Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Mania de adulto

Bonecas, cartões telefônicos, embalagens de cigarros e placas de "Não perturbe" fazem a diversão de colecionadores. Saiba onde encontrar isso nas cidades.

Fotos: Feira do Bixiga



Para uns significa um monte de quinquilharias sem importância alguma; outros já consideram peças únicas, de valor inestimável. Essa pode ser a principal diferença entre o olhar de uma pessoa desapegada a esses objetos e um colecionador ávido ao ver algumas notas fora de circulação, conchas na praia, latas de refrigerante e selos que não podem mais ser usado para postar cartas. Nessas horas, quase tudo vira peça de desejo e o interessado não move esforços pelo seu artefato singular.

Esse é o caso do contador Jurandir Menezes, 32 anos. Um assíduo freqüentador da Feira da Benedito Calixto, na zona oeste paulistana. É lá que ele garimpa barracas em busca de LPs antigos para sua coleção. "Tenho 500 discos e já cheguei a pagar R$ 1 mil pelo álbum branco dos Beatles. É nessa feira que encontro coisas boas, mas tem que pechincha muito pra levar", aponta Jurandir, que procura há dois meses o mais raro bolachão brasileiro: Paêbirú, de Zé Ramalho e Lula Cortes, cujo preço na internet chega a R$ 4 mil.

Embora não tenha restrição de sexo, o número de colecionadores homens é maior do que o das mulheres. Afinal, desde pequeno, eles recebem do pai a tradição de colecionar miniaturas de carros, montar aviões, álbuns de figurinhas, gibis e selos. Além disso, é uma ótima oportunidade para fazer novos amigos e fugir do estresse diário, se dedicando a uma atividade que dá enorme prazer.

Militar aposentado, Eduardo Costa, 67 anos, já é figura conhecida na Praça Dom Orione, no Bexiga, em São Paulo. Seu hobbie predileto e caçar peças militares, que merecem destaque em um quarto especial, montado em sua casa. Ao todo são 300 itens, entre fardas, capacetes, flâmulas e armas de guerra. "Minhas prediletas são os canivetes. Hoje mesmo achei um alemão da Segunda Guerra por R$ 700,00. Não pensei duas vezes e levei!", revela Costa.

Para você que compartilha da mesma mania desses colecionadores, selecionamos alguns lugares onde você resgatar momentos de infância, perpetuar seu hobbie e rememorar o passado.

São Paulo

Feira da Praça Benedito Calixto



Desde 1987, o espaço referência cultural e intelectual também faz parte do calendário turístico e de lazer de São Paulo. Todos os sábados, a feira conta com a participação de 320 expositores, que oferece artesanato variado, obras de arte e antiguidade, livros, luminárias, além da praça de alimentação. Das 14h30 às 18h30 o público tem a oportunidade de ouvir o tradicional chorinho da praça, comandado por Canário e seu Regional.

Horário: sábado, das 9h às 19h
Endereço: Praça Benedito Calixto - Pinheiros


Antiguidades do MASP

No Vão Livre do Masp há vinte anos, a famosa feira reúne colecionadores e expositores, recebendo até cinco mil pessoas em um único dia. Nas barracas, quadros, esculturas, luminárias e candelabros entre outros objetos de decoração. O destaque vai para as vendas de antiguidades e produtos raros, como punhais, moedas para colecionadores e objetos para casa. Do outro lado da avenida, a Feira de Artesanato oferece incensos, bijuterias, enfeites para a casa e produtos de madeira podem ser encontrados pelos visitantes.

Horário: domingo, das 10h às 17h
Endereço: Avenida Paulista, 1578 - Bela Vista

Feira de Antiguidades do Bixiga

O que era um local para troca de roupas, calçados e bijuterias, aos poucos foi se organizando até tornar-se ponto de referência de produtos de antiguidades. O bairro é tipicamente italiano, está situado próximo a uma rua conhecida pelos bares de rock e reúne produtos de todos os tipos, desde louças até revistas antigas. Estátuas, relógios de parede, brinquedos, quadros, telefones antigos e roupas também estão entre os itens encontrados. Quem não quiser comprar nada, ainda pode se deliciar com as cantinas da região.

Horário: Domingo, das 8h às 18h
Endereço: Praça Dom Orione - Bela Vista

Rio de Janeiro

Cassino Antiques Fair

Nos quatros pisos do Shopping Cassino Atlântico, a Feira das Antiguidades conta com cerca de 100 expositores, apresentando artigos de porcelana, cristal, marfim, esculturas, tapetes, imagens, pinturas, pratarias, muranos, bijuterias, jóias antigas e livros de arte. Às tardes, o espaço ainda oferece música ao vivo, além de estacionamento e segurança.

Horário: sábado, das 11h às 19h
Endereço: Shopping Cassino Atlântico - Av. Atlântica, 4.240 - Copacabana



Feira Rio Antigo

A área foi revitalizada em 2002 e desde então a feira tem atraído pessoas na primeira rua residencial da cidade. A céu aberto, o clima nostálgico oferece apresentações de música clássica, MPB e exposições de fotos são vendidos móveis, objetos de decoração, quadros e tapetes, além de oferecer serviços como restauração de mobília, conserto de lustres, estofamento, pinturas especiais, entre outros. O local reúne cerca de 350 expositores e recebe, em média, 15 mil visitantes por dia.

Horário: primeiro sábado do mês, das 10h às 19h
Endereço: Rua Lavradio - Lapa

Feira de Antiguidades da Associação Brasileira de Antiquários

Promovido pela Associação Brasileira de Antiquários, o evento conta com 80 barracas que oferecem objetos antigos, obras de arte, curiosidades e peças de coleção, além de exposições especiais sobre temas variados. Além disso porcelanas, cristais, marfins, prataria, esculturas, quadros, tapetes, livros, revistas e brinquedos.

Horário: domingo, das 9h às 17h
Endereço: Praça Santos Dumont - Jardim Botânico


Minas Gerais

Feira de Antiguidades Tom Jobim

Reunindo cerca de 30 expositores, o visitante pode encontrar de tudo, como móveis coloniais, isqueiros antigos jamais utilizados, câmeras fotográficas do começo do século XX, canetas Parker e diversas relíquias para os colecionadores. Além dos adornos, o espaço conta com a Feira de Comidas Típicas, um verdadeiro festival gastronômico ao ar livre. São cerca de 80 barracas que oferecem comidas e bebidas de várias regiões, sendo também servidos pratos internacionais.

Horário: sábado, das 9h às 16h
Endereço: Avenida Bernardo Monteiro (entre as ruas Padre Rolim e dos Otoni)


Curitiba

Feira de Antiguidades da Praça da Espanha

Inaugurada em 2003, conta com 18 barracas que vendem objetos antigos, destinada a antiquários, restauradores e colecionadores da cidade. O espaço que incentiva o resgate de valores históricos e artísticos está com um projeto de ampliação que prevê o aumento do número de expositores para 35, incluindo o setor de alimentação e design, para dar uma ar mais contemporâneo ao espaço.

Horário: sábados, das 10h às 17h
Endereço: Praça da Espanha - Batel

Brasília

Feira de Antiguidades e Artes do Centro Comercial Gilberto Salomão

A capital do país tem outros atrativos além da arquitetura de Niemeyer, do Lago Norte ou Lago Sul. Para quem ama antiguidades, a cidade oferece a Feira de Antiguidades e Artes do Centro Comercial Gilberto Salomão, considerada a mais tradicional de Brasília. Fundada em 1980, reúne cerca de 50 expositores (permanentes e temporários) com a participação de antiquarios do Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Horário: último final de semana de cada mês, das 10h às 19h
Endereço: Centro Comercial Gilberto Salomão - QI 5 - Lago Sul


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Turismo: 5 destinos brasileiros que serão tendência no 2º semestre de 2021

Viagens

10 lugares da Bahia para conhecer online

Viagens

10 atrações turísticas do Sul do Brasil para ver online

Viagens

10 pontos turísticos do Nordeste brasileiro para ver online

Viagens

10 destinos religiosos ao redor do mundo para ver online

Viagens

6 atrações turísticas em Mykonos, na Grécia, para ver online

Viagens