Guia da Semana
Viagens
Por Gerson Kerr | Enviado Especial

Com o tema ‘RAÍZES’, Festival Internacional de Cinema de Trancoso começa nesta segunda-feira (30); saiba mais!

Mostra vai até o dia 4 de dezembro.

Foto: Reprodução/Facebook Festival de Cinema de Trancoso

Começa hoje a terceira edição do Festival Internacional de Cinema de Trancoso, que vai até o dia 4 de dezembro de 2020, posicionando a vila de Trancoso e o município de Porto Seguro no Calendário dos principais Festivais de Cinema da atualidade.

Com o tema "RAÍZES", o Festival faz uma viagem ao passado ao mesmo tempo que proporciona um espaço para debater as tendências do futuro com os participantes do evento e com a comunidade local, incluindo principalmente o público infantil, com oficinas e filmes dirigidos pelas crianças, falando da origem da vida, da construção das manifestações culturais de um povo.

A mostra conta com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Porto Seguro, da Farmácia Indiana, e apoio de empresários locais e até de outros estados. De acordo a idealizadora e diretora do Festival, Flavia Barbalho, “o cinema vem como o instrumento que projeta história, resgata tradições, abre portas para a imaginação, e para novas perspectivas de evolução da vida e do mundo.”

Serão cinco dias exibindo e debatendo filmes para todas as idades, com sessões na Igreja, Pallet Pub, Fly Club, Teatro Trancoso e Museu de câmeras antigas na Casa das Festas Tradicionais do Povo de Trancoso. A abertura do Festival acontece na Casa de Perainda, charmosa pousada que conta com um amplo galpão e anfiteatro para eventos culturais e educacionais. As novas formas de convívio devido a pandemia Covid-19 é uma preocupação constante dos organizadores, que são respeitadas em cada uma de suas etapas da mostra.

Honrando as raízes da nossa história serão homenageados o Pajé Alcino e sua esposa Creuza, da Reserva Pataxó da Jaqueira e pelo histórico nacional, o cineasta mineiro Humberto Mauro, um dos pioneiros do cinema brasileiro que fez filmes entre 1925 e 1974, sempre com temas brasileiros.

Além dele, serão homenageados Mônica Botelho e Henrique Frade pela criação do CINEPORT - Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa, e na categoria excêntricos, o diretor Neville d´Almeida, o ator Jorge Mourão e Ney Matogrosso.

O cearense Halder Gomes é o diretor homenageado pelas raízes nordestinas, e Maria Betânia e Dona Onete pela força de mulheres musicais que tiveram filmes feitos sobre suas histórias.

O homenageado internacional desta edição é Charles Chaplin, que inspirou um curta metragem gravado com celular pela primeira turma da Oficina de Cinema. A obra contou com aulas on line e suporte da equipe local do Festival, incentivando talentos mirins de direção, roteiro, montagem e “preparação de atores”.

Apesar de aberto ao público, os organizadores sugerem a doação de um quilo de alimento para as sessões de cinema.

Confira a programação oficial no link: www.festivaldecinemadetrancoso.com.br

* O jornalista viajou a convite da Prefeitura de Porto Seguro e da organização do Festival de Cinema de Trancoso.

Foto: Reprodução/Facebook Festival de Cinema de Trancoso

Por Gerson Kerr | Enviado Especial

Atualizado em 30 Nov 2020.

Mais notícias

Tour virtual: 7 lugares imperdíveis em Alicante, na Espanha

Viagens

Tour virtual: conheça a Jamaica sem sair de casa

Viagens

10 lugares incríveis no sudeste asiático para ver online

Viagens

Galeria: as 10 melhores cidades do mundo para viver segundo expatriados

Viagens

"Plano B", de Helena Rosén, é um dos grandes destaques do Festival Internacional de Cinema de Trancoso; saiba mais!

Viagens

Festival de Cinema de Trancoso: saiba tudo sobre o segundo dia da mostra

Viagens
Guia da Semana Premium
Nosso conteúdo na melhor forma!

Aproveite o Guia da Semana de forma mais rápida, sem banners ou publicidade digital!