Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Bom e barato

Cultura é a maior diversão, mesmo com pouco dinheiro no bolso. Veja programas até R$ 10,00 e divirta-se.

Foto: Getty Images

Junte a galera e aproveite os programas gratuitos e populares

Final do mês e a grana sempre fica mais curta. Mas isso não é motivo para ninguém ficar em casa. Com um pouco de disposição, é possível aproveitar o melhor da sua cidade, às vezes, sem gastar nada.

Centros culturais, museus, galerias de arte possuem extensa programação incluindo todas as formas de arte, de cinema a música, de fotografia a teatro. A maioria desses espaços fica localizada nas áreas centrais das capitais e/ou conta com boa infra-estrutura de transporte, bem servidas por ônibus e metrôs.

A lista traz programas regulares, juntando dois passeios para um destino, atividades temporárias e outras já consagradas. Para quem tem a semana livre, é uma ótima oportunidade para visitar de graça alguns espaços tradicionalmente concorridos aos sábados e domingos, também destacados. Veja as dicas do Guia da Semana e sempre confira a programação antes de sair de casa.

São Paulo

Foto: Divulgação

Às terças-feiras, a entrada no Masp é de graça

Pague um e leve dois - Uma ótima oportunidade de estar em contato com a história, ciência e a beleza escondida da capital paulistana. Lançado experimentalmente em agosto, foi oficializado a promoção e parceria entre os museus do Ipiranga e de Zoologia da USP. Comprando a entrada para uma das duas instituições, ganha-se o direito de ver a exposição da outra gratuitamente. No tradicional Museu Paulista está a mostra temporária sobre alfaiataria e a coleção oficial da instituição. A biodiversidade e as peças de importante valor científico fazem parte do Museu de Zoologia.

Tudo num lugar só - Centros culturais são os melhores lugares para se ir quando o bolso esvazia. Numa só tacada, música, cinema, teatro, literatura e exposições estão à disposição do público. O Centro Cultural São Paulo é um desses espaços. O final de setembro e início de outubro traz festival de filmes de Hollywood e música erudita; mostra da Cia de Teatro Cemitério de Automóveis, como Dois Perdidos numa Noite Suja e uma retrospectiva das exposições já lá realizadas. Cinema e exposições são gratuitas. O teatro custa de R$ 2,55 a R$ 10,00.

Dia para aproveitar - O Masp é um dos museus mais famosos e representativos de São Paulo. É também um dos mais caros, com o ingresso a R$ 15,00 a inteira. Quem estiver de férias ou tiver parte do dia liberado pode aproveitar e ver a exposição sobre a arte contemporânea alemã e as mostras do acervo na faixa às terças-feiras.

Rio de Janeiro

Nos caminhos de Botafogo - Muito além de ser um pólo de bons cinemas, o bairro guarda boas opções de passeios pouco conhecidas da população. No segundo quarteirão da Rua São Clemente, o Museu da Casa de Rui Barbosa, com móveis do final do século XIX, um belo jardim e auditório que recebe regularmente atrações musicais. Quatro quarteirões abaixo fica o Museu do Índio, que traz a nova exposição A presença do invisível e sobre a tribo Maxakali. A Casa de Rui Barbosa tem entrada gratuita e o Museu do Índio custa R$ 3,00.

Triângulo da cultura - O encontro da Avenida Presidente Vargas com a Rua Primeiro de Março concentra três importantes espaços da vida intelectual carioca. O principal e maior é o Centro Cultural Banco do Brasil, reunindo exposições, peças de teatro, shows e cinema. Com R$ 10,00 é possível comprar o cine-passe, com direito a assistir todas as sessões de filmes durante um mês. Espetáculos de teatro e dança também custam o mesmo preço. Os outros dois espaços, voltados mais à exposições são a Casa França-Brasil e o Centro Cultural dos Correios.

Música de qualidade - Toda a semana tem shows imperdíveis no centro da cidade. É o projeto 5ªs no BNDES, que ocorre no auditório do banco na Avenida Chile. Nomes de peso da MPB com Joyce, Zé Renato, João Bosco entre outros já passaram pelo palco em apresentações. O melhor, de graça. As senhas começam a ser distribuídas às 18 horas, mas convém chegar antes para garantir lugar. Maurício Marques, Sérgio Ricardo e Márcia Castro serão as próximas apresentações.

Porto Alegre

Foto: Wikipedia

Usina do Gasômetro conta com espaço de exposições e cinemateca

Pontos de encontro - Duas áreas de destaque na capital gaúcha que reúnem artes, gente interessante e opções gratuitas e baratas são a Usina do Gasômetro e o Centro de Cultura Mário Quintana. A margem do Rio Guaíba, a programação da Usina destaca a mostra Shangai GP3, feita pelo coletivo fotográfico Baita Profissional. Numa época onde proliferam imagens digitais, o grupo optou por usar o filme fotográfico que deu nome à exposição. Já o CCMQ celebra 20 anos nos dias 24 e 25 de setembro com mostra de cinema trazendo de filmes voltados ao universo adolescente, como Lua Nova e Crepúsculo, e shows e peças de teatro.

Curitiba

Novas sonoridades
- Curitiba é uma das cidades mais culturais do Brasil, com diversa programação de exposições, peças de teatro e shows. Dois projetos mensais evidenciam gêneros menos populares e novos músicos. O Música no Parque leva semanalmente apresentações de jazz, música sinfônica, instrumental, entre outras para áreas verdes da cidade. No dia 26 de setembro, o grupo Molungo se apresenta no Parque Barigui. Já o Gravando Curitiba põe a cena roqueira em evidência, com as bandas A Quarta Parede e CWBillys, no dia 29 de outubro no Teatro Universitário de Curtitiba.

Belo Horizonte

Cinema popular - Dois espaços dedicados ao cinema garantem extensa programação para os amantes da arte em BH. O cine-clube Humberto Mauro, localizado dentro do Palácio das Artes, organiza diversas mostras, como o ciclo História Permanente do Cinema, com exibição de clássicos da sétima arte seguido de debate toda quinta-feira às 17 horas. O evento é gratuito. Outras mostras como Rumos Perdidos: A juventude no cinema, em cartaz até início de outubro, trazem programações temáticas a preço acessível. O ingresso é R$ 5,00. O Centro Cultural da UFMG é outro espaço com mostras regulares, como Comédias shakesperianas, em cartaz às terças e quintas-feiras até o final de setembro.

Fortaleza

No bailado - Das diversas manifestações culturais, a dança é uma das mais identificadas com o Ceará. Fortaleza aproveita o motivo e oferece espaços gratuitos para a apresentação dessa arte. O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura é um deles, com o evento Quinta com Dança, sempre trazendo duas coreografias durante o mês. No dia 30 é a vez de Desnorteados, de Rafael Abreu e Wellington Calaça. Outro espaço é a Vila das Artes, espaço municipal dedicado às expressões artísticas. Lá funciona também a Escola pública de dança, com regulares apresentações de alunos e grupos convidados.

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo