Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Bela por natureza

Por volta de uma hora de Belém, a cidade de Santarém oferece diversas atrações históricas e muitas atividades ecológicas.



Grandes rios, natureza preservada e construções históricas fazem de Santarém, no Pará, destino certo para os amantes do ecoturismo. A cidade, que se desenvolveu no século 17 com a exploração de cacau pelos portugueses, ganhou novos ares no ciclo da borracha, em meados do século 19. A prática deixou marcas na região. Apesar da mata devastada e dos diversos nativos mortos, ainda é possível visitar algumas comunidades indígenas que resistiram ao tempo.

A principal atração da cidade é o passeio pelos seis rios do local. O encontro das águas é um dos mais belos espetáculos e pode ser visto tanto do mirante, no centro de Santarém, como dos barcos ou lanchas que levam os turista até o local. As águas barrentas do Rio Amazonas e as verde-azuladas do Rio Tapajós correm paralelamente por alguns quilômetros, sem se misturarem.

Quem vai até Santarém não pode deixar de comer os peixes que o município oferece. Os mais pedidos nos diversos restaurantes da região são o pirarucu defumado ou o Tucunaré grelhado. Depois do almoço, outra atração imperdível é a Cachoeira do Aruã. Está localizada no alto curso do rio Arapiuns, distante cerca de cem quilômetros de sua foz. Dividida em duas quedas de água, o local é separado por uma pequena ilha coberta de vegetação. Por lá, além do banho de rio, você pode praticar canoagem e caminhada ecológica.



As praias de água doce em Alter do Chão, a trinta quilômetros do centro de Santarém, são bastante procuradas pelos veranistas por causa das areias brancas e águas transparentes do Rio Tapajós. Na vila você pode fazer uma trilha até as áreas onde os botos ficam. O local também abriga lojinhas com o rico e tradicional artesanato, além da aldeia indígena dos Borarís.

Para os amantes de história, Santarém também tem atrações. A Fazenda de Taperinha foi um famoso engenho pertencente ao Barão de Santarém, Antonio Pinto Guimarães, e ao seu sócio, Romulus J. Rhome. Diversos artigos feitos de barros e ossadas de diferentes animais coletados nas escavações arqueológicas de Rhome hoje estão no Museu do Rio de Janeiro. O antigo engenho também é conhecido por ter sido o primeiro a utilizar os barcos a vapor na região amazônica.

Nas noites quentes de Santarém, a maioria dos turistas fica no centro da cidade que, além de possuir lojas de artesanato, que vendem cerâmica tapajônicas, e restaurantes, reúne grande parte dos hotéis e pousadas da região.

Brasil Grande Hotel
Travessa 15 de Agosto, 213
Telefone: (93) 3522-5660

Pousada Muiraquitã
Rua Juvêncio Navarro, 34
Telefone: (93) 3527-1342

Santarém Palace Hotel
Avenida Rui Barbosa, 726
Telefone: (93) 3523-2820



Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

7 destinos perfeitos para velejar ao redor do mundo

Viagens

10 fontes espetaculares para visitar ao redor do mundo

Viagens

Conheça Rishikesh, cidade na Índia que é a capital do Yoga

Viagens

7 destinos ao redor do mundo para explorar de carro com o seu amor

Viagens

8 fascinantes templos budistas para conhecer ao redor do mundo

Viagens

6 festas populares imperdíveis para curtir na Espanha

Viagens