Guia da Semana

Guia da Semana

De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), as pichações do Cristo Redentor não foram totalmente removidas, conforme divulgaram o site da Arquidiocese do Rio de Janeiro e um comunicado da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb). Esta última repassou culpa pela improcedência da informação à empresa Cone Engenharia, responsável pela reforma do Cristo.

Atualizado em 6 Set 2011.