Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Distante da pátria mãe

Admirada pelo Japão, a colunista realiza um documentário sobre tupiniquins no outro lado do mundo.

Foto: Gerry Image


O Japão é um país fantástico! Moramos (eu e meu marido Yuri Sanada) lá durante quase quatro anos, onde tivemos a escola de mergulho Profundo Scuba Diving. Fui divemaster (assistente de instrutor de mergulho), nos anos 90. Mergulhar no Japão é maravilhoso, principalmente, quando retornamos do mergulho e vemos o monte Fuji ao fundo e templos próximos ao mar.

Gosto muito de andar nas avenidas de Tóquio, principalmente à noite. É interessante ver a diversidade de roupas, pois a moda japonesa é muito diferente da nossa. As pessoas se vestem como gostam e não seguem nenhuma tendência, apenas a sua vontade, sem contar os diferentes penteados. Muitos deles são verdadeiras obras de arte.

Saindo da capital japonesa encontramos a tradição, mulheres que se vestem com aventais e lenços na cabeça, pessoas andando de bicicleta, os sapatos que se tiram para entrar na maioria dos locais e as reverências, nas quais as pessoas curvam-se para se cumprimentar. Uma das curiosidades do local é tirar o sapato e vestir chinelo, quando se entra no provador. Outro detalhe curioso é que para provar blusas, deve-se cobrir o rosto com um lenço descartável para não sujar a roupa, pois a mulher japonesa normalmente usa muita maquiagem.

Fascinada pelo lugar, decidimos realizar um documentário sobre os brasileiros que vivem no Japão. Entreguei-me totalmente a um projeto e depois de mais de dois anos de dedicação, o documentário Mundo Nikkei - Os Brasileiros do Outro Lado do Mundo, lançado este ano.

Em 2005 surgiu a idéia e começamos as pesquisas de quem entrevistar, onde gravar e o mais difícil, quem vai patrocinar. As etapas de pesquisa são muito agradáveis, pois ao longo do caminho, vamos encontrando pessoas muito interessantes e com uma riqueza cultural excepcional. Depois de tudo elaborado e o projeto aprovado pelo MINC (Ministério da Cultura), que para nossa surpresa, foi mais rápido do que esperávamos. Tivemos a aprovação do projeto pelo Superintende da Comunidade de Remessas do antigo Banco Sudameris, o Sr. Milton Nakamura.

Foto: site AVENTURAcomBR


Em 2006, fui para o Japão para gravar, quatro meses andando pelo país nipônico. Além de filmagens e entrevistas, realizamos um evento bacana e cultural brasileiro do Japão, o Nipo Cine Brasil - Mostra de Cinema Brasileiro no Japão. Realizamos o projeto da mostra para presentear os brasileiros que estão tão distantes da terra natal.

Durante esses quatro meses aconteceram coisas inéditas, muitas vezes gostaria que tivesse uma "camerazinha" registrando todos os nossos momentos da produção, pois foi feita por mim e meu marido. O bacana de tudo isso foi reencontrar muitos brasileiros que conhecíamos anteriormente, já que havíamos morado no Japão durante três anos. Foi ótimo encontrar alguns dos que aprenderam conosco (mergulhar) e hoje ensinam. No filme, por exemplo, aparece o Beto, instrutor de mergulho.

Foi muito legal voltar à península de Izu Hanto, onde ensinávamos mergulho, e ver que não mudou muito. Parece que o tempo pára no Japão.

No Brasil, filmamos no Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, entre outros locais e conhecemos a vida de perto das pessoas de influências nipônicas. Mesmo conhecendo e vivendo no Japão por um tempo, casada com um nissei, fico surpresa cada vez que descubro a influência cultural dos japoneses na cultura brasileira e, ainda mais, a influência que hoje os brasileiros têm na cultura do Japão.

Em 2007, voltamos para o Japão para realizar a segunda edição do Nipo Cine Brasil e aproveitamos para fazer novas imagens e entrevistar mais algumas pessoas. Infelizmente, 80 minutos é muito pouco para mostrar tudo o que conhecemos e as histórias fantásticas. Mesmo assim pude traduzir no vídeo um pouco da experiência maravilhosa que passei na terra do sol nascente.


Quem é a colunista: Vera R.P. Sanada
O que faz: Trabalho com produções culturais para a empresa AventuraComBR. Há dois anos estou me dedicando ao filme Mundo Nikkei, onde trabalhei como apresentadora e produtora executiva.
Pecado gastronômico: adoro comida japonesa. Comer moti (doce feito de massa de arroz). Gostava de muito de ir ao Starbucks, tomar um gostoso café gelado de vanila em Tóquio, agora posso saborear o Frapuccino de Chá Verde em São Paulo.
Melhor lugar do mundo: Moro em Joanópolis, a 120km de São Paulo, mas toda semana estou na capital e adoro ir para a Liberdade. O meu (Presidente Prudente)
Fale com ele: [email protected]

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo