Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Na lama

Fomos até o circuito brasileiro de Fórmula 1 para sentir a adrenalina de pisar fundo no asfalto e explorar barreiras na terra.

Entre as opções de carros para o percurso off-road, um me chamou a atenção de cara. O X-Trail, equipado com motor 2.0 16V (138 cavalos de potência), direção elétrica com assistência variável, tração 4X4 All Mode. Comandado por meio de um grande botão rotativo de duas posições e três modos na consola central, atrás da alavanca de mudanças, funciona em paralelo com os controles de arranque em subida e de apoio em descida, duas novas funções desta nova geração. Parti com um instrutor ao lado e, de cara, já encontramos o percurso:
 
1º obstáculo: Transposição. Simula um degrau na estrada. Um bom teste para avaliar a absorção e a suspensão independente do carro, já que cria um pêndulo tirando a roda traseira do chão e deixando o carro em apenas duas rodas. É possível ver no carro a absorção dos impactos e a sensação é muito diferente do que encontramos em um solo normal.

2º obstáculo: Travessia de toras. A suspensão independente mostra a absorção dos impactos. Com toras de madeira no chão, o carro chacoalha muito, mas nada que cause susto ou descontrole da direção.

3º obstáculo: Rampas. Mostra a dirigibilidade do carro, saindo de um obstáculo e já caindo em outro. Em alguns carros, isso é complicado, afinal, quando a suspensão está se esticando, já é preciso puxá-la novamente. No sobe-e-desce é comum um desconforto, mas a adrenalina ainda é grande.

Foto: Leonardo Filomeno

O off road, além de testar a potência do carro, faz o piloto suar nas trilhas

4º obstáculo: Inclinação lateral. È um obstáculo bem comum no off-road, onde os carros (e os pilotos) conseguem mostrar eficiência. O que torna o obstáculo mais atraente é a inclinação muito grande para o lado do piloto. Acontecem leves escorregadas, mas nada muito preocupante. Quando olho para a esquerda, vejo o chão de barro bem próximo ao vidro, mas sigo adiante.

Em seguida, um refresco. Um terreno plano, com apenas algumas curvas, para sentir realmente a aderência do carro no solo, mas nada muito longo. Passada a folga, logo à frente já apontava um terreno arenoso e o próximo obstáculo.

5º obstáculo: Fosso de lama. O interessante é passar lentamente para sentir a força que o possante oferece. No terreno escorregadio, acelerar parece não fazer tanto efeito. O freio é a melhor opção, já que o carro transpassa facilmente o obstáculo e não desliza tanto.

6º obstáculo: King - Mostra realmente a força do carro. Para isso, engatei a função All Mode e o carro subiu em marcha lenta. Como não peguei muita velocidade, parei no meio da rampa que é inclinada em 20 graus. Na segunda tentativa, eu me afastei um pouco mais e fui novamente. Parei de novo! Devido à chuva na região, o terreno estava ainda mais escorregadio e poderia se tornar uma experiência, inclusive, perigosa. O instrutor (ex-corredor de off-road) sugeriu que seguíssemos por outro caminho. Infelizmente, esse não deu mesmo para encarar.

Foto: Leonardo Filomeno

Na gangorra, último obstáculo, a sensação de movimento dentro do carro é incrível

7º obstáculo: Travessia de areia e pedra. Bem tranquilo. O interessante é sentir como o carro segura bem ao impacto sofrido tanto pelo monte de areia, como também nos pedregulhos espalhados pelo caminho. Apesar das chacoalhadas, é possível ficar confortável no veículo e a direção não é prejudicada.

8º obstáculo: Gangorra - Para esse desafio, é necessário um pouco mais de concentração. As rodas devem estar exatamente alinhadas ao espaço. O carro fica completamente reto em frente ao balanço. Após a orientação de um instrutor que fica do lado de fora, especialmente nessa etapa, uma leve acelerada já é o bastante para que o carro suba no suporte de ferro. Depois disso, precisei ter muita atenção à hora de frear, para que o impacto da descida não fosse tão brusco. A sensação de movimento dentro do carro é incrível. Apesar de um pequeno susto com o grande barulho, a descida foi rápida e emocionante.

Daí em diante, foi só seguir por uma pista reta e chegar ao fim do percurso.



Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo