Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Agra

No quarto texto da série, confira o que o colunista descobriu sobre esta cidade da Índia que tem, além do forte, mausoléus e mesquitas.

Foto: Arnaldo T.Affonso


Agra é apenas mais uma entre as atrações de uma série fenomenal, ainda que sobre ela pesem as mais assustadoras qualificações que já li sobre a cidade: suja, fétida, agressiva, infernal, sinistra, tormentosa e trapaceira. Não posso, efetivamente, desqualificá-las, mas asseguro que o turista decidido a conhecer Agra além do óbvio, como o Taj Mahal, o Forte Vermelho e Fatehpur Sikri, viverá experiências genuinamente enriquecedoras e tocantes.

Aquele que, amedrontado pelas resenhas negativas, deixar-se influenciar a ponto de optar por não conhecer a cidade, também deixará de viver momentos deliciosamente inesquecíveis: misturar-se ao povo e conhecer a genuína vida cotidiana de Agra, o seu comércio popular, as suas ruas vivas, o dinamismo criativo de sua gente, as crianças banhando-se nas calçadas, a mesquita Jama Masjid, o jardim Mehtab Bagh, o mausoléu de Itmad-ud-Daulah e o mausoléu de Akbar em Sikandra, bem pertinho da cidade. Para evitar os tormentos, basta estar acompanhado de um guia. Indiano e confiável, é claro.


A história de Agra é tão rica quanto é pobre a cidade. Escancarada nos monumentos, ruas e fachadas, não é preciso ir muito além para perceber o esplendor do império mogol. Um roteiro a pé e de riquixá pela cidade - passeio turístico incomum - resultará na vivência dos momentos mais do "outro mundo" que se possam viver na Índia, aqueles que excedem nossas melhores tentativas de descrevê-los.

Ninguém pode imaginar que o Taj Mahal perca imponência em qualquer equiparação com outras atrações. Mas ainda que incomparável, nem por isso o Forte de Agra torna-se menos magnífico. O Taj é uma preparação a que o visitante se submete para todas as novas emoções que estão por vir.

A entrada para o forte é pelo Amar Singh Gate, uma homenagem a Rathore Amar Singh, um guerreiro extraordinariamente corajoso e leal a Shah Jahan. Originalmente, este portão era conhecido como Akbar Darwazza, ou "Portão Akbar".

O forte é uma cidadela construída na margem e em uma curva do rio Yamuna pelo imperador Akbar nos anos 1500. Cercado por um fosso - como convinha a uma fortaleza - é de uma imponência tal que, de novo, arrebata o visitante, tanto por dentro quanto por fora.

O forte não fica muito longe do Taj Mahal, tem grande relevância na história do país e, para o turista, representa uma sucessão de prazeres e encantamento. Cercado por uma muralha dupla com dois quilômetros de extensão e 20 m de altura, um paredão espetacular vazado por duas portas monumentais - o Portão de Delhi e o Portão de Lahore (ou de Amar Singh) - o complexo abriga duas joias em seu interior: os palácios de contos de fadas de Jahangir e de Akba, grandes exemplos de arquitetura e ornamentação.

Suas salas de audiência Diwan-i-Khas e Sheesh Mahal (o Palácio de Vidro) são incrivelmente ornadas, e uma delas tem o interior inteiramente incrustado de milhares de espelhos originais da época em que era o camarim do harém.

Na fortaleza, também há um interessante harém, duas mesquitas e alguns dos jardins com espelhos d`água mais luxuriantes de toda a região de Utar Pradesh. Os dois palácios em curioso estilo eclético mesclam talentosamente as arquiteturas hindu, mogol e persa. Eles dão ao complexo sua personalidade residencial, não militar.

Leia as colunas anteriores de Arnaldo T. Affonso:

O Mausoléu de Akbar

A Índia surpreende

A Índia requer preparo

Quem é o colunista: Viajante, turista, fotógrafo e escritor amador de viagens.

O que faz: Empresário.

Pecado Gastronômico: Comer mais do que precisa e menos do que mereça.

Melhor lugar do mundo: O Rio de Janeiro (ou qualquer outro ao lado de minha mulher).

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: Pat Metheny Group.

Fale com ele: interatabr@yahoo.com.br ou visite seu blog Fatos e Fotos de Viagens.




Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Turismo: 5 destinos brasileiros que serão tendência no 2º semestre de 2021

Viagens

10 lugares da Bahia para conhecer online

Viagens

10 atrações turísticas do Sul do Brasil para ver online

Viagens

10 pontos turísticos do Nordeste brasileiro para ver online

Viagens

10 destinos religiosos ao redor do mundo para ver online

Viagens

6 atrações turísticas em Mykonos, na Grécia, para ver online

Viagens