Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Comprar e curtir

Famosa por oferecer um dos maiores centros de consumo de malha no Brasil, Serra Negra atrai turistas não somente pelo comércio, e revela ter outros atrativos.

Foto: Videograph /Gerson Cordeiro


Com a chegada das estações mais frias, os turistas buscam alternativas para se aquecerem sem deixar de lado a curtição. Com piscinas de águas mornas, chocolate quente e uma lareira, junto de atrações que integram contato com a natureza, como trilhas, cachoeiras e as clássicas compras, os visitantes que chegam a Serra Negra podem aproveitar a cidade e curtir atrações de esportes radicais e turismo rural, disponíveis o ano todo.

Um pouco de história

Localizada na Serra da Mantiqueira, São Paulo, a cidade é uma das oito que formam o chamado Circuito das Águas, conjunto de estâncias hidrominerais conhecidas pelos poderes terapêuticos de suas fontes. Fundada em 23 de setembro de 1828, a cidade situa-se no alto de uma montanha com altitude de 1.300 metros e leva esse nome, pois na época de sua fundação, a vegetação era muito escura e tal característica tornou a referência mais forte do local para os que ali circulavam.

O que oferece

Fotos: Videograph /Gerson Cordeiro

A Rota de Queijos e Vinhos atrai centenas de turístas a Serra Negra

Um de seus grandes atrativos é a famosa feira de malhas que fornece material para outros diversos eventos de comercio durante o ano todo no país. Mas o que muitos não sabem é que Serra Negra oferece uma grande quantidade de passeios e conforto aos seus turistas. As opções vão desde uma visita pela Rota de Queijos e Vinhos, banhos de cachoeira e ainda um circuito de cafés, bares e restaurantes no centro da cidade.

Durante o ano, acontecem algumas festas temáticas. Entre elas o Coreto Paulista, que há dois anos promove apresentações de bandas sinfônicas e coretos. Em julho, acontece o tradicional Festival de Inverno, com atrações musicais e muitas opções de gastronomia. Ainda tem o recente Adventure in Serra, que realiza o encontro de jeeps e motos na cidade. Por último, a Festa de Peão de Boiadeiro, em setembro, que traz também muita música, rodeio e desfile de cavaleiros, para os apreciadores da montaria.

Pontos turísticos

Fotos: Videograph /Gerson Cordeiro


Um dos atrativos mais tradicionais de Serra Negra é o Monumento ao Cristo Redentor (foto). Localizado a 1.080 metros de altura, no Pico da Fonseca, a escultura possui 18 metros e o acesso se dá por meio de outra atração da cidade, o Teleférico. Com 68 cadeiras, o trajeto tem 1.400 metros de extensão e dura 15 minutos. Chegando ao Cristo, é possível contemplar um mirante aos pés da imagem e uma vista panorâmica única da região.

Para quem não aprecia se aventurar pelas alturas há dois tradicionais trenzinhos que levam os turistas para um City Tour, com saída na Praça João Pessoa, no Centro. Outra forma de conhecer a cidade, porém de forma mais rústica, é com passeio a cavalo. O ponto de aluguel fica no final da Av. Juca Preto, s/n°.

A Disneylândia dos robôs funciona como uma cidade de engenhocas que interagem com o público. Montados de sucatas, as máquinas vão desde miniaturas até gigantes com dois metros de altura, movidos a água e fabricados com diferentes tipos de material. O espaço foi fundado em 1988 e é sucesso entre os turistas.

Fotos: Videograph /Gerson Cordeiro


Composto por três fontes de água mineral radioativa, que dividem a atenção dos visitantes ao lado das trilhas para caminhada, o Parque das Fontes (foto), inaugurado em 2003, é muito visitado. Fixado no meio de uma vegetação nativa, os turistas podem fazer trilhas pela mata. Também há um mirante para apreciação local.

Para os adeptos de aventuras, o Passeio de Jeep é recomendado. Feitos em veículos militares conversíveis, há três roteiros, cada um com cerca de duas horas de duração. O primeiro é o Alto da Serra, que leva ao ponto mais alto da região, de onde é possível avistar mais de dez cidades próximas, além de uma das mais belas vistas de Serra Negra. O segundo é o dos Queijos e Vinhos, que leva o visitante a propriedades rurais onde são fabricadas diversas guloseimas. Por último, o Riacho Radical, que inclui atividades de aventura, como tirolesa, arvorismo e escalada. Nas noites de lua cheia há também passeios noturnos feitos nos veículos.

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo