Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Estadia no sofá

Além dos albergues, o CouchSurfing é mais uma opção barata para os que se aventuram mundo afora.

Foto: Getty Images


Quando se programa uma viagem e tudo é colocado na ponta do lápis, muitas vezes o que mais pesa é a hospedagem. Você consegue a passagem mais barata da madrugada, descobre as maiores pechinchas de restaurantes na região, se vira pra entender como funciona a malha de transporte público, mas nem sempre consegue um preço bom para se hospedar - especialmente se estivermos falando da alta temporada.

A velha opção - completando 100 anos em 2009 - é o albergue, os mundialmente conhecidos Hostels. A Hostelling International, maior operadora de albergues do mundo, conta com mais de quatro mil hospedarias associadas e declara-se sem fins lucrativos. Já é, sem dúvida alguma, uma excelente opção para quem quer gastar menos, além de toda a filosofia por trás do conceito de hospedagem coletiva, que visa a integração dos povos e - quase - nunca decepciona, apesar de ainda sofrer certo preconceito no Brasil pela falta de intimidade cultural com estes conceitos.

Mas, para aqueles com espírito mais aventureiro ainda, menos grana no bolso e mais vontade de se integrar a novas formas de se ver a vida, surge fortemente uma nova tendência: o CouchSurfing ou algo como Surfando no Sofá em tradução literal. O grupo vem crescendo cada vez mais no Brasil e no mundo. Com base solidificada na internet, a ideia é simples: Você oferece o sofá da sua casa para qualquer pessoa no mundo e pode se utilizar do sofá de alguém quando quiser.

É evidente que eles têm algumas regrinhas e boas sacadas pra que esta escolha não seja tão aleatória. Cada usuário da comunidade tem um perfil na internet e deixa claro alguns aspectos de sua personalidade, além de comentários de pessoas que já se utilizaram de sua hospitalidade. Diz se o seu sofá está disponível para qualquer um a qualquer hora ou se você é um pouco mais reservado, por exemplo. O melhor de tudo é que ninguém é obrigado a nada - a não ser ter bom senso - e a sensação de integração é muito grande. Toda a missão desta verdadeira filosofia do viajante moderno é o que move o grupo a conhecer mais gente, promovendo eventuais festas para agregar cada vez mais, e aumentar a rede, o entendimento e respeito mútuo por todo o mundo.

Hoje, com quase 1,5 milhão de "surfers" - tendo a esmagadora maioria de 18 a 29 anos - o CouchSurfing convida a todos para conhecer mais, respeitar mais, integrar mais, tolerar mais, doar mais, por muito menos. Em tempos de consciência coletiva, nasce uma excelente oportunidade de ser, também, um turista melhor.

Quem é o colunista: Victor Gouvêa.

O que faz: Turismólogo-Blogueiro.

Pecado Gastronômico: Bolos, tortas e afins!

Melhor lugar do mundo: Montmatre.

Fale com ele: victtorgs @hotmail.com ou acesse seu blog.


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo