Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Conheça o Parque Nacional Torres del Paine, no Chile

Um dos cenários mais incríveis do mundo inteiro fica no Chile e você precisa conhecer!.

Foto: Shutterstock

Na região mais austral da América do Sul, mais precisamente na Argentina e no Chile, está a Patagônia. A região é conhecida por suas paisagens geladas e por abrigar cenários fascinantes. Não é à toa que tanta beleza precisa ser vista: ela ocupa dois países diferentes e diversas cidades, criando uma das áreas com a menor densidade de pessoas do planeta.

É nesse cenário que está inserido o Parque Nacional Torres del Paine, na parte chilena da Patagônia. O local talvez seja um dos lugares mais maravilhosos que existem no mundo, já que ele ainda guarda uma paisagem selvagem que praticamente não sofreu a ação do homem. Grande parte de sua beleza se deve às suas montanhas nevadas, que emolduram o parque.

Para te inspirar a conhecer esse paraíso, o Guia da Semana fez um roteiro com tudo o que você precisa conhecer no Parque Nacional Torres del Paine no Chile:

ENTENDENDO O TORRES DEL PAINE


Foto: Shutterstock

O Parque Nacional Torres del Paine é uma reserva natural de mais de 200 mil hectares criado em 1959 com o nome de Parque Nacional de Turismo Lago Grey. Desde 1978 é considerado uma Reserva da Biosfera pela UNESCO que tem como objetivo aliar a conservação ambiental ao desenvolvimento humano sustentável.

Para alcançar esse paraíso é necessário montar uma base em alguma cidade próxima, sendo elas Puerto Natales no Chile ou El Calafate na Argentina. Ambos destinos possuem aeroportos, de onde é possível acessar do Brasil. De lá, uma viagem de três horas por empresas privadas deixam os turistas na porta do parque. O mais comum é as pessoas escolherem hospedagens próximas ao parque ou mesmo dentro dele. Os preços costumam ser mais caros, mas vale a pena já que oferece fácil acesso ao local e mais comodidade.

Para entrar no parque é necessário comprar um ingresso que dá direito ao visitante explorar os mais de 100 quilômetros de trilha em quanto tempo achar necessário.

CIRCUITO W


Foto: Shutterstock

A melhor forma de explorar o Parque Nacional Torres Del Paine é através de seus circuitos. Ao todo duas rotas oficiais, mas ambas podem sofrer adaptações de acordo com o preparo físico do visitante. O Circuito W é o caminho mais curto, com 70 quilômetros de extensão. Das opções longas, ele é o mais indicado para os viajantes menos experientes, já que tem um caminho sem muitas dificuldades – apesar da distância.

Quem escolhe esse caminho pode demorar de 4 a 8 dias para completar todo o trajeto, com paradas para dormir nos campings espalhados pelo parque e descansar, é claro. É indicado para quem já tem experiência em fazer trilhas e acampar no meio da natureza.

GLACIAR GREY


Foto: Shutterstock

O Glaciar Grey é um dos mais famosos da Patagônia Chilena e uma atração imperdível por lá. Ele fica dentro do "Circuito W", que passa também pelo Rio Grey através de uma trilha maravilhosa - dizem ser uma das travessias mais bonitas do mundo.

O trajeto é escolhido para os aventureiros que topam uma aventura de mais de 11 km de trilha em meio à natureza nevada. A recompensa de todo esforço é uma das paisagens mais incríveis de todo mundo. Vale a pena se aventurar para conhecer essa maravilha da natureza.

CIRCUITO O


Foto: Shutterstock

O Circuito O é o trajeto mais completo com 120 quilômetros, onde os viajantes demoram cerca de 8 a 12 dias para percorrer tudo. É comum o caminho ser percorrido por um grupo pré-organizado ou se você tem o espírito aventureiro, pode embarcar em alguma turma que esteja saindo no dia de sua chegada.

O trajeto passa por todo o parque, incluindo os cartões-postais como os pés das Torres Del Paine e o Lago Grey. O trajeto fácil, não precisa de guia turístico, mas exige muita disposição e treinamento, já que passa por terrenos acidentados. São muitas opções de campings e hotéis pelo caminho, facilitando a vida dos trilheiros.

TREKKING ATÉ TORRES DEL PAINE


Foto: Shutterstock

Além das duas opções de trilhas bem longas, é possível conhecer apenas a atração principal do Parque: as Torres del Paine. O trajeto, de cerca de 20 quilômetros [ida e volta] oferece aos turistas a possibilidade de ver a beleza do cartão-postal de perto, sem necessariamente precisar acampar ou ficar horas caminhando.

É um dos passeios mais procurados por lá e indicado para todos aqueles que gostam de caminhar e fazer trilhas pela natureza. A parte boa é que não é preciso de guia turístico, sendo o trajeto todo autoguiado. Porém, para quem quiser contratar o serviço, existem diversas opções na entrada do parque. A dica é ir preparado para uma caminhada cheia de subidas e paisagens incríveis.


Por Redação Guia da Semana

Atualizado em 9 Abr 2019.

Mais notícias

Turismo virtual: 8 vulcões ao redor do mundo para ver online

Viagens

10 destinos perfeitos para quem é do signo de Leão

Viagens

15 lagos e cachoeiras ao redor do mundo para ver online

Viagens

8 destinos perfeitos para quem é do signo de peixes

Viagens

Tour virtual: 9 atrações pelo Vietnã para ver online

Viagens

Tour virtual: 8 atrações imperdíveis na Eslovênia para ver online

Viagens