Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

La forza del Toro!

www.morguefile.com
Praça Central de Torino

Fiat, RAI, Kappa, Juventus, Círio... essas são algumas das marcas mais conhecidas da Itália e exportadas para o mundo todo. Elas representam muito bem o país e por isso pode se dizer que são referencias no exterior. Mas o que há em comum entre elas? Bom, todas "nasceram" na mesma cidade, Torino, localizada no noroeste da Itália e é um dos principais centros universitários, culturais e científicos da Europa. Essa bela cidade concentra grande parte da história e das riquezas do país. Foi a primeira capital da Itália unificada e, durante muito tempo, seu principal pólo industrial. Possui ainda uma das mais belas arquiteturas do mundo. Torino também é conhecida por outras características, como seus ótimos e tradicionais chocolates. Inclusive foi na cidade que surgiu a primeira barra de chocolates da história.

Apesar de não ser uma cidade caracterizada pelo turismo, assim como Florença, Roma e Veneza, ela reúne grandes construções e belos atrativos para os visitantes. A beleza natural da cidade impressiona e é um dos pontos fortes da visita. O Rio Pó (maior rio da Itália e um dos três principais junto do Tevere e do Arno) atravessa Torino de norte a sul, que ainda é cercada por montanhas (a oeste estão os Alpes e a leste, os morros do Monferrato).

Mole Antonelliana
Foto: Morgue File
O clima predominante é o continental, com temperaturas que variam de -12Cº a 20Cº. O inverno é muito rigoroso e com temperaturas muito baixas. A neve é muito comum nos meses de dezembro a fevereiro. Por conta disso o esqui é um esporte comum e atrai visitantes de diversos países. Inclusive, a cidade foi sede foi sede dos XX Jogos Olímpicos de Inverno, realizada em fevereiro de 2006.

Bons lugares para serem visitados são a Mole Antonelliana, onde está o Museu Nacional do Cinema, a Basílica Superga, o Palazzo Madama, o Palazzo Carignano e o Palazzo Reale. Todos concentram muito da história da cidade, que já foi ocupada pelos celtas, pelos romanos e pelos francos.

Até hoje não tive oportunidade de conhecer esse lugar tão maravilhoso, porém mesmo a distância sua energia me fascina. Todo esse amor teve início graças ao futebol, graças ao Torino Football Club, equipe modesta, mas com uma história muito rica e bela, assim como a cidade que homenageia.

Basilica di Superga
Foto: SXC.HU
O amor pelo clube começou em 1999 e só aumentou ao longo dos anos. Nesse período foram mais crises do que conquistas. Derrotas vergonhosas, quedas de divisão e até um processo de falência, em 2005. Ao mesmo tempo passei a conhecer as conquistas e as tragédias que envolvem o clube. O vinculo com a cidade é impressionante e assim nasceu minha segunda paixão. Pode parecer estranho e até confuso. Afinal não nasci na Itália, nunca fui para Torino e nem sou descendente de italianos. Simplesmente torço para o Torino com muito amor e sem uma razão especifica.

Certas paixões não fazem sentido e nem tem uma justificativa de ser, por mais que outras pessoas as procurem. Uma verdadeira paixão é intensa e recheada de momentos bons e difíceis, mas que valem a pena e se tornam cada vez mais especiais. Assim eu defino minha paixão e meu amor pelo Torino, clube de futebol italiano da primeira divisão.

Curiosidade sobre o nome

Torino ou Turim? As duas formas estão corretas. A primeira está escrita na sua forma original, em italiano, enquanto a segunda é a forma aportuguesada. Mas porque traduzir o nome da cidade se ele é compreensível? Acontece que cidades antigas como Torino foram constituídas antes mesmo dos países e por isso era comum utilizar-se formas variadas na Europa para chamar a cidade.

O nome da cidade, inclusive, passou por diversas variações. No tempo dos romanos chamava-se Augusta Taurinorum (cidade Augusta devido ao imperador Augusto, e Taurinorum, ´dos touros´, já que era comum esses animais). De Taurinorum derivou para Taurinum, depois para Torino em italiano, e Turin em francês, inglês e alemão, Turín em espanhol e Turim em português.

Quem é o colunista: Rafael Valente

O que faz: jornalista

Pecado gastronômico: tallarin e um bom vinho

Melhor lugar de São Paulo: Ibirapuera

Fale com ele: [email protected]







Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo