Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Mais projetos

A quantas anda a administração pública? Conheça alguns dos projetos em vigor na capital paulista.

Parque do Povo: 112 mil metros quadrados de lazer no Itaim Bibi
Foto: Divulgação Prefeitura
Uma parceria entre a prefeitura e a iniciativa privada é mais um passo para entregar à população o Parque do Povo, espaço público localizado no Itaim Bibi, Zona Sul de São Paulo, que se encontrava invadido ilegalmente há mais de 20 anos. "Esperamos que, em pouco tempo, tenhamos este parque inteiramente aberto à população", afirma Kassab.

Com o convênio, a empresa fica responsável pela manutenção e administração do parque durante três anos. O projeto paisagístico é pioneiro na cidade de São Paulo: com caráter educativo e cultural, possui trilhas explicativas e total acessibilidade a portadores de deficiência e a pessoas com mobilidade reduzida. Sua implantação ficará por conta da empresa parceira.

A partir da formalização do Termo de Cooperação, o projeto executivo para a revitalização do parque vai começar a ser elaborado em conjunto com a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras. O projeto deverá ser finalizado em julho de 2008, quando passará pela aprovação da Secretaria de Verde e Meio Ambiente (SVMA) e do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) - já que 107 mil metros quadrados são tombados desde 1992. Estima-se que, quando pronto, o parque tenha uma visitação de cinco mil pessoas por fim de semana.

Passeio Livre
Foto: Divulgação Prefeitura
Andar por calçadas regulares, bem cuidadas e seguras é desejo de todo mundo e uma prova de respeito ao próximo. Muitos acidentes com idosos, gestantes e crianças poderiam ser evitados se as calçadas estivessem em perfeito estado de conservação - o que facilitaria também o trânsito de pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

Com esse pensamento, a prefeitura está reformando e padronizando as calçadas de prédios públicos e algumas vias estruturais da cidade, aplicando predominantemente o pavimento de blocos intertravados, nas cores cinza, cinza-escuro e vermelho. Além das melhorias estéticas, o material usado nas calçadas, segundo a prefeitura, tem alta durabilidade e é facilmente encontrado. Os blocos são encaixados e removíveis, o que permite a retirada caso seja necessário mexer no subsolo evitando os remendos e a produção de entulho tão presente na cidade hoje. O pavimento também permite a penetração de água entre os blocos, atingindo o solo. Desta forma, contribui no combate a enchentes e a poças d´água.

Projeto Cidade Limpa
Foto: Divulgação Prefeitura
A prefeitura pretende acabar com a poluição visual e a descaracterização da arquitetura das edificações da cidade. O projeto de lei encaminhado à Câmara Municipal deve garantir esses e outros objetivos, com a proibição de publicidade em imóveis e a simplificação de regras para a instalação de anúncios indicativos.

"É um projeto radical, mas emblemático para a cidade; é polêmico, mas necessário. Nas últimas décadas, diversas iniciativas da Câmara Municipal e do poder Executivo foram desenvolvidas no sentido de organizar, regulamentar a publicidade de mídia exterior na cidade, mas, infelizmente, nenhuma delas foi bem sucedida", destacou o prefeito.

Segundo a diretora de Meio Ambiente e Paisagem Urbana da Emurb (Empresa Municipal de Urbanização), Regina Monteiro, os conceitos, objetivos e diretrizes são os mesmos da lei nº 13.525, aprovada em fevereiro de 2003 e ainda em vigor, mas as estratégias mudaram completamente, com o propósito de realmente alcançar os objetivos propostos. "A nova proposta é mais objetiva e não tem brecha: ou é ou não é", explica.

Todos os anúncios indicativos passam a ter que se enquadrar a uma mesma regra. Por imóvel, a área total deles não deve ultrapassar quatro metros quadrados e a altura não deve ficar acima de cinco metros do chão. Para o poder público municipal, não interessa mais se o anúncio é quadrado, redondo, se possui dispositivo elétrico ou se é inflável - contanto que a área de um anúncio (no caso de imóvel com apenas uma atividade) ou da soma de anúncios menores (no caso de imóvel com mais que uma atividade em funcionamento) não exceda esse limite e que ele não descaracterize as fachadas do imóvel.

Até o momento da publicação o prefeito Gilberto Kassab, procurado pela nossa reportagem, não se pronunciou a respeito das obras em andamento. Todos os depoimentos foram concedidos pelas assessorias responsáveis pelos projetos. Acompanhe essas e outras obras no site da Prefeitura de São Paulo.


Volte!


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Conheça a cidade de Leuven, capital da cerveja belga

Viagens

8 passeios imperdíveis em Seattle, nos Estados Unidos

Viagens

10 passeios imperdíveis no bairro de Belém, em Lisboa

Viagens

Conheça a cidade medieval de Füssen, na Alemanha

Viagens

Conheça Panama Beach City, destino com praias paradisíacas e muita natureza na Flórida

Viagens

9 passeios imperdíveis em Alfama, bairro tradicional de Lisboa

Viagens