Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Museus do hemisfério norte

O Guia da Semana selecionou alguns dos principais museus de arte do hemisfério norte.

De Tóquio a Nova Iorque, passando por cidades como Londres e Paris, os museus são espaços que atraem turistas ou pelo menos estão na lista dos locais a serem visitados por quem passa por algumas dessas capitais. Com a proximidade do verão do hemisfério norte, o Guia da Semana elencou os principais estabelecimentos dedicados a arte na Europa, Estados Unidos e Japão. Confira!

Barcelona

Foto: Wikipedia

Uma das cidades mais visitadas da Espanha, Barcelona sofreu uma verdadeira transformação desde 1992, quando foi sede dos jogos olímpicos. Além da modernização e das melhorias em locais como a zona portuária, que deixou de ser uma região decadente e passou a ser um centro de vida noturna e cultural, a cidade se tornou um dos principais pólos da arte contemporânea europeia e mundial.

Entre os espaços dedicados à arte na capital catalã, o Museu d´Art Contemporani de Barcelona é um dos que mais se destacam. Com projeto do arquiteto estadunidense Richard Meier, o prédio do estabelecimento abriga obras de artistas que marcaram o século XX, como Paul Klee e Basquiat. A maior parte das peças, no entanto, são de artistas da região, como o Grup del Treball, cujas pinturas criticavam a ditadura do coronel Franco.

Nova Iorque

Foto: Wikipedia

Fundado em 1929, o Museum of Modern Art, de Nova Iorque, é um dos principais focos dedicados à arte moderna no mundo. Mais conhecido como MoMA, o espaço dispõe de uma coleção que proporciona uma verdadeira vista panorâmica sobre a arte moderna. No início, o museu contava com 8 pinturas e um desenho, hoje possui um acervo com mais de 150 mil obras, como pinturas, esculturas, desenhos, vídeos e fotografias. Além disso, o MoMA conta com uma biblioteca com mais de 300 mil livros e arquivos de cerca de 70 mil artistas.

Tóquio

Foto: Wikipedia

Composto por quatro prédios de estilos diferentes, do neoclássico francês ao imperial japonês, o Tokyo National Museum é o maior e mais antigo espaço dedicado à arte no Japão. O acervo conta tanto com obras que compõem a história da arte japonesa quanto com coleções de arte chinesa e coreana. Também há por lá um prédio dedicado exclusivamente a um centro de pesquisa e informações com um vasto material acerca da história da arte do país do sol nascente.

Londres

Foto: Wikipedia

Localizada no coração da capital inglesa, a National Gallery of London, é a principal pinacoteca britânica. Inaugurada em 1838, o espaço nasceu com o intuito de ser um centro de arte acessível a todas as classes sociais. Nesse sentido, a instituição promovia iniciativas educacionais dentro do museu, realizando visitas guiadas, seminários e apresentações, sempre gratuitos. Ao todo, o museu conta com mais de 2,3 mil obras em exposição permanente, entre elas, telas de artistas fundamentais da história da arte ocidental, como Van Gogh, Jan van Eyck, Cézanne e Monet.

Paris

Foto: Wikipedia

Um dos cartões postais de Paris, o Louvre está entre os museus mais importantes do mundo. Com um acervo que ultrapassa as 380 mil obras, das quais 35 mil ficam expostas permanentemente, o museu é dividido em oito departamentos. O estabelecimento exibe peças de artistas como Michelangelo, Rembrandt, Goya e quadros como a Mona Lisa, a Vênus de Milo e a Vitória de Samotrácia. Além disso, o Louvre abrange criações que remetem a oito mil anos de cultura, com antiguidades egípcias e peças de diversas partes do oriente.



Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo