Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Bodrum, Turquia

Perto da Grécia, esse recanto da Turquia tem prédios históricos e as construções todas brancas, típicas da região.

Foto: Mylene Rizzo


Na semana que passamos na Turquia, escolhemos Bodrum como nosso ponto de partida para explorar a região. Com um detalhe: Bodrum é tão surpreendente que não exploramos nada - na verdade, não arredamos pé dali, pois é um lugar com muitas coisas interessantes e atrações para todos os paladares. Vamos começar nos situando no tempo e no espaço.


Você já ouviu falar de Halicarnasso? Certamente já ouviu falar em mausoléu, não é mesmo? Calma, já explico. Halicarnasso era um pequeno reino na costa da Anatólia (hoje Bodrum), cujo rei se chamava Mausolo, que reinou por 24 anos e estendeu seu território. Embora descendente do povo local, Mausolo falava grego e encorajou práticas democráticas em seu reino.


Mausolo decidiu construir uma capital magnífica, e em um lugar estratégico, difícil de ser capturado. Mas foi na morte que seu nome se tornou célebre, pois sua amada Artemísia mandou construir a tumba mais esplêndida do mundo e, desta maneira, associando para sempre o nome de Mausolo a todas as tumbas suntuosas até hoje, denominadas mausoléus.


Construído em torno de 353 a.C, o Mausoléu de Halicarnasso está entre as sete maravilhas do mundo antigo. Infelizmente, hoje pouco sobrou para se ver do mausoléu de Mausolo - redundante, não?


Bodrum fica na costa do mar Egeu e segue um padrão de construções todas brancas que lembram as ilhas gregas, com leis que restringem a altura dos prédios. O quadro geral é bem bonito. O castelo de São Pedro domina a paisagem. Construído pelos cruzados em 1437, o castelo vale uma visita, porque abriga hoje o museu de Arqueologia Submarina, que é, segundo os guias, o mais importante do gênero no mundo. Muito rico e informativo, eles reconstruíram navios e recriaram o fundo do mar com objetos que datam do século 14 a.C.


Aqui, eles reconstituíram as ânforas armazenadas nos porões dos navios, indicando como o comércio de óleo de oliva, vinho, placas de bronze e outros produtos era intenso na região do Mediterrâneo. Mas Bodrum não é só história. Na verdade, hoje ela pulsa alinhada com o presente. É o lugar de verão das celebridades da Turquia. Lembra um pouco Punta del Este, cheia de opções de bares, restaurantes e night clubs, tem programas para todos os gostos e bolsos.

Este lado da baía, que é chamado de Kumbahçe Bay, é o lado da cidade que tem bares e hotéis com preço mais em conta, mais voltado para os turistas com orçamento mais curto ou da gurizada mochileira. Já a baía que vai do castelo em direção à marina, chamada de Salmakis Bay, é o lado mais sofisticado, onde estão as lojas de grife e as casas noturnas super transadas.


Do terraço do hotel onde nos hospedamos, dava para ver o final da Neyzen Teyfik Caddesi, a rua principal de frente para a marina, onde estão os restaurantes e bares cheio de gente bonita. À tardinha, depois de passada a hora do sol forte, as calçadas vão se enchendo de gente tomando sorvete ou indo para os bares. O comércio fica aberto até tarde e, no verão, com os dias claros até 10h da noite, dá para aproveitar muito.


O Hotel Marina Vista é ótimo e fica muito bem localizado, além de ter uma piscina maravilhosa e um serviço irretocável. Perto de lá, a gente passa por um shopping chiquezinho a céu aberto. Seguindo caminho, chegamos no porto, onde estão ancorados os grandes iates dos ricos e famosos, e também de onde saem os passeios para as ilhas gregas próximas. Se você tem vontade de conhecer esta região, lá tem muitas coisas interessantes, como as ruínas da cidade de Éfeso, uma das mais importantes da Antiguidade e, junto com Mileto, é o berço da filosofia. Isto sem falar nos passeios de barco: Rhodes, a belíssima ilha grega, está somente a 98 km de Bodrum.

Leia as colunas anteriores de Mylene Rizzo:

Pelas ruas de Toscana

Um cruzeiro encantado

Lípari, Vulcano e Salinas

Quem é a colunista: Mylene Friedrich Rizzo.

O que faz: Fala sobre história no curso "Encontros com Arte" e acompanha grupos de viagens culturais.

Pecado Gastronômico: doce de ovos.

Melhor lugar do mundo: é o próximo para onde vou viajar.

Fale com ela: mrizzo@terra.com.br  ou acesse seu blog Viajando com Arte.



 


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo