Guia da Semana
Viagens
Por Redação Guia da Semana

Nordeste ´arretado´

Fotos: Monica Campi

Olá! Fui convidada para dividir com vocês algumas histórias divertidas que já passei durante minhas viagens. E olha que não foram poucas. Aliás, isso que faz da viagem ser inesquecível. Pois bem, para começar nada melhor do que a memória fresca e relembrar meu último "tour" pelo nordeste, durante o feriado de Tiradentes. E que aventura foi, viu!

Tudo começou com uma promoção de uma companhia aérea saindo de São Paulo e indo para Recife (claro, afinal, somos humildes!). Eu e mais dois amigos tratamos logo de comprar a nossa, pois temos um amigo que mora em Campina Grande, na Paraíba, e pensamos em nos aproveitar disso também e economizar de alguma forma na acomodação (tudo bem, não são cidades próximas, mas nosso incrível roteiro nos permitiria fazer tudo isso!!).

Após muito planejamento, finalizamos nosso roteiro: chegaríamos a Recife na sexta-feira de madrugada e teríamos o dia todo para aproveitar. Iríamos primeiro para Maragogi - uma praia LINDA em Alagoas, perto da divisa com Pernambuco - depois faríamos o caminho de volta e passaríamos por Porto de Galinhas, Olinda e, por fim, Campina Grande.

Só essa parte do roteiro já renderia uma viagem de quatro dias, como foi a nossa. Mas nós queríamos aproveitar ao máximo. E, portanto, estendemos o roteiro: sábado e domingo seriam dedicados à Natal e Praia da Pipa - ambas em Rio Grande do Norte - e a segunda-feira seria dedicada à João Pessoa, capital da Paraíba.

Claro, como não poderia deixar de ser, teríamos de realizar esse passeio todo de carro, afinal as passagens foram uma promoção para apenas um destino! Pois bem, nosso vôo partiu de Guarulhos a meia-noite e às 4 horas da manhã de sexta-feira estávamos em Recife, mas já chegamos super cansados porque as poltronas que nos restaram eram as últimas da classe econômica, ou seja, não reclinavam! Foi um malabarismo só para conseguir tirar uma pestana, me senti uma equilibrista do Cirque du Soleil!



Ao desembarcar, nosso amigo nos aguardava no saguão e então já partimos desesperadamente para Maragogi. Foram longas horas de estrada, que pareciam intermináveis. Mas tudo isso foi superado quando chegamos a este lugar. E que lugar!!! A vista da entrada da praia já compensava por toda a ´tortura´ que passamos até chegar lá. E, sem dúvida, a vista mais incrível que já tive o privilégio de ver.

Maragogi é aquele destino ideal para quem busca paz e tranqüilidade. Mar verde, de águas límpidas, calmas e de temperatura morna. Sossego total. Durante a hora que passamos na praia vimos apenas três pescadores cruzando aquela faixa de areia branca e fina. A vontade era de ficar por ali mesmo e nunca mais voltar.

Aliás, como nosso roteiro não permitia gastos com passeios extras, para quem puder ir com mais calma (eu com certeza irei) fica a dica procurar pelos passeios de barco até as piscinas naturais que se formam a cerca de 2 km da costa, durante a maré baixa, e vislumbrar as belezas marinhas desse lugar.

Bom, saímos de lá e fomos procurar algum lugar para almoçar antes de prosseguir com o tal roteiro - que ao final da viagem fora carinhosamente apelidado de "Amazing Race". Entramos em um restaurante na beira da estrada e, como todos que acabam de chegar ao Nordeste, queríamos comer peixe ou algum fruto do mar. Chega o garçom, nos entrega o cardápio e já avisa: ´Estamos sem camarão e lagosta´. E mero detalhe: no cardápio só constava peixes ao molho de camarão ou camarão preparado de diversas formas. ´Ôxi´, iríamos comer o que então!? Macaxeira, claro! (Para quem não sabe, macaxeira no nordeste equivale a nossa mandioca aqui, prato muito típico naquela região).

Comemos nossa macaxeira e partimos em busca de outro lugar para saciar a fome. E não só encontramos esse lugar, como ficamos pasmos com a comida: lagosta ao leite de coco e dendê, com acompanhamentos para duas pessoas, por 30 reais! Preço inimaginável para nosso padrão paulista. A vontade era voltar para aquele mar maravilhoso, mas era hora de se despedir de Maragogi - com a promessa de voltar em breve - e partir rumo a Porto de Galinhas, outra praia muito bonita, mas que os detalhes ficam para uma próxima coluna!

Quem é a colunista: Monica Campi

O que faz: jornalista

Pecado gastronômico: doces e junkie food

Melhor lugar do Brasil: Todo o Nordeste

Fale com ela: [email protected]




Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Conheça a cidade de Leuven, capital da cerveja belga

Viagens

8 passeios imperdíveis em Seattle, nos Estados Unidos

Viagens

10 passeios imperdíveis no bairro de Belém, em Lisboa

Viagens

Conheça a cidade medieval de Füssen, na Alemanha

Viagens

Conheça Panama Beach City, destino com praias paradisíacas e muita natureza na Flórida

Viagens

9 passeios imperdíveis em Alfama, bairro tradicional de Lisboa

Viagens