Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Brooklin

Região comercial da capital paulista, o bairro ganhou, nos últimos anos, diversos prédios residenciais de alto padrão.

Fotos: Gabriel Oliveira/ Guia da Semana
Avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini


Com seus conjuntos comerciais e uma ponte como cartão postal, o Brooklin tem apenas essas similaridades com o bairro homônimo nos Estados Unidos. Aqui no Brasil, essa região da zona sul de São Paulo é supervalorizada com edifícios residenciais de luxo e várias empresas multinacionais que se instalaram na região, mas nem sempre foi assim. Em 1906 o bairro, conhecido como "quinto desvio", tinha cerca de três casas e uma parada de bonde.

Alguns anos depois, a urbanização chegou junto com o transporte entre o centro e Santo Amaro. Em 1922, com a junção de três grandes loteamentos, a Fazenda Casa Grande, o Jardim das Acácias e um pedaço da Sociedade Anônima Fábrica Votorantim, os limites foram criados e permanecem assim até hoje (avenidas Santo Amaro, Washington Luís, Vicente Ráo e Jornalista Roberto Marinho). O nome da região foi dado pela Light em alusão ao distrito do Brooklyn, em Nova York.

Onde passear

Um dos pontos mais bonitos do Brooklin é a Ponte Octávio Frias de Oliveira que foi fundada no início de 2008 e tem 138 metros de altura e é uma das cinco maiores estruturas da capital paulista. A diversão para a criançada está garantida na Fazendinha Estação Natureza, onde é possível passear de charrete e cavalo, plantar sementes, alimentar animais e acompanhar uma ordenha. Outra opção para os pequenos é o Kick Bola Urbana, que é o único centro de entretenimento do mundo voltado ao jogo de futebol.

Para os mais tradicionais, na Sociedade Hípica Paulista é possível ver um dos principais concursos de salto da América Latina, como a tradicional Copa São Paulo e o Indoor, o maior concurso hípico internacional com seletiva para a Copa do Mundo e a presença garantida de cavaleiros e amazonas de renome.

Onde comer

Talvez uma das regiões da capital que mais possuam restaurantes, o Brooklin está cheio de gastronomia diferente. A culinária brasileira está no Suruí, a francesa no Eau, a italiana no La Pasta Gialla, a suiça no Le Jardin Suisse, a turca no Kosebasi, a japonesa no Kawa Sushi, a indiana no Giovinda Indian e a variada no KER.

Além de toda essa variedade, o bairro possui comida mediterrânea, contemporânea e até algumas docerias tradicionais, como a Paiol. À noite, bares como o Tortula e o dinnig clubs como o Museum fazem a vez na região.

Onde comprar

Os melhores locais para fazer compras no Brooklin são os vários shoppings (Morumbi e Market Place) da região. Com lojas de grifes famosas e muitos serviços, existe até um deles que é específico para móveis e decorações (D&D Shopping).

Se você prefere o comércio de rua, nas avenidas Engenheiro Luis Carlos Berrini e Santo Amaro e na Rua Guaicurus é possível encontrar a maioria dos bancos e serviços, mas não espere muito.

Confira os serviços que o Brooklin possui!

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

7 destinos perfeitos para velejar ao redor do mundo

Viagens

10 fontes espetaculares para visitar ao redor do mundo

Viagens

Conheça Rishikesh, cidade na Índia que é a capital do Yoga

Viagens

7 destinos ao redor do mundo para explorar de carro com o seu amor

Viagens

8 fascinantes templos budistas para conhecer ao redor do mundo

Viagens

6 festas populares imperdíveis para curtir na Espanha

Viagens