Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Mania de adulto

Bonecas, cartões telefônicos, embalagens de cigarros e placas de "Não perturbe" fazem a diversão de colecionadores. Saiba onde encontrar isso nas cidades.

Fotos: Feira do Bixiga



Para uns significa um monte de quinquilharias sem importância alguma; outros já consideram peças únicas, de valor inestimável. Essa pode ser a principal diferença entre o olhar de uma pessoa desapegada a esses objetos e um colecionador ávido ao ver algumas notas fora de circulação, conchas na praia, latas de refrigerante e selos que não podem mais ser usado para postar cartas. Nessas horas, quase tudo vira peça de desejo e o interessado não move esforços pelo seu artefato singular.

Esse é o caso do contador Jurandir Menezes, 32 anos. Um assíduo freqüentador da Feira da Benedito Calixto, na zona oeste paulistana. É lá que ele garimpa barracas em busca de LPs antigos para sua coleção. "Tenho 500 discos e já cheguei a pagar R$ 1 mil pelo álbum branco dos Beatles. É nessa feira que encontro coisas boas, mas tem que pechincha muito pra levar", aponta Jurandir, que procura há dois meses o mais raro bolachão brasileiro: Paêbirú, de Zé Ramalho e Lula Cortes, cujo preço na internet chega a R$ 4 mil.

Embora não tenha restrição de sexo, o número de colecionadores homens é maior do que o das mulheres. Afinal, desde pequeno, eles recebem do pai a tradição de colecionar miniaturas de carros, montar aviões, álbuns de figurinhas, gibis e selos. Além disso, é uma ótima oportunidade para fazer novos amigos e fugir do estresse diário, se dedicando a uma atividade que dá enorme prazer.

Militar aposentado, Eduardo Costa, 67 anos, já é figura conhecida na Praça Dom Orione, no Bexiga, em São Paulo. Seu hobbie predileto e caçar peças militares, que merecem destaque em um quarto especial, montado em sua casa. Ao todo são 300 itens, entre fardas, capacetes, flâmulas e armas de guerra. "Minhas prediletas são os canivetes. Hoje mesmo achei um alemão da Segunda Guerra por R$ 700,00. Não pensei duas vezes e levei!", revela Costa.

Para você que compartilha da mesma mania desses colecionadores, selecionamos alguns lugares onde você resgatar momentos de infância, perpetuar seu hobbie e rememorar o passado.

São Paulo

Feira da Praça Benedito Calixto



Desde 1987, o espaço referência cultural e intelectual também faz parte do calendário turístico e de lazer de São Paulo. Todos os sábados, a feira conta com a participação de 320 expositores, que oferece artesanato variado, obras de arte e antiguidade, livros, luminárias, além da praça de alimentação. Das 14h30 às 18h30 o público tem a oportunidade de ouvir o tradicional chorinho da praça, comandado por Canário e seu Regional.

Horário: sábado, das 9h às 19h
Endereço: Praça Benedito Calixto - Pinheiros


Antiguidades do MASP

No Vão Livre do Masp há vinte anos, a famosa feira reúne colecionadores e expositores, recebendo até cinco mil pessoas em um único dia. Nas barracas, quadros, esculturas, luminárias e candelabros entre outros objetos de decoração. O destaque vai para as vendas de antiguidades e produtos raros, como punhais, moedas para colecionadores e objetos para casa. Do outro lado da avenida, a Feira de Artesanato oferece incensos, bijuterias, enfeites para a casa e produtos de madeira podem ser encontrados pelos visitantes.

Horário: domingo, das 10h às 17h
Endereço: Avenida Paulista, 1578 - Bela Vista

Feira de Antiguidades do Bixiga

O que era um local para troca de roupas, calçados e bijuterias, aos poucos foi se organizando até tornar-se ponto de referência de produtos de antiguidades. O bairro é tipicamente italiano, está situado próximo a uma rua conhecida pelos bares de rock e reúne produtos de todos os tipos, desde louças até revistas antigas. Estátuas, relógios de parede, brinquedos, quadros, telefones antigos e roupas também estão entre os itens encontrados. Quem não quiser comprar nada, ainda pode se deliciar com as cantinas da região.

Horário: Domingo, das 8h às 18h
Endereço: Praça Dom Orione - Bela Vista

Rio de Janeiro

Cassino Antiques Fair

Nos quatros pisos do Shopping Cassino Atlântico, a Feira das Antiguidades conta com cerca de 100 expositores, apresentando artigos de porcelana, cristal, marfim, esculturas, tapetes, imagens, pinturas, pratarias, muranos, bijuterias, jóias antigas e livros de arte. Às tardes, o espaço ainda oferece música ao vivo, além de estacionamento e segurança.

Horário: sábado, das 11h às 19h
Endereço: Shopping Cassino Atlântico - Av. Atlântica, 4.240 - Copacabana



Feira Rio Antigo

A área foi revitalizada em 2002 e desde então a feira tem atraído pessoas na primeira rua residencial da cidade. A céu aberto, o clima nostálgico oferece apresentações de música clássica, MPB e exposições de fotos são vendidos móveis, objetos de decoração, quadros e tapetes, além de oferecer serviços como restauração de mobília, conserto de lustres, estofamento, pinturas especiais, entre outros. O local reúne cerca de 350 expositores e recebe, em média, 15 mil visitantes por dia.

Horário: primeiro sábado do mês, das 10h às 19h
Endereço: Rua Lavradio - Lapa

Feira de Antiguidades da Associação Brasileira de Antiquários

Promovido pela Associação Brasileira de Antiquários, o evento conta com 80 barracas que oferecem objetos antigos, obras de arte, curiosidades e peças de coleção, além de exposições especiais sobre temas variados. Além disso porcelanas, cristais, marfins, prataria, esculturas, quadros, tapetes, livros, revistas e brinquedos.

Horário: domingo, das 9h às 17h
Endereço: Praça Santos Dumont - Jardim Botânico


Minas Gerais

Feira de Antiguidades Tom Jobim

Reunindo cerca de 30 expositores, o visitante pode encontrar de tudo, como móveis coloniais, isqueiros antigos jamais utilizados, câmeras fotográficas do começo do século XX, canetas Parker e diversas relíquias para os colecionadores. Além dos adornos, o espaço conta com a Feira de Comidas Típicas, um verdadeiro festival gastronômico ao ar livre. São cerca de 80 barracas que oferecem comidas e bebidas de várias regiões, sendo também servidos pratos internacionais.

Horário: sábado, das 9h às 16h
Endereço: Avenida Bernardo Monteiro (entre as ruas Padre Rolim e dos Otoni)


Curitiba

Feira de Antiguidades da Praça da Espanha

Inaugurada em 2003, conta com 18 barracas que vendem objetos antigos, destinada a antiquários, restauradores e colecionadores da cidade. O espaço que incentiva o resgate de valores históricos e artísticos está com um projeto de ampliação que prevê o aumento do número de expositores para 35, incluindo o setor de alimentação e design, para dar uma ar mais contemporâneo ao espaço.

Horário: sábados, das 10h às 17h
Endereço: Praça da Espanha - Batel

Brasília

Feira de Antiguidades e Artes do Centro Comercial Gilberto Salomão

A capital do país tem outros atrativos além da arquitetura de Niemeyer, do Lago Norte ou Lago Sul. Para quem ama antiguidades, a cidade oferece a Feira de Antiguidades e Artes do Centro Comercial Gilberto Salomão, considerada a mais tradicional de Brasília. Fundada em 1980, reúne cerca de 50 expositores (permanentes e temporários) com a participação de antiquarios do Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Horário: último final de semana de cada mês, das 10h às 19h
Endereço: Centro Comercial Gilberto Salomão - QI 5 - Lago Sul


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo