Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Minhas férias

Quando o inglês tem que sair de férias com você, as coisas podem ficar complicadas.

Foto: Getty Images


Minha viagem de férias foi com a minha namorada e nós fomos para um lugar onde se fala inglês. Eu não sei falar muito bem essa língua, mas achei que até que estava me virando bem! Até dado momento. Percebi que eu estava falando mal quando me perguntavam se eu era italiano ou russo!

No café da manhã eu perguntei:

- Do you have bread?

E a moça:

- Chicken?

Dois segundos depois de silêncio total no meu cérebro, eu pensei: "Peraí, eu tô pedindo pão e ela me pergunta se eu pedi frango?". Falei com calma e devagar:

- No... bread!

E ela respondeu mais devagar que eu:

- Oh... Chicken!!!

Fiquei muito nervoso. Falei pra minha namorada:

- Você viu que mulher surda!? Quem nesse mundo confunde bread com chicken???
E minha namorada:

- Ouvi. Foi você que confundiu. Ela não falou chicken (frango). Ela disse kitchen (cozinha). Você mesmo tem que ir até a cozinha pra pegar o pão.

A partir disso meio que ficamos com a fama de gringos que não sabiam falar inglês. Era comum pedirmos algo e ficarem olhando pra gente com um olho mais fechado que o outro tentando entender. Foi a primeira vez que riram de mim sem que eu quisesse ser engraçado.

Uma garçonete veio puxar papo com a gente e uma outra disse que nós não entendíamos inglês e ela fez aquele sinal universal de bullshit e foi embora rindo.

No primeiro almoço, eu pedi.

- Can you bring me a coke? (Pode me trazer uma coca?)

Pô, falei bonitinho, com entonação e tudo. Tá certo que minha namorada me ajudou no ` bring`.

E adivinha o que ela trouxe? Pepsi! Ela não me disse que não tinha coca, ela deve ter pensado "ah, dane-se". Acho que na cabeça dela, era mais fácil fazer isso do que tentar me explicar. E era mesmo...

Todos os almoços eram a la carte. Um dia, do nada, mudou para self service. Eu acho que o hotel mudou de propósito por nossa causa. As garçonetes devem ter pedido isso pra que não precisassem interagir com a gente.

Mas os nativos nos receberam bem. Quando disse que era brasileiro, um deles se empolgou e disse:

- Caca!!!

- What?

- Caca!

- Ca...ca???  (Passado a mão no nariz tentando limpar meio com vergonha)

- Kaká, yes! A famous soccer player. You don`t like football? (Kaká, sim. Um famoso jogador de futebol. Você não gosta de futebol?)

E respondi orgulhoso por ter entendido e por estar prestes a fazer uma piadoca em outra língua:

- No! I understand football as much as to speak English! (Não, eu entendo de futebol tanto quanto falo inglês!)

Aconteceram outras coisas não relacionadas ao inglês, mas tão curiosas tanto. Mas eu escrevo numa próxima.

Leia as colunas anteriores de Oscar Filho

A bolsa da minha namorada

Coisas que irritam num restaurante

Jeitinho feminino

Quem é o colunista: Um ser humano com uma personalidade muito parecida com a do Pica-Pau.

O que faz: Sou ator, humorista, repórter e um representante Jequiti.

Pecado gastronômico:
Gosto de sorvete, sorvete também me atrai, às vezes sorvete e, pra variar, um milk-shake.

Melhor lugar do mundo: Sorveteria.

O que está ouvindo no carro, iPod, mp3: Pearl Jam, música clássica e Cavaleiros do Forró.

Fale com ele: Acesse seu blog ou siga seu Twitter.


 


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo