Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Mercado Central

Andando pelos corredores, é fácil encontrar queijos, flores, temperos, doces caseiros, artigos religiosos, frutas e até animais.

Foto: Arquivo Mercado Central


Uma das principais atrações de Belo Horizonte, construído em 1929, quando um prefeito resolveu reunir os feirantes da cidade em um terreno de 22 lotes, o Mercado Central é considerado o espaço mais democrático da capital mineira e parada obrigatória para os visitantes da cidade.

Com o passar dos anos, o público frequentador do Mercado começou a mudar e hoje é possível encontrar todo tipo de pessoa pelos seus inúmeros corredores, de agricultores a celebridades.

Em funcionamento há mais de 80 anos, são 400 lojas, cerca de 2.500 trabalhadores, aproximadamente 200 corredores e uma estrutura com 14 mil m 2, que oferece uma variedade indescritível de produtos e serviços.

Bares, doces caseiros, queijos, cachaças, temperos, artesanato de todos os tipos, animais, artigos religiosos, flores, decoração, frutas e mais uma infinidade de iguarias que renderia outra matéria. Em cada corredor, uma surpresa diferente. Difícil é sair de lá sem pelo menos uma sacola.

O ambiente é movimentado, cerca de 15 mil pessoas por dia passam pelo mercado, sendo que, nos fins de semana, esse número pode chegar a 20 mil. Os frequentadores mais assíduos dizem que é possível encontrar de tudo, sem perder a simplicidade e a informalidade do ambiente das feiras.

A variedade de produtos, segurança especializada, o ambiente descontraído, bom atendimento e a qualidade são o que mais atraem os visitantes. Não é possível passar pelo mercado sem ouvir uma boa história. Os comerciantes estão sempre bem-humorados e dispostos a compartilhar suas aventuras.

Belo Horizonte é famosa por ser a capital dos barzinhos, e no Mercado não seria diferente: bares para todos os gostos servem como ponto de encontro para os mineiros se reunirem, degustarem os maravilhosos tira-gostos da culinária mineira e contarem seus "causos".

Não vale passar pelo Mercado sem experimentar ao menos um dos pratos mais populares: o fígado acebolado com jiló na chapa, além do delicioso quibe recheado.

Para quem desejar conhecer:

Avenida Augusto de Lima, 744, Centro
(31) 3274-9434
Horários de funcionamento: Segunda a sábado, das 7h às 18h; domingos e feriados, das 7h às 13h

Então, qual a próxima parada?

Leia  as colunas anteriores de Kéfhane Costa

Navegando pelo Araguaia

Graças a Web

Ouro Preto

Quem é a colunista: Kéfhane Costa.

O que faz: Servidora pública.

Pecado gastronômico:
Doces, todos eles.

Melhor lugar do mundo: Onde estiver no momento.

O que está ouvindo no mp3, iPod, carro, rádio: Avenged Sevenfold.

Fale com ela: acesse seu blog ou a siga no twitter (@Kefhane).





Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo