Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Exercícios contra o sedentarismo

Veja dicas de esportes para sair do sofá e melhorar a qualidade de vida.

Foto: Sxc.hu



Horas trabalhando em frente ao computador, controle remoto para não levantar do sofá e elevador ao invés de escadas. O sedentarismo é uma das características dos novos tempos e, para ajudar, é preciso praticar esportes que aliem, mais do que resistência e massa muscular, qualidade de vida.

"Quando citamos qualidade de vida, falamos em qualquer esporte de baixo impacto que mude a rotina do indivíduo que o pratica, fazendo-o sair do sedentarismo e iniciando-o em alguma atividade física, tais como Natação, Corrida, Ciclismo. Mas, como qualquer prática, é indispensável uma avaliação médica para realizar a atividade desejada, tendo ainda uma supervisão do Profissional de Educação Física", explica o Coordenador Técnico das Academias Tem Esportes, Alexandre Machado.

Para começar a mexer o corpo, que tal uma boa caminhada? De acordo com o profissional, fazer 30 minutos da atividade é o recomendado pelo programa Agita São Paulo e pela própria Organização Mundial da Saúde - OMS. Ele conta que é muito útil para quem não está acostumado a praticar esportes, pois melhora as capacidades físicas e coordenativas. De qualquer forma, depois de um tempo praticando o exercício, ele pode não surtir mais grandes efeitos, pois o corpo acostumou ao estímulo. É nessa hora que é preciso mudar o treinamento.

Mesmo assim, a dica para começar a caminhada é usar roupas leves e tênis, além de variar a respiração, conforme a velocidade do exercício, sem deixar o corpo desconfortável.

"Existem várias modalidades esportivas que ajudam muito na qualidade de vida. As artes marciais são grandes opções que estão sendo muito procuradas hoje, principalmente por não ficar muito numa só rotina, e ajudam no combate ao estresse", completa o personal trainner Sidney Lopes.

Foto: Sxc.hu



Para praticar

Quando o aluno chega a academia, é importante já ter em mente um objetivo claro do foco daquele treino. A dica de Alexandre é sempre respeitar o descanso do treinamento, sabendo que há uma diferença entre aquele direcionado ao ganho de massa e de resistência.

Em casa, para quem não possui área de fitness, recomenda-se o uso de esteira, bike ou transport, que não ocupam um espaço muito grande, mas trazem resultados.

"Muitas pessoas contratam um personal trainner e acabam treinando dentro das suas residências, por não terem muito tempo ou mesmo não gostarem de academia. Os resultados são ótimos e não tem idade ou sexo para se praticar qualquer tipo de modalidade esportiva. Existe, sim, o treino individual que só um professor de educação física pode prescrever", finaliza Sidney.

É importante lembrar também que uma aula de dança, por exemplo, além de ajudar a queimar calorias, fortalecer o corpo e melhorar a frequência cardíaca, colabora na auto-estima e diminuição do estresse. Para quem não gosta de dançar, exercícios como Ioga e Pilates são uma boa pedida.

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo