Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Luxo só para gays

As redes de hotéis luxuosos voltadas para o público gay têm crescido no mundo.

Foto: Divulgação/Axel Hotels

Vários hotéis no Brasil e no mundo possuem a etiqueta gayfriendly, com o objetivo de dizer aos clientes que o estabelecimento não tem preconceitos no que diz respeito a opção sexual dos hóspedes e todos são aceitos sem distinção. Entretanto, ainda são poucas as redes voltadas especialmente para o público gay, sendo que em nosso país ainda não há uma com destaque.

Uma das mais famosas redes de hotéis para gays é o Axel Hotel, que lançou sua primeira unidade em Barcelona no ano de 2003 e, no final de 2007, lançou outra em Buenos Aires. Lá o slogan usado é o heterofriendly, ou seja, o hotel foi desenvolvido e pensado por e para o público gay, mas aberto a todos.

De acordo com o dono e idealizador Juan Juliá, foram investidos 5 milhões de euro na construção do Axel Buenos Aires. E os planos são muito ambiciosos: nos próximos cinco anos, ele pretende gastar 50 milhões de euros na inauguração de mais cinco unidades. Em Berlim já há um hotel em construção, programado para inaugurar em 2009.

As acomodações dos hotéis gays não se diferenciam em quase nada dos hotéis luxuosos comuns. Quartos bem iluminados, isolamento acústico, ar-condicionado, camas king size, jacuzzi, TV de plasma com muitas opções de filmes, internet e conexão wi-fi, além de serviço de quarto. Fora do quarto há piscina, restaurante, hidromassagem, entre outras opções de lazer. Na rede Axel também existem áreas para trabalho e eventos.

O diferencial desses hotéis são as festas internas na piscina e em outras acomodações e flyers de festas gay na cidade. O Axel Barcelona, por exemplo, tem às quintas-feiras o Shimai Show, com duas drag queens, Kyra e Sharonne, cantando ao vivo. Depois a opção é comer no restaurante interno El Comedor, que tem refeições por volta de 30 euros, com entrada e prato principal.

Há os pacotes especiais Discover Buenos Aires e Discover Barcelona, em que os hotéis fazem tour pela cidade e obviamente pelos melhores points gays da região. O curioso é que o bairro de San Telmo, em Buenos Aires, onde está o Axel, não é um point gay. Os bairros da moda, onde se concentram os bares e boates para este público, são Palermo, Cañitas, Puerto Madero e Recoleta.

Existem também pacotes românticos (com champagne, morangos, chocolates), fitness, business, beauty (com tratamento facial, corporal, manicure, depilação) e tango (esse só na Argentina). As hospedagens em Barcelona ficam a partir de 98,44 euros em baixa temporada e 143,38 euros em alta temporada. Em Buenos Aires, ficam a partir de US$ 173,00 e US$ 223,00, respectivamente.

Attitude Hotels

É a maior rede de hotéis para gays no mundo. São quase 30 unidades somente na Europa, sem contar mais quatro nos Estados Unidos, três na Costa Rica e uma (em construção) na Tailândia. Nem todos são cinco estrelas e as festas internas não são tão agitadas. Há hotéis da rede a partir de 39,00 euros, em Budapeste, por exemplo, até o luxuoso hotel de Florença, que tem preços a partir de 363,00 euros.

Serviço:

Axel Hotels

Attitude Hotels


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo