos.)

CENAS DE UMA EXECUÇÃO

Em vinte cenas comoventes, o espetáculo narra a história de Galactia, famosa pintora da época que foi convidada pelo Doge de Veneza a pintar a vitória da Liga Cristã sobre os turcos no ano de 1571. A mais sangrenta batalha da história pelos mares. A escolha é controversa, pois a artista em questão é uma mulher e sua pintura não celebra Veneza, mas ofende e enfurece as autoridades venezianas, do Estado, da Igreja em particular, devido a sua representação sangrenta e realista. Veneza do século XVI se torna o cenário para uma tensão atemporal entre a ambição pessoal e a responsabilidade moral. 

Onde: Espaço da Cia. da Revista
Temporada: até dia 28 de setembro
Horário: Terças e quartas, às 21h
Preço: R$50 (Desconto de 50% para Estudantes e Maiores de 60 anos.)

ESPERANDO GODOT - TUCARENA 

Para quem ainda não conhece, o espetáculo é um clássico escrito pelo dramaturgo e escritor irlandês Samuel Beckett -  obra com a qual abordou questões filosóficas sobre a condição humana, onde o tempo não existe senão como uma eternidade imóvel e morta e que tem como meio de expressão a decrepitude física dos corpos.

Premiado pelo Nobel de Literatura, Beckett também não apenas mostra o absurdo da existência da vida social, mas também o choque do homem consigo mesmo, percebendo em seu íntimo a perplexidade desse encontro. 


"Esperando Godot" é uma escrita pós-guerra (1943-1953) e explora uma situação estática. O lugar onde se passa é deserto e existe somente uma árvore ao centro. Lá, dois velhos vagabundos, Vladimir e Estragon, estão esperando Godot. Nada acontece e a atmosfera de vacuidade e monotonia não é alterada senão pela passagem de Pozzo e Lucky (respectivamente senhor e escravo) que, ao saírem fazem retornar o vazio. 

Para preencher o tempo e enganar o tédio dos dias vazios e iguais, Vladimir e Estragon falam um com o outro mesmo sem ter o que dizer, travam brigas inúteis e refazem as mesmas perguntas, para assim preencherem o vazio da existência e para se darem ao menos, a impressão de existirem.

Onde: Tucarena
Temporada: até dia 27 de novembro
Horário: Sexta e sábados às 21hs, e domingos às 19hs
Preço: R$50 sexta e R$60 aos sábados e domingos (Desconto de 50% para Estudantes e Maiores de 60 anos.)

A FESTA DE ABIGAIU 

Com toques de humor ácido, a peça critica a cultura pop de massa e o consumismo. O espetáculo segue a linha de dramaturgia realista e popular, optando pelos pequenos dramas do cotidiano de pessoas comuns.

Onde: Teatro Jaraguá
Temporada: de 6 de agosto a 27 de novembro
Horário: Sexta às 21h30, Sábado às 21h e Domingo às 19h.
Preço: R$50 (Desconto de 50% para Estudantes e Maiores de 60 anos.)

GOTA D'ÁGUA [A SECO]

Como ‘a seco’ do título já indica, a montagem busca chegar à essência da história, através dos embates entre os protagonistas, Joana e Jasão, ainda que outros personagens do original também apareçam na adaptação. Mesmo com parte da trama sociopolítica reduzida na versão, Rafael Gomes reitera que a sua leitura da peça é focada em sua natureza política, cruelmente atual:

‘A ‘Gota D’Água’ original possui uma trama política bastante latente em seu embate entre opressores e oprimidos. Ao concentrar a história em Joana e Jasão, em suas ideologias, ações e sentimentos, eu gostaria ainda assim de falar sobre essa política mais essencial da vida, do dia a dia, essa que a maioria das pessoas sublima, esquece ou finge que não é com elas, achando que ser político é somente saber apontar o dedo para o adversário e se manifestar eventualmente por aquilo que interessa, de forma um tanto o quanto individualista’, afirma o diretor, que manteve toda a estrutura formal da peça e inseriu novas canções e pequenas citações de letras de Chico em algumas passagens do texto.

Onde: Teatro Faap
Temporada: de 9 de setembro a 18 de dezembro
Horário: Sexta e Sábado às 21h. Domingo às 18h.
Preço: Sextas e domingos R$80. Sábados R$100 (Desconto de 50% para Estudantes e Maiores de 60 anos.)

ESPERANDO GODOT - TEATRO FAAP

Dramaturgo e escritor irlandês, Samuel Beckett é considerado um dos principais escritores da história em todo o mundo. Como legado, deixou textos teatrais, novelas, poesias, romances e até mesmo dramatizações para o rádio. 

Suas obras eram marcadas pela crítica bem humorada à sociedade e principalmente à modernidade, o que fez dele um dos criadores do Teatro do Absurdo. Beckett recebeu ainda um Nobel de Literatura em 1969 pelo conjunto da obra. Em 1952 publicou a peça teatral que se tornaria sua obra prima: Esperando Godot.

É impossível falar de Esperando Godot e não citar uma das maiores atrizes brasileiras de todos os tempos: Cacilda Becker. Considerada um mito, de valor inestimável à memória do teatro brasileiro, a atriz tem em sua trajetória montagens históricas.

Portanto, em sua homenagem o figurino que a atriz usou na histórica montagem de Flávio Rangel estará em exposição no saguão do Teatro. Esperando Godot foi montado com Cacilda no papel de Estragon, ao lado de seu marido Walmor Chagas e de seu filho Luís Carlos Martins.  Em 6 de maio de 1969, durante uma apresentação da peça, sofreu um derrame cerebral em conseqüência do rompimento de um aneurisma e foi encaminhada ao hospital ainda com o figurino do personagem que representava. Faleceu aos 48 anos, depois de 38 dias em coma no Hospital São Luís, em São Paulo.

Onde: Teatro Faap
Temporada: até dia 20 de setembro
Horário: Terças às 20hs
Preço: R$50 (Desconto de 50% para Estudantes e Maiores de 60 anos.)
 

A ALMA IMORAL 

Com humor fino e delicadeza, a atriz e dramaturga Clarice Niskier leva à cena sua adaptação teatral do livro “A Alma Imoral”, de Nilton Bonder. A obra nos faz refletir sobre o certo e o errado, a obediência e a desobediência, a tradição e a transgressão, a hipocrisia e a honestidade, além de aproximar temas como religião e biologia.

Clarice Niskier ganhou o Prêmio Shell-RJ 2007, na categoria Melhor Atriz, por sua atuação neste espetáculo. A peça recebeu também o Prêmio Caravana Funarte de Circulação Nacional de Teatros; e, em 2008, o Prêmio Qualidade Brasil São Paulo de Melhor Atriz – Drama.

Local: Teatro Eva Herz
Temporada: até dia 11 de dezembro
Horários: Sextas e Sábados, às 21h. Domingos, às 19h
Preço: Sex: R$50 / Sáb e Dom: R$70

* Não haverá sessão nos dias 24 e 25 de Setembro

GHOST - O MUSICAL 

Com direção de José Possi Neto, direção de movimentos e coreografias de Floriano Nogueira, direção musical de Paulo Nogueira e direção artística de Léo Rommano, o espetáculo é baseado no filme norte-americano, Ghost – Do outro lado da vida, de 1990, dirigido por Jerry Zucker, com roteiro de Bruce Joel Rubin e estrelado por Demi Moore, Patrick Swayze e Whoopi Goldberg. 

Ghost conta a atemporal e forte história do jovem casal, Sam Wheat e Molly Jensen, muito apaixonados, que é interrompida por um assalto que resulta na morte de Sam. Preso neste plano, o espírito de Sam descobre a verdade por trás de seu assassinato e conclui que Molly está em perigo. Enquanto ele busca mais pistas e tenta proteger Molly, ele encontra a falsa vidente Oda Mae Brown. Embora ela tenha sido uma fraude por muitos anos, Sam descobre que ela realmente pode ouvi-lo e pede ajuda para que possa se comunicar com Molly através dela e, assim, alertá-la sobre os riscos que corre. 

Local: Teatro Bradesco
Temporada: até dia 11 de dezembro
Horário(s): quinta-feira, às 21h, sexta-feira, às 21h, sábado, às 17h e às 21h e domingo, às 16h e às 20h
Preço(s): de R$ 30 a R$ 190  

CÁSSIA ELLER - O MUSICAL

Com 38 músicas pinçadas do repertório de uma das vozes mais marcantes da MPB, o musical tem direção de João Fonseca e Vinicius Arneiro, idealização de Gustavo Nunes e produção da Turbilhão de Ideias Entretenimento. O texto é de Patrícia Andrade, que flagra Cássia ainda antes do começo da carreira e acompanha toda a sua trajetória musical - dos primeiros passos como cantora em Brasília a sua explosão nacional -, sem deixar de lado seus amores, em especial a companheira Maria Eugênia, com quem criou o filho Chicão.

A autora se debruçou sobre a obra de Cássia, entrevistando familiares e amigos que a ajudaram a construir um mosaico fiel da história da cantora. A direção musical é de Lan Lanh, que tocou anos com a artista e tem total propriedade sobre sua obra. O roteiro vai de uma criação autoral quase obscura, como Flor do Sol, até canções imortalizadas por ela, como MalandragemSocorro Por Enquanto. O amigo Nando Reis, também personagem do espetáculo, comparece com várias composições no repertório, como All StarO Segundo Sol, RelicárioLuz dos Olhos e E.C.T., entre outras.

Onde: Teatro Shopping Frei Caneca
Temporada: De 1 a 25 de setembro de 2016
Horário: De quinta a sábado às 21h, domingos às 19h
Preço: R$50 inteira e R$25 meia-entrada

WICKED

Muito antes de Dorothy chegar (e do próprio ponto que conhecemos), duas outras garotas se conheceram na Terra de Oz. Elphaba, nascida com a pele de cor verde-esmeralda, é esperta, ardente e incompreendida. Glinda é belíssima, ambiciosa e muito popular. Essa megaprodução, que faz rir e chorar, traz à tona os segredos que levam Elphaba a se tornar uma bruxa “má” e Glinda a ganhar a simpatia dos habitantes da Cidade das Esmeraldas. Wicked, então, por meio de números e performances surpreendentes, mostra que toda história tem diversos pontos de vista e que ser diferente faz de você alguém único e extraordinário.

Onde: Teatro Renault
Temporada: Até dia 18 de dezembro
Horário: Quintas e sextas às 21h, sábados às 16h e 21h e domingos às 15h e 20h
Preço:
 De R$50 (R$25 meia) a R$280 (R$140 meia)


Por Nathália Tourais

Atualizado em 8 Set 2016.

Mais notícias

22 espetáculos de Stand Up Comedy imperdíveis em São Paulo em setembro de 2019

Teatro

13 peças infantis imperdíveis em São Paulo em setembro de 2019

Teatro

12 peças de teatro e musicais imperdíveis em São Paulo em setembro de 2019

Teatro

9 peças infantis imperdíveis em São Paulo em agosto de 2019

Teatro

Mais de 20 espetáculos de Stand Up Comedy para assistir em São Paulo em agosto de 2019

Teatro

10 peças de teatro e musicais imperdíveis em agosto de 2019

Teatro