Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

A beleza e o bom preço dos produtos indianos

O comércio também chama a atenção dos turistas.

Foto: Sxc.hu


A Índia revela vários faces aos turistas. Cultura, religião, gastronomia e medicina se mesclam ao aroma das especiarias, que tornaram o país famoso há séculos. Mas ainda há um outro lado, que atrai cada vez pessoas. Isso porque a Índia é o paraíso das compras para os turistas. Produtos tipicamente indianos e cheios de estilo não faltam para que os visitantes possam trazer um pouco do país para casa. Quem decidir ir às compras, deve saber que cada região do país fornece um produto em particular, geralmente mais baratos quando comprado em seu local de produção. No entanto, a maioria deles está à venda nos Empórios Governamentais, nas principais cidades, onde o preço das mercadorias é fixo.

Os tecidos e estampas indianos são mundialmente apreciados por sua qualidade e beleza. A indústria têxtil sempre foi uma das principais atividades na região e os tecidos são excelentes e baratos, proporcionando a alegria dos visitantes. A seda ganha destaque. Os saris de Varnasi são muito apreciados, assim como echarpes, toalhas de mesa e os enfeites de parede. O turista não pode deixar de ver sedas bordadas a ouro de Mysore.

Já as jóias da Índia são conhecidas por seu design exótico e bem trabalhado. A variedade encontrada no país é imensa e os desenhos são os mais diversificados possíveis. Os grandes adornos de prata de Rajasthan, as filigranas de Orissa, e os cintos e enfeites de estilo de Kerala e Tamil Nadu, são um presente aos olhos. Ouro e prata são vendidos pelo peso, com uma pequena quantia adicionada pelo trabalho do ourives. Mesmo assim, podem ser adquiridos por ótimos valores. Também há uma imensa quantidade de pedras preciosas como safiras, pedras-de-lua e águas-marinhas, que podem ser adquiridas à parte.

As esculturas feitas de madeira de sândalo também são muito apreciadas, pois possuem uma cor diferenciada e exalam um agradável perfume. O produto é originário de Mysore, no sul da Índia, lugar repleto de maravilhosas lojas.

Lembrando que na hora das compras é o momento de praticar a arte da barganha com os indianos, sem esquecer de ser paciente e educado. A primeira lição é nunca demonstrar o interesse em uma mercadoria. Se isso acontecer, o vendedor pode aumentar o preço em até 50%. Se o turista gostar de algo e julgar o produto muito caro, vale ir embora da loja e voltar mais tarde para pedir um desconto melhor. A tática costuma funcionar.

Leia colunas anteriores de Roberto Nedelciu:

? Você conhce e Malásia?


? A Escócia é tudo o que você imagina


? O encanto de Friuli Venezia Giulia



Quem é o colunista: Roberto Haro Nedelciu, 47 anos, engenheiro, diretor da Raidho

O que faz: Empresário, largou a engenharia para se dedicar a sua empresa, pois adora o tipo de negócio e também viajar descobrindo novos lugares e opções.

Pecado gastronômico: Algumas comidas Asiáticas, principalmente a Tailandesa, e chocolate.

Melhor lugar do Brasil: Fortaleza

Melhores lugares no Mundo: Escócia e Egito

Fale com ele: [email protected]




Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

7 passeios imperdíveis na cidade de Jaú, interior de São Paulo

Viagens

7 museus de figuras importantes brasileiras que você precisa conhecer

Viagens

O que fazer na cidade de El Calafate, na Argentina

Viagens

Conheça o incrível Parque Nacional Anavilhanas, no Amazonas

Viagens

7 cidades incríveis para visitar na Serra da Mantiqueira

Viagens

Conheça Penedo, a "Finlândia brasileira" no Rio de Janeiro

Viagens