Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Barra Funda

Com passado cheio de manifestações culturais e implantação de fábricas, hoje o bairro guarda diversas lembranças da história.

Fotos: Gabriel Oliveira/ Guia da Semana
Avenida Francisco Matarazzo


Berço de Mário de Andrade, do primeiro bonde elétrico instalado na capital paulista, do imponente Parque Antártica, da escola de samba Camisa Verde e Branco (uma das primeiras de São Paulo) e de tantos outros acontecimentos, a Barra Funda se desenvolveu a partir de 1850, quando ainda era a fazenda do Barão de Iguape. Após o loteamento desta propriedade o bairro começou a ser povoado por italianos, que trabalhavam em serrarias e oficinas mecânicas atendendo a população do elitizado Campos Elísios.

O desenvolvimento veio mesmo depois da inauguração da Estação Barra Funda da Estrada de Ferro Sorocabana, em 1875. Comércio e serviços se instalaram no bairro, que começou a ganhar moradores da elite paulista da indústria e do café e os perdeu após a crise 29. Em 1970, com a chegada dos nordestinos à São Paulo e o fim da construção do Terminal da Barra Funda, novos ares vieram ao local, que começou a ser revitalizado e hoje é habitado pela classe média.

Onde passear

Em 1989 a Barra Funda ganhou um grande reduto cultural inaugurado sobre o antigo Largo da Banana e projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. O Memorial da América Latina reúne mais de seis prédios com eventos, shows, palestras e exposições temporárias que procuram estabelecer e manter uma integração entre as nações da América Latina. Falando em história, o segundo teatro instalado em São Paulo está no bairro, o Theatro São Pedro.

Além da cultura, a Barra Funda possui em seus limites muitos lugares para a diversão em família, como o Parque da Água Branca, que com seus 120 mil metros quadrados explora atrações culturais, como o pórtico com vitrais em estilo Art-Decò e a Praça do Idoso. Outras opções são o Playcenter e o Estádio do Palestra Itália.

Onde comer

Para aproveitar a gastronomia na região é preciso muito mais do que um dia. Na Barra Funda há uma infinidade de restaurantes, principalmente os de comida brasileira. É o caso do Fazendinha Pompéia e do Feijoada da Bia. Se a pedida é o churrasco gaúcho, no Novilho de Prata ou no Fogão Gaúcho você pode encontrar os diversos tipos de carnes da região sul do país. Para a sobremesa, a dica é a doceria Dulca.

Se você é daqueles que gosta de uma boa noitada, a região está lotada de bares e casas noturnas, entre elas o CB Bar, a Clash Club, o Clube Praga, a famosa D-Edge, o Porto Alcobaça e o Villa Country.

Onde comprar

Os principais pontos de comércio na Barra Funda são as ruas Turiassu e Doutor Cândido Espinheira, além da Avenida Francisco Matarazzo. Nelas você pode encontrar os principais bancos, serviços e lojas, mas não espere um grande centro comercial. Para quem precisa comprar roupas, por exemplo, a melhor opção é o Shopping West Plaza.

Confira os serviços que a Barra Funda possui!

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo