Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Moema

Região de vida noturna e gastronômica agitada, o bairro comporta empreendimentos de alto padrão.

Fotos: Gabriel Oliveira/ Guia da Semana
Avenida Ibirapuera


Alamedas com nomes de pássaros, árvores e tribos indígenas. Pessoas caminhando pelas largas calçadas conversam com os vizinhos e fazem compras nas boas lojas que o bairro possui. O trânsito fica apenas na Avenida Ibirapuera. É nessa tranqüilidade que Moema nasceu e se desenvolveu. Até 1987 a região era chamada de Indianápolis, mas por um abaixo assinado o então prefeito Jânio Quadros atendeu ao pedido dos moradores e mudou a nomenclatura, que significa doçura e vem do tupi-guarani.

Em 1880 esse local era formado por grandes chácaras que recebiam os ingleses e alemães que por aqui chegavam. Foi só em 1913 que o primeiro loteamento foi feito, mesmo assim, na década de 30 haviam apenas 4 mil habitantes na região. Em 1960 a prefeitura pavimentou e arborizou a Avenida Conselheiro Rodrigues Alves (atualmente Avenida Ibirapuera), e A Avenida Aracy, a atual República do Líbano.

Daí em diante o distrito sofreu um boom imobiliário e hoje comporta empreendimentos de alto poder aquisitivo (A população que mora por ali tem renda média mensal de R$ 10.500,00), como os da Vila Nova Conceição, que tem o metro quadrado mais caro da cidade.

Onde passear

Áreas de lazer é o que não faltam em Moema. Um bom exemplo é o Parque das Bicicletas, que tem 20 mil metros quadrados, ciclovia, área para patins, skate, patinete e pista de caminhada, além de um local exclusivo para os pais ensinarem seus filhos a andar de bicicleta. Ainda para a família toda, é no bairro que está o Espaço Sapucaia. Inaugurado em maio de 2008, a casa é uma biblioteca especializada em temas ambientais, ecológicos e de cultura e paz.

A região também abriga o primeiro templo de São Paulo a homenagear a padroeira do Brasil, a Igreja Nossa Senhora Aparecida. As crianças, e os adultos, têm vez no Autorama Monza. O espaço possui três pistas, de 48, 38 ou 28 metros, e uma oficina especializada em arrumar os carrinhos.

Onde comer

Moema tem um das vidas noturnas e gastronômicas mais movimentadas de São Paulo. Nas alamedas do bairro é possível encontrar restaurantes de comida portuguesa, como o A Casota, de culinária italiana, como o Bellosguardo e de gastronomia mediterrânea, como o El Pátio. Outros também estão representados por ali, como a França com o Hannover, a Arábia com o Farabbud, o Japão com o Huto, a Argentina com o Ladrilho, a Alemanha com o Windhuk e o México com o El Kabong.

Se você preferir, o bairro ainda possui uma casa especializada em frutos do mar, o Al Mare. A brasilidade está na comida mineira do Alferes e a culinária contemporânea no Tabu. Para a sobremesa: sorveteria Stuppendo.

Onde comprar

Em Moema não é difícil achar roupas e acessórios, que podem ser encontrados nas avenidas Bem-te-vi e Moaci. Os objetos de decoração estão na Avenida Moema e na Alameda Iraé. Os principais bancos, na Avenida Ibirapuera. É por ali que está um dos maiores e mais antigos shoppings do país, o Ibirapuera.

Confira os serviços que Moema possui!

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo