Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Malária diminui e ecoturistas agradecem

A doença, que no Brasil está concentrada na Amazônia, teve uma queda acentuada do número de casos no país.

Fotos: www.sxc.hu
Um dos maiores medos de praticantes do ecoturismo parece estar diminuindo. O Ministério da Saúde divulgou que a malária teve uma grande queda de casos no Brasil. O número de ocorrências em 2007 foi de 457.659. São 150.168 casos a menos se compararmos com 2005, ou seja, um declínio de 24,7 %.

As mortes por malária em 2007 chegaram a 59, contra 122 de 2005. Considerando apenas a Amazônia Legal, que concentra 99,9 % dos casos de malária no país, a queda foi de 54,4%. O estado que mais reduziu o número de ocorrências foi o Acre, com 45,4% a menos, seguido do Maranhão, com 30,5%. Aumento só houve nos estados do Amazonas (6%) e Mato Grosso (1,5%).

A doença

A causa da malária é o protozoário Plasmodium, sendo o transmissor a fêmea de mosquitos do gênero Anopheles, que picam pessoas. Quando um mosquito não infectado pica uma pessoa infectada, ele se infecta e pode contaminar outras pessoas.

A malária apresenta como sintoma mais marcante a febre. Mas a pessoa também pode sentir calafrios, fadiga, náuseas, dor de cabeça e, em alguns casos, falta de apetite. Não existe vacina e se a infecção não for tratada de forma rápida e correta pode levar o paciente à morte.

O tratamento é simples, feito por medicamentos específicos para cada um dos três tipos malária, adequados em dosagens variadas, conforme a gravidade. Os postos do Sistema Único de Saúde (SUS) oferecem gratuitamente a medicação para esse tratamento.

Como prevenir

Caso você viaje para regiões com focos da doença ou more em algum desses locais, é indicado usar mosquiteiros, telas nas janelas e portas das casas. Como o mosquito age na grande maioria dos casos no fim da tarde e à noite, é importante evitar banhos nos igarapés (canais amazônicos) nesse período.

Os casos estão concentrados nos estados da Região Norte, além de Mato Grosso e Maranhão.

Serviço:

O Ministério da Saúde faz atendimento ao cidadão sobre doenças pelos telefones: 0800 61-1997 e (61) 3315-2425.


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Conheça a cidade de Leuven, capital da cerveja belga

Viagens

8 passeios imperdíveis em Seattle, nos Estados Unidos

Viagens

10 passeios imperdíveis no bairro de Belém, em Lisboa

Viagens

Conheça a cidade medieval de Füssen, na Alemanha

Viagens

Conheça Panama Beach City, destino com praias paradisíacas e muita natureza na Flórida

Viagens

9 passeios imperdíveis em Alfama, bairro tradicional de Lisboa

Viagens