Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

4 lugares para apreciar a arquitetura de Belo Horizonte

Praça da Liberdade e Pampulha são alguns dos lugares que merecem destaque na capital mineira.

A Praça da Liberdade já foi sede de diversas secretarias e órgãos administrativos do governo estadual (Reprodução/Pinterest)

Belo Horizonte pode até ser uma cidade relativamente nova no cenário nacional, com pouco mais de cem anos de vida, mas conta com muita história e arquitetura em suas esquinas. Desde o estilo Art Déco do início do século XX, até as apostas mais contemporâneas dos edifícios centrais, a cidade oferece a seus turistas diversos lugares para apreciar a arquitetura.

Confira nossas dicas de alguns desses lugares:

O conjunto arquitetônico da Pampulha

Pampulha

Idealizado pelo então prefeito Juscelino Kubitschek e assinada por Oscar Niemeyer na década de 1940, o conjunto arquitetônico da Pampulha é colírio para os olhos de qualquer visitante da capital mineira, sendo a região que mais se destaca dentre os lugares para apreciar a arquitetura na cidade. A região conta com edifícios como a Igreja São Francisco de Assis (ou Igreja da Pampulha), cujas curvas remetem às montanhas de Minas Gerais. Essas mesmas curvas eram tão ousadas para a época em que foram construídas, que chocaram a conservadora e tradicional sociedade mineira. É possível ainda visitar o Cassino, a Casa de Baile e o Iate Tênis Clube, todos à beira da Lagoa da Pampulha, com linhas curvas, modernas e marcantes.

A Praça da Liberdade e seus arredores

Praça da Liberdade

A Praça da Liberdade, localizada em uma área central da capital mineira, já foi sede de diversas secretarias e órgãos administrativos do governo estadual. Esses edifícios no estilo neoclássico passaram por uma série de reformas nos últimos anos e hoje abrigam diversos museus, como o Centro Cultural Banco do Brasil, o Memorial Minas Gerais, a Casa Fiat de Cultura e o Arquivo Público Mineiro, entre outros. Ao todo, são doze edifícios restaurados e prontos para receber o turista que visita essa região, que forma o Circuito Cultural Praça da Liberdade. A melhor dica é visitar o Palácio da Liberdade, que foi sede administrativa durante muitos anos.

Os casarões e o belo horizonte do bairro Mangabeiras

Bairro Mangabeiras

O bairro Mangabeiras se encontra exatamente aos pés da Serra do Curral, próximo à Praça do Papa. Além de ter uma das vistas mais bonitas da cidade, esse bairro é uma atração à parte, pois abriga algumas das residências mais interessantes de Belo Horizonte. São diversas casas (não há prédios nesse bairro) nos mais variados estilos, pertencentes às famílias mais tradicionais da cidade. Vale a visita para conferir a contemporaneidade de alguns projetos e o estilo modernista de outros.

As casas tombadas em Lourdes e Cidade Jardim

Fechando a nossa lista de lugares para apreciar a arquitetura em BH, Lourdes e Cidade Jardim são alguns dos bairros mais antigos da cidade, por isso ainda têm traços arquitetônicos do passado presentes em suas esquinas. Esse é o caso de algumas casas das avenidas Conde de Linhares e Bias Fortes. É possível identificar elementos do início do século, como as varandas espaçosas, escadarias em madeira e fachadas em arco. Muitas de suas janelas possuem vitrais únicos. A Academia Mineira de Letras, localizada em um casarão na Rua da Bahia, é mais um exemplo dessas obras.

O que achou dessas dicas de lugares para apreciar a arquitetura de Belo Horizonte? Que tal conhecer alguns desses pontos? Tem outras sugestões? Deixe aqui nos comentários e compartilhe suas experiências nesses locais!


Atualizado em 10 Mar 2015.

Mais notícias

8 cidades na Europa perfeitas para viajar com crianças

Viagens

Conheça Trentino-Alto Ádige, região italiana que fala alemão

Viagens

7 destinos na América do Sul para comer bem

Viagens

7 lugares incríveis para conhecer em Setúbal, em Portugal

Viagens

10 lugares imperdíveis para conhecer em Nápoles, na Itália

Viagens

10 fascinantes castelos para conhecer na Irlanda

Viagens