Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Garanhuns - Inverno 2011

Cultura, parques e temperaturas próximas aos 10° C dão o tom do Inverno nordestino.

Foto: Divulgação

A 807 metros de altitude, a cidade apresenta clima ameno em paisagem agreste

Os conhecedores de política e história a conhecem por ser a terra de nascimento de Luiz Inácio Lula da Silva (que ainda não tem museu por lá), enquanto os mais ligados às artes sabem da fama de seu festival, e os mais antigos, por rocambolescos apelidos. No alto do Planalto da Borborema, Garanhuns une beleza, história e o clima, destino turístico ideal  nos frios meses de Inverno no Nordeste brasileiro.

"Suíça nordestina" é um desses antigos chamamentos que justifica-se pelo clima, predominantemente ameno, chegando a temperaturas próximas aos 10° C entre os meses de julho a agosto. A "friagem" em pleno sertão chama atenção desde a metade do século 17, quando os senhores dos canaviais procuraram essas terras para instalar chácaras e sítios e iniciaram sua ocupação.

Suas ruas, limpas e arborizadas, são entrecruzadas por parques e praças como a Fonte Luminosa, Parque Euclides Dourado, Parque Ruber van der Linden, Praça Souto Filho e Praça Tavares Correia, com seu Relógio das Flores, o que lhe garantiu mais um apelido: Cidade das Flores.

Cultura e Fé
A cultura tornou-se um atrativo ainda maior do que as qualidades de instância da bucólica cidade durante o 21º Festival de Inverno de Garanhuns, que acontece de 14 a 23 de julho  e contará com Alceu Valença, Gal Costa, Otto, Frejat, Seu Jorge, Beth Carvalho, Nação Zumbi, entre outros, além de mostra de cinema, oficinas, teatro, debates e atrações de rua, num colorido especial que foi ofuscado pelas chuvas do ano passado.

Independentemente da época do ano, a fé e a arquitetura são outros aspectos que chamam a atenção em Garanhuns. Igrejas com estilos tão diferentes como a tradicional Matriz de Santo Antônio e a futurista Nossa Senhora do Perpétuo Socorro marcam a religiosidade do povo, coroada com o mirante do Cristo do Magano. Construções laicas também marcam presença, com destaque para o Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, instalado na antiga estação ferroviária, de estilo inglês e construída no século 19; e curiosas, como o Castelo do João Capão, à margem da BR-423.

Como chegar: Os aeroportos em capitais mais próximos de Garanhuns são os de Recife (PE) e Maceió. Outra opção é o aeroporto de Caruaru, cidade a quatro horas da "Suíça nordestina".

Distante 230 km de Recife, o melhor caminho rodoviário é pela BR-232, que liga a capital a Caruaru, e depois a BR - 423 sentido oeste. A mesma estrada, em sentido contrário, liga Garanhuns à BR-110, sendo o caminho natural dos veículos que vem da Bahia e do sul do país. De Maceió, a estrada indicada é a BR - 424.









Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo