Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Barra da Tijuca - Rio de Janeiro

A emergente das praias consolida suas opções culturais.

Até a década de 1970, um grande areal. Em menos de 20 anos, um bairro de grande potencial econômico e comportamental. Essa é a Barra da Tijuca. Na sequência, vem após a praia de São Conrado e antes de sua irmã, a do Recreio, separados por mera formalidade, totalizando 18 Km de litoral. Paisagens como a Lagoa de Marapendi, o Pontal e o Bosque da Barra estão lá, cada vez mais espremidas por largas avenidas, shopping centers e condomínios. Sua vida cultural é tão emergente quanto seus moradores, mas há opções tradicionais e recém-lançadas que fazem valer o chamado: Sorria, você está na Barra.


COMO CHEGAR
 

Os aeroportos Tom Jobim (também conhecido como Galeão) e Santos Dummont são as portas de entrada do Rio de Janeiro. Localizado no Aterro do Flamengo, o Santos Dummont só recebe voos domésticos das cidades com as quais faz ponte aérea, como São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre. Demais aviões nacionais e internacionais pousam no Tom Jobim, instalado no bairro da Ilha do Governador. A Linha Amarela faz a ligação expressa entre a Barra da Tijuca e o Galeão.

Se o percurso for por terra, as principais rodovias são a BR 101 (que une a Rio - Santos até a ponte Rio-Niterói, estendendo-se em estradas menores que dão acesso ao Nordeste), a BR 040 (Rodovia Washington Luiz, ligando o Rio ao estado a Minas Gerais) e a Via Dutra (BR 116), principal acesso a São Paulo e aos estados do Sul. As estradas RJ 124 e RJ 106 conectam a capital a Cabo Frio, Búzios e demais cidades da Região dos Lagos.

Essas estradas recebem ônibus de todo o país que têm a Rodoviária Novo Rio como destino. Recentemente reformado, o terminal conta com boa oferta de taxis, está próximo a linhas de ônibus municipais e dá acesso à malha metro-ferroviária linha Expressa 406 A. A empresa Metrô Rio, concessionária do serviço, dispõe o metrô de superfície, ligando por ônibus com ar-condicionado a Estação General Osório (Linha 1 - Azul) ao bairro.

NÃO DEIXE DE LEVAR

  • Um kit básico composto por protetor solar, óculos de sol, garrafa d'água, mapa local, boné ou chapéu, é fundamental para quem não está acostumado às altas temperaturas da temporada.
  • A cidade convida todos a conhecerem suas belezas a pé ou de ônibus. Por isso, calçados confortáveis (evite os chinelos, deixando-os para os dias de praia) e roupas leves são apropriados. O estilo informal costuma ser bem recebido na maioria dos restaurantes, museus e centros culturais. No entanto, é sempre bom conferir.
  • Como em qualquer grande cidade, convém ficar atento a câmeras fotográficas, filmadoras e celulares. Os pertences eletrônicos não devem ser carregados nas mãos ou expostos sem motivo. Coloque-os dentro de uma pequena bolsa ou mochila e mantenha-a junto ao corpo. O mesmo vale para carteiras e demais objetos de valor.






    Atualizado em 6 Set 2011.

    Mais notícias

    Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

    Turismo

    Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

    Turismo

    Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

    Turismo

    Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

    Turismo

    Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

    Turismo

    5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

    Turismo