Guia da Semana
Teatro
Por Redação Guia da Semana

Teatro nas férias

Veja quais peças vão estar em cartaz durante o mês de julho.

Foto: Divulgação

Cruel conta com Reynaldo Gianecchini, Maria Manoella e Erik Marmo no elenco

Quando chegam as férias do meio do ano, é preciso programar-se para conseguir aproveitar os dias de folga. Reservar um tempo para relaxar, passear, conhecer restaurantes e dedicar-se a programas culturais, que muitas vezes acabam ficando mais ausentes no seu cotidiano pela escassez de tempo.

Pensando nisso, o Guia da Semana selecionou as principais peças de teatro e espetáculos de dança que se apresentarão até o final do mês de julho. Confira!

São Paulo

Mais Respeito Que Sou Sua Mãe!

Sob a direção de Miguel Falabella e com texto do argentino Hernán Casciari, o espetáculo conta a história da personagem Nalva, vivida pela atriz Cláudia Jimenez. Ela é dona de casa, mãe de três adolescentes, possui um marido desempregado e precisa lidar com a constante crise econômica de sua família. O espetáculo fica em cartaz até 25 de setembro, no Teatro Procópio Ferreira.

Cruel

Não é somente pela presença de um elenco global, com Reynaldo Gianecchini, Maria Manoella e Erik Marmo, mas também pelo texto coeso e profundo do sueco August Strindberg que a peça Cruel está agradando o público. O enredo aborda questões sobre as relações interpessoais, como amor, ódio, desconfiança e paixão, por meio de três personagens que possuem personalidades e ações paradoxais. Cruel faz apresentações até o dia 4 de outubro, no Teatro FAAP.

Seis Aulas de Dança em Seis Semanas

Suely Franco e Tuca Andrada protagonizam a peça criada pelo escritor e produtor estadunidense Richard Alfieri. Nos palcos, ela vive Lily nos palcos, uma senhora apaixonada pela dança que resolve fazer aulas para se aprimorar na arte. Já Tuca está na pele do professor de dança de meia-idade Michael. Ao longo do espetáculo, o casal apresenta inúmeras coreografias em vários ritmos, como tango, valsa e chá-chá-chá, assinadas pelo coreógrafo Carlinhos de Jesus. É possível conferir a peça até o último dia de julho, no Teatro Renaissance.                   

Evita

Mais que um musical, Evita representa um capítulo da história da Argentina que marcou o mundo. A peça é inspirada da vida de Eva Perón, ex-primeira-dama portenha, famosa por sua elegância e carisma e adorada por grande parte da população pobre da Argentina durante o período do Peronismo. A peça estreou em Londres em 1978 e, no ano seguinte, na Broadway. A adaptação nacional conta com grande elenco, como Daniel Boaventura, Fred Silva e Paula Capovilla. Evita fica em cartaz até 31 de julho, no Teatro Alfa.

Foto: Divulgação

Bárbara Paz está em cartaz com Hell, no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

A História de Nós 2

Em um reencontro, o casal Edu (Marcelo Valle) e Lena (Alexandra Richter) tenta descobrir quem foi o culpado pelo fim do casamento e inúmeros flashbacks bem-humorados constroem as cenas dessa divertida comédia romântica. Dirigida por Enersto Piccolo e com texto de Lícia Manzo, a peça fica em cartaz até o final do mês de julho no Teatro dos Grandes Atores.

Hell

Sucesso de público em São Paulo, a peça Hell só fica mais este mês em cartaz, no Teatro dos 4, na capital carioca. O enredo é baseado no best-seller da escritora Lolita Pille e conta a história de uma jovem francesa rica e fútil, homônima à escritora, porém mais conhecida como Hell. Temas como sexo, álcool, drogas, prazer e compras também fazem parte da construção da narrativa. A protagonista é vivida por Bárbara Paes e a direção fica por conta de Hector Babenco e Marco Antonio Braz.

Baby

A peça foi um grande sucesso da Broadway entre 1983 e 1984 e está com tudo nos palcos cariocas em sua versão nacional, produzida por Tadeu Aguiar - que também atua na peça - e dirigida por Fred Hanson. A temática do musical gira em torno da chegada inesperada de bebês em três casais distintos. Ansiedades, medos e alegrias acompanham, de maneira diferenciada, a trajetória dessas três famílias que passam pela mesma fase. Baby pode ser visto no Teatro João Caetano até 28 de agosto.

Porto Alegre

Tatyana

A célebre Companhia de Dança Deborah Colker está em cartaz no Teatro do Sesi, nos dias 28 e 29 de julho, com seu novo trabalho, Tatyana. O espetáculo é baseado no romance em versos Evguêni Oniéguin, do escritor russo Puchkin, que também inspirou outras obras, como a ilustre ópera de Tchaikovski (1879). O balé contemporâneo trará quatro personagens principais que transmitem a fusão entre ações, pensamentos e desejos para traduzir sentimentos, através da dança.

Foto: Divulgação

Ballet Nacional de Cuba se apresenta em Salvador nos dias 23 e 24 de julho

MudaMundo

Crianças de todas as idades vão adorar a peça que conta a história de João. Ele é um menino que quer transformar o mundo em um lugar melhor e, para isso, conta com a ajuda de pessoas próximas, como a avó e a amiga Catarina.  O roteiro é de Cristiane Ostermann e de Raquel Grabauska, que também assina a direção da peça. MudaMundo é feita com música ao vivo e a trilha ficou por conta de Gustavo Finkler. O espetáculo pode ser visto até 17 de julho, no Teatro do Casarão Verde.

Florianópolis

As Três Velhas

O texto do chileno Alejandro Jodorowsky fala sobre a história de duas marquesas decadentes, Melissa e Graça, que vivem em uma mansão em ruínas, cuja governanta é a centenária Garga. Tudo seguia na mesmice até que, certa noite, algumas revelações familiares transformaram suas histórias. As Três Velhas está em cartaz no Teatro Álvaro de Carvalho, de 8 a 10 de julho.

Senta Pra Rir - Diogo Portugal

Para quem curte uma boa comédia estilo stand up, Senta Pra Rir é uma excelente opção. O comediante Diogo Portugal interpreta vários personagens hilários, como a manicure Marlene Marluce Catarina, o porteiro Ediomar e a ex-prostituta Pamela Conti. Você pode assistir ao espetáculo no dia 10 de julho, no Floripa Music Hall.

Salvador

A Lenda da Água Grande

Uma das referências mundiais na dança clássica é o Ballet Nacional de Cuba, que chega ao Brasil no mês de julho. O espetáculo inédito A Lenda da Água Grande foi coreografado pelo premiado Eduardo Blanco. A história é baseada em uma lenda Guarani que conta como surgiram as Cataratas do Iguaçu (que significa "Água Grande") e, em paralelo, há a história de amor entre o guerreiro Tarobá e a bela Naipi. Nos dias 23 e 24 de julho, o Ballet Nacional de Cuba vai se apresentar no Teatro Castro Alves.

Namíbia, Não!

Com direção de Lázaro Ramos, Flávio Bauraqui protagoniza a peça Namíbia, Não!, que se resume como uma obra provocadora ao abordar uma situação hipotética que se passa no ano de 2016. Na história, o governo brasileiro obrigou todos os afrodescendentes a voltarem para África e isso provocou uma diáspora em pleno século 21. A peça fica em cartaz até o dia 10 de julho, no Teatro Vila Velha.


Atualizado em 10 Abr 2012.

Mais notícias

12 espetáculos de Stand Up Comedy que estão em cartaz em São Paulo em março de 2019

Teatro

7 peças infantis imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Teatro

10 peças de teatro e musicais imperdíveis em São Paulo em março de 2019

Teatro

6 motivos para assistir à peça “Dogville”, com Mel Lisboa e Fábio Assunção

Teatro

Peças de teatro e musicais para assistir em São Paulo no feriado de 25 de janeiro de 2019

Teatro

16 musicais imperdíveis para assistir em São Paulo em 2019

Teatro