Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Com que roupa eu vou?

Confira as dicas para não fazer da sua bagagem uma mala sem alça.



Independente da época do ano, sempre é bom reservar uns dias para relaxar longe da agitação e da rotina, em uma viagem para o Interior, Litoral ou mesmo para fora do país. Mas para muitos, o problema aparece alguns dias antes, na hora de fazer as malas. Com ele, vem a insegurança da melhor maneira de escolher entre os itens do seu armário sem ficar com aquela sensação de ter deixado para trás justamente as peças mais estratégicas.

Se você não quer se estressar nessas horas, a dica é ouvir os conselhos de quem entende do assunto. A personal organizer Magda Zampieri oferece treinamento na área, com técnicas para facilitar o seu dia a dia. "Uma semana de antecedência é o ideal para se organizar uma mala. Junto às informações básicas da duração do passeio, lugar e uma pesquisa para saber o clima da região naquela época do ano, você saberá o que é realmente necessário para o passeio", enfatiza.

Fazer um check list é o mais indicado nessas horas. Além de visualizar sua bagagem, você pode evitar exageros e prevenir-se de eventuais esquecimentos. Com papel e caneta na mão, comece por aqueles itens considerados indispensáveis até chegar aos opcionais, que entram de acordo com o espaço disponível e a sua necessidade.

A escolha certa

Caso use óculos ou lentes de contato, tente levar reservas para precaução. Os remédios de uso contínuo (acompanhado das receitas) são prioritários, assim como produtos de higiene pessoal e roupas íntimas. Dependendo para onde for, você pode levar junto analgésico, antitérmico, antialérgico, repelente, protetor solar, colírio, acessórios para lentes e pastilhas para dor de garganta.



Nas viagens de pouco tempo - finais de semana -, recomenda-se um conjunto de roupas para cada dia (calça, camisa ou camiseta, sapato, malha e meia). Por um período mais extenso - 30 dias - a melhor escolha é por peças neutras, que funcionem como curingas e possibilitem diversas combinações (como casaco preto, camisetas ou blusas básicas e calças jeans).

Ainda que visite um lugar onde predomina a temperatura baixa, o viajante não precisa exagerar nos casacos de inverno. Você pode optar por uma peça grossa ou levar duas, uma mais fina e outra um pouco mais pesada, para usar separadamente ou em conjunto, quando o frio chegar de vez. Neste último caso, o ideal é escolher itens que combinem entre si e não amassem (como malhas e microfibras).

Como está levando roupas neutras, apostar em acessórios faz toda a diferença no look. Escolhendo modelos mais criativos e interessantes, menos roupa precisa levar. Caso elas amassem, você pode pendurar no banheiro para que o calor do chuveiro alise-as. "É importante separar roupas sujas das limpas, não colocando as molhadas em contato com outras", recomenda Magda Zampieri.

Onde acomodar tudo

Nos passeios de aventura, que inclui trilhas, a melhor opção é o mochilão. Nos outros casos, as malas de rodinhas costumam ser as mais indicadas para carregar. É bom lembrar que, se for utilizar transporte aéreo, as companhias cobram o sobrepeso. Não esqueça de consultar sua companhia sobre o limite de bagagem para o seu tipo de viagem.



Os objetos de higiene pessoal devem ser acomodados em uma nécessaire para não ocupar muito espaço. Entre os itens, aposte em miniaturas de xampu, condicionadores, gel e espuma de barbear. Para as peças íntimas é recomendável o uso de saquinhos apropriados. Os cintos podem ser enrolados, distribuídos entre as roupas, ou esticados por cima.

Aparelhos eletrônicos e objetos mais delicados devem ser transportados na bagagem de mão. Antes de sair de casa, não esqueça de conferir carregador, cartões de memória adicionais, documentos, celular, bloco, caneta, chaves, passagens, e outros itens necessários para a viagem.

Para caber na mala

Calças, vestidos e saias longas devem ser estendidas, com as pernas para fora da mala. Coloque uma peça sobre a outra alternando o sentido. Sobre essas, coloque as mais curtas (shorts, bermudas, saias) sem dobrar. As dobras criam volumes desnecessários.

As camisas entram abotoadas, acomodadas uma para cada lado, nivelando a mala. Com as mangas para trás e dobrada abaixo da cintura, não ficam com vinco visível quando usadas por dentro da calça. Já as camisetas podem ser guardadas em rolinhos ou dobradas. As gravatas devem ser enroladas em toalhas.

Os calçados precisam ser colocados nos cantos, embalados em saquinhos para não amarrotar as roupas. Já os de saltos, podem ter cintos enrolados. Antes de fechar, pegue as pernas das calças que ficaram para fora e cubra o monte de roupas. Assim, a mala fica mais compacta e as calças não amassam.

Os paletós e casacos devem ser guardados virados do avesso, com as mangas por dentro e dobradas ao meio. Os pijamas podem ser deixados por último, evitando desfazer a mala em viagens curtas.

Não esquecer em uma viagem de inverno:

Mulher: calças, blusas, chinelo de dedo, botas ou sapato, blazer ou cardigã (depende para onde se vai), cachecol, luvas, meias, calcinhas, sutiãs, hidratante e nécessaire.

Homem: calças, moletons, camisa, camiseta, chinelo de dedo, tênis, sapato, jaquetas ou blazer (depende do lugar), meias, cuecas e nécessaire



Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo