Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Meu negócio é hotel!


Eu sou daquelas que adora uma praia, que não dispensa uma viagem de fim de semana, só que nem sempre é possível uma assalariada como eu estar alocada no conforto de um resort, o que eu acho uma pena, porque todo ser humano normal adora limpeza, conforto e luxo, ou você deixaria de se hospedar num cinco estrelas para dormir com os mosquitos em um albergue?

Pousadinhas charmosas, na minha humilde opinião, já resolvem o problema, além do que eu considero um fenômeno da hotelaria, você se hospeda num lugar muito mais barato que um hotel e desfruta da mesma e, às vezes, até de uma estrutura muito melhor.

Eu resolvi escrever essa coluna depois de ter viajado com um grupo de 15 amigos recentemente, entre homens e mulheres, só um parêntese, EU ADORO MEUS AMIGOS, mas, encontrar uma tolha molhada em cima da sua seca é uma coisa que irrita. Encotrar um tênis tamanho 43 cheio de barro em cima da sua cama com um lençol branquinho também não é das melhores experiências, assim como entrar no banheiro e avistar um lago no chão, sim, porque homens tomam banho para fora do box, ainda vou defender essa tese um dia...

Outra coisa que irrita: abrir a geladeira e não encontrar aquele item da compra do supermercado que era exclusivamente seu.

Mais uma coisa que irrita: lavar a louça do almoço de 15 sobreviventes após um dia todo de sol! Sim, porque eu não frito nem um ovo, daí sobra pra mim esta incômoda tarefa. Eu não sou preguiçosa, mas admito não ter nenhuma afinidade com as atividades domésticas como tirar pó, trocar o cestinho do banheiro (eca) e lavar panelas em subcozinhas.

Outra: estar num sono profundo contando carneiros e ter uma parte de seu grupo de amigos chegando bêbados e invadindo seu quarto cantando Zeca Pagodinho, com aquele refrão maldito "Deixa a vida me levar". Esse momento provoca fúria, e demora mais pra sair da minha cabeça. Se eu tivesse num hotel, minha porta estaria trancada com um "Não Perturbe" de lembrete exposto no lado de fora.

A coisa que mais irrita: esperar muitos minutos para escovar os dentes ou tomar o digno banho em um dos dois banheiros da casa, que numa casa cheia está obrigatoriamente sempre ocupado.

Ah, se você ficar num apartamento na praia, vai, impreterivelmente receber uma ligação dos vizinhos reclamando da arruaça. Se você ficar na casa de alguém em um condomínio, também não está livre dessa situação, pais de filhos pequenos, que resolvem dormir quando você está no maior pique, têm nas turmas de amigos felizes o maior alvo.

Fora que, no meio dos íntimos, muitos cachaceiros da turma resolvem dançar em cima da mesa da sala simulando stripes, ato que eles não praticariam no hall do hotel. Certo?

Fora os desagrados, é claro que estar com os amigos em qualquer viagem é incrível, só que eu assumo minha preferência. Afinal, só os duros hospedam-se em albergue, quem tem grana sobrando não faz questão nenhuma desse sacrilégio, vamos combinar!

Quem é a colunista: Denise Molinaro, jornalista

Pecado gastronômico: mousse de tapioca com sorvete de mixirica, no Santa Gula

Melhor lugar do Brasil: praia do Pepê, no Rio de Janeiro, em frente a barraca do Sarney!

Como falar com ela: [email protected]

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo