Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Nas alturas...

Do romance ao esporte, com comida mineira, cerveja e pinga da região.

Foto: Arquivo Pessoal



Destino muito procurado por casais em lua-de-mel, Monte Verde, vila mineira na Serra da Mantiqueira, também é ideal para aqueles que querem aproveitar a natureza e testar o preparo físico. Não faltam trilhas de todos os tipos em direção ao topo das montanhas, com vistas que são recompensas perfeitas para o fim da caminhada.

Entre os roteiros de passeios na mata, estão as trilhas para os quatro picos de Monte Verde: Pedra Redonda, Pedra Partida, Chapéu do Bispo e Pico do Selado. Mas, antes de iniciar a caminhada, vale refletir sobre qual é o seu grau de preparação. Apesar de os caminhos serem tranquilos, com trilhas bem marcadas e de baixa dificuldade, não é todo mundo que aguenta o trajeto.

Digo isso por experiência própria. Com um grupo de nove amigos, três passaram mal na ida rumo à Pedra Partida, com pressão baixa e náuseas. A caminhada leva em torno de uma hora, com trechos de subida mais apertada. Levar água e um lanchinho salgado na mochila ajuda a evitar o problema. Lá de cima, podemos ver a pedra do baú, que fica na divisa de Campos do Jordão e São Bento do Sapucaí.

Do Selado, local mais alto de Monte Verde, a 2.083 metros de altitude, a vista é de 360º e permite observar até o Vale do Paraíba. Leva umas duas horas e meia para chegar ao cume. Para os mais aventureiros, aí vai uma dica: subir às 5hs da manhã, com lanternas, para ver o nascer do sol entre os morros.

Para não arriscar, as rotas mais curtas e fáceis são a do Platô - que fica a poucos minutos do início da trilha -, da Pedra Redonda e do Chapéu do Bispo. Nesta última, ainda dá para fazer um rapel na pedra que dá nome ao pico.

Seja qual for a escolha, não comece a caminhada depois das 16hs. Quando anoitece, não se enxerga nada e já houve diversos casos de pessoas que acabaram se perdendo no meio do mato.

Depois do exercício, nada como sentar em um dos restaurantes ou bares da rua principal para beber uma cerveja, experimentar as pingas locais ou espantar a fome com comidas típicas das Minas Gerais. Experimente a Baden Baden, cerveja artesanal produzida em Campos do Jordão. As casas especializadas em queijos vendem diversas variedades de cachaças. Vale a pena fazer uma degustação.

Vila alpina

Monte Verde ainda não é uma cidade e sim distrito do município de Camanducaia. Devido a sua localização, a 1.600 metros de altitude, o local é ideal para quem gosta do clima frio das montanhas e de natureza. No inverno as temperaturas podem chegar a -10ºC. Essa atmosfera europeia influencia tanto a gastronomia local quanto a arquitetura das construções.

Ela foi fundada em 1950 pelo imigrante da Letônia Verner Grinberg, que havia chegado ao local em 1936. O nome Monte Verde é a tradução literal do sobrenome de seu fundador (grin quer dizer verde e a tradução de berg é monte).

A vegetação da região é formada por trechos de Mata Atlântica e áreas de reflorestamento, constituída de pinheiros e eucaliptos. Grande parte da mata original constitui Área de Proteção Ambiental.

Leia as colunas anteriores de Fernanda Salla:

Descobrindo Annecy

França Sem Medo

Vancouver acima de zero


Quem é a colunista: Fernanda Salla.

O que faz: Jornalista e Relações Públicas.

Pecado gastronômico: Experimentar pratos novos e diferentes.

Melhor lugar do Mundo: O lugar da minha próxima viagem.

Fale com ela: [email protected]


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

10 lugares da Bahia para conhecer online

Viagens

10 atrações turísticas do Sul do Brasil para ver online

Viagens

10 pontos turísticos do Nordeste brasileiro para ver online

Viagens

10 destinos religiosos ao redor do mundo para ver online

Viagens

6 atrações turísticas em Mykonos, na Grécia, para ver online

Viagens

10 montanhas incríveis ao redor do mundo para ver online

Viagens