Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

De recreativa a oficial

Mais sério do que se imagina, o jogo de peteca deixou de ser brincadeira de criança e entrou no calendário esportivo nacional.

Foto: Arquivo pessoal

Mariana Mardegan em quadra no Campeonato Brasileiro de 2009

Antes da chegada dos portugueses no Brasil, os nativos utilizavam a peteca como objeto de recreação. Posteriormente, nos jogos da V Olimpíada em 1920, na Bélgica, os atletas brasileiros aqueciam-se para as competições jogando peteca. Hoje, mais do que brincadeira, a peteca é sinônimo de coisa séria, com campeonatos, federação e atletas rankeados. 

No Brasil, são mais de 10 mil praticantes - e a maior parte deles estão em Minas Gerais. O estado é importante na evolução do esporte, pois foi onde se organizou pela primeira vez uma associação, a Federação Mineira de Peteca - Fempe. A versão paulista foi fundada em 1989 e, dali para frente, a peteca ganhou associações nos mesmos moldes em outros estados, como Goiás, Rio de Janeiro, Paraná, Distrito Federal, Rondônia e Santa Catarina também passaram a ter suas associações do esporte.

É democrática

Não mais do que uma base e uma haste de penas, a peteca é o instrumento ideal para unir o esporte e o lazer. "É uma modalidade extremamente saudável, que possui caráter aeróbico com picos anaeróbicos, desenvolvendo membros superiores e inferiores de ambos os lados", explica o presidente da Federação Paulista de Peteca - Fepape -, Juliano de Oliveira.

O jogo de peteca é um esporte muito democrático, pois não possui restrições de idade, classe ou condicionamento físico. Desde que não tenha contraindicação médica, qualquer pessoa pode começar a treinar e jogar peteca profissionalmente.

A colecionadora de títulos de campeã brasileira, Mariana Berlingieri Mardegan, 28, iniciou sua trajetória com a peteca aos oito anos, incentivada por sua mãe. "Comecei a jogar como brincadeira, pois, aqui em Rio Preto, sempre foi comum a prática desse esporte nos clubes", explica Mariana, que ainda reside em São José do Rio Preto, no interior paulista.

Os atletas

Oito vezes campeã nacional e escolhida por três vezes como melhor atleta do país, Mariana faz parte da Liga Nacional de Peteca, que reúne os melhores jogadores de todo do Brasil. A modalidade ainda não possui uma seleção oficializada, mas está a caminho de conquistar seu espaço. A petequeira treina em média duas horas, quatro vezes por semana. "Como fiz faculdade de esporte, sou eu mesma a minha treinadora. Ainda ajudo outras pessoas a jogarem da maneira correta", fala a atleta, que atualmente está cursando engenharia civil.

Aos 15 anos, Juliano começou a jogar peteca. Tornou-se atleta federado aos 18. Há mais de cinco anos, divide-se entre a vida nas quadras e o escritório da presidência da Fepape.  "Com as atribuições da função administrativa, fui obrigado a sacrificar o meu lado atleta. Mas é um sacrifício que vale a pena em prol do esporte", explica.

Foto: Arquivo pessoal

A petequeira Mariana é a atleta mais rankeada do país

A modalidade

A peteca esportiva mescla performances do tênis e vôlei, por isso muitos atletas que migram dessas modalidades adaptam-se facilmente ao jogo. Assim como no tênis, o jogo oficial de peteca é jogado sozinho ou em dupla, e a peteca deve passar sobre a rede com apenas um toque.

A equipe que detiver o saque possui apenas 24 segundos para efetivar o ponto, senão a vez passa para os adversários. O jogo é formado por três sets, sendo que os dois primeiros só terminam quando uma das equipes atinge 12 pontos ou o tempo cronometrado da peteca em jogo atinge 16 minutos. No terceiro set, a disputa é em sistema de ponto direto ou tie-break, sem a marcação do tempo limite dos sets anteriores.

A produção

Além de recreativa e esportiva, a peteca também ocupa uma parcela da renda da família do artesão Antônio José da Silva, 45. Ele é conhecido como Piauí e vende suas produções nos arredores da Avenida Paulista, em São Paulo. "Eu aprendi a fazer peteca com meu pai. Voltei a fazê-las para as minhas filhas brincarem e como muita gente gostou, comecei a fazer para vender", revela.

O artesão vende muita peteca para turistas e executivos que querem presentear ou até mesmo decorar o escritório. O negócio é lucrativo, pois ele vende uma peteca a R$ 10,00 e o custo de material é R$ 1,10. "Já cheguei a atender uma encomenda de 300 petecas. Mas, mais do que isso, eu tenho muito prazer em fazê-las", afirma Piauí.

De acordo com Juliano, a peteca utilizada nos jogos da federação não podem ser as produzidas manualmente. "As regras do desporto estabelecem o uso da peteca oficial, fabricada somente por três empresas no Brasil", diz. Ele intera que essas petecas seguem sempre o mesmo comportamento nos jogos, por terem peso, material e tamanho padronizados, além de ser muito maior a durabilidade no jogo. 

Foto: Diego Dacax

Próximo ao Parque Trianon, na Av. Paulista, Piauí é figura conhecida por seu trabalho com as petecas

Onde jogar

Clube Paineiras do Morumby
Endereço: Av. Dr. Alberto Penteado, 605, Morumbi, São Paulo - SP
Telefone: (11) 3779-2000

Esporte Clube Pinheiros
Endereço: Rua Angelina Maffei Vita, 493, Pinheiros, São Paulo - SP
Telefone: (11) 3598-9700

Círculo Militar
Endereço: Rua Abílio Soares, 1589, Ibirapuera, São Paulo - SP
Telefone: (11) 3884-4055

Sociedade Hípica de Campinas
Endereço: Rua Buriti, s/n, Jardim Palmeiras, Campinas - SP
Telefone: (19) 3794-6010

Tênis Clube de Campinas
Endereço: Av. San Conrado, s/n, Caminhos de San Conrado, Souzas - SP

Olympico Club
Endereço: Rua Professor Estevão Pinto, 783 - Bairro Serra, Belo Horizonte - MG
Telefone: (31) 3073-9111

Associação Atlética Banco do Brasil
Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 11840, Enseada das Graças, Belo Horizonte- MG
Telefone: (31) 3290-2604

Associação Recreativa Oi-Art
Endereço: Rua Galba Veloso, 327, Belo Horizonte - MG
Telefone: (31) 3461-4737

Tijuca Tênis Clube
Endereço: Rua Conde de Bonfim, 451, Tijuca, Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 3294-9300

Praia de Copacabana
Endereço: Em frente ao Posto 3, entre as ruas Hilário de Gouveia e Paula Freitas e também em frente a rua Francisco de Sá, Copacabana, Rio de Janeiro - RJ
Telefone da Secretaria Municipal de Esportes: (21) 2497-4839

Clube Curitibano
Endereço: Av. Presidente Getulio Vargas, 2857, Água Verde, Curitiba - PR
Telefone: (41) 3014-1919

Parque Barigüi
Endereço: Avenida Cândido Hartmann, s/nº, Mercês, Curitiba - PR

Saiba mais:
http://www.fepape.com.br/
http://www.fempe.com.br/
http://www.fepeterj.com.br/
www.feppe.com.br

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo