Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Ouro Preto - Páscoa 2008

A cidade mineira tem história e muitas igrejas para rezar na Semana Santa.

Fotos: Prefeitura de Ouro Preto
Igreja Bom Jesus de Matosinhos

Metais preciosos foram a principal razão do desenvolvimento da região de Vila Rica, que após a independência do Brasil tornou-se Ouro Preto. Bandeirantes, desbravadores de rios e matas, se estapeavam pela riqueza do local. No século XVIII, a revolta contra os altos impostos cobrados pela coroa portuguesa culminou na Inconfidência Mineira. Um dos autores da revolta, José da Silva Xavier, o Tiradentes, foi morto e esquartejado em 1792. Hoje, há um monumento em homenagem ao mártir, que ainda leva o nome da praça principal da cidade.

Parece que quanto mais se desenvolvia, mais igrejas eram construídas em Vila Rica. Existem hoje na região pelo menos 18 datadas do século XVIII. Portanto, se você precisa de um lugar para rezar na Páscoa, esta cidade mineira é uma boa opção. A arquitetura chama a atenção. Muitas esculturas foram feitas por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e pintadas e douradas por Manuel da Costa Ataíde, o Mestre Ataíde. Os dois foram os principais ícones do barroco mineiro.

Veja mais sobre as principais igrejas:

São Francisco de Assis (Lardo de Coimbra): tem estilo barroco e é considerada a principal igreja da cidade. Considerada a principal obra de Aleijadinho, sua construção foi iniciada em 1766. Ele fez a portada, tribuna do altar-mor, altares laterais e capela-mor, além das esculturas da portada e dos púlpitos. Tem entrada paga (R$ 6,00, que inclui visita também à Igreja Nossa Senhora da Conceição e ao museu Aleijadinho). Funciona de terça a domingo, das 8h30 às 11h45 e das 13h30 às 17h.

Matriz N. Sra. do Pilar (Praça Monsenhor Castilho Barbosa): De arquitetura barroca, possui uma talha coberta de ouro e mais de 400 anjos esculpidos. Esbanja 400 quilos de ouro e 400 de prata. Ainda há o Museu de Arte Sacra do Pilar, com entrada paga (R$ 6,00). Funciona de terça a domingo, das 9h às 10h45h e das 12h às 16h45.

N. Sra. do Carmo (Rua Brigadeiro Musqueira, atrás do Museu da Inconfidência): o projeto é de Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho, e sua construção foi entre 1766 e 1772. Entrada paga (R$ 3,00). Funciona de terça a sábado, das 12h às 16h45, e domingo, das 9h30 às 11h e das 13h30 às 16h45.

N. Sra. do Rosário (Largo do Rosário): tem estilo barroco e fachada circular. Foi construída em 1785 para substituir uma capela. Estão retratados diversos santos negros. A escultura de Santa Helena teria sido feita por Aleijadinho e as imagens de Santo Antônio e São Benedito, por seu irmão, o padre Félix. Funciona de terça a sábado, das 12h às 16h45, e domingo, das 13h às 15h30.

Matriz N. Sra. da Conceição (Praça Antônio Dias): local onde estão enterrados Aleijadinho e seu pai, Manuel Francisco Lisboa, que projetou e construiu esta igreja, entre 1727 a 1746. Anexo há o Museu Aleijadinho. A entrada é grátis na igreja, mas não no museu. Funciona de terça a domingo, das 8h30 às 11h45 e das 13h30 às 17h, e domingo, das 12h às 17h.

São Francisco de Paula (Rua Padre Rolim): foi a última igreja erguida no período colonial, com execução iniciada em 1804. Funciona de terça a domingo, das 9h às 10h45 e das 13h30 às 16h45, e domingo, das 13h às 16h45.

N. Sra. das Mercês e Perdões, também chamada de Mercês de Baixo (Rua das Mercês): construída entre 1740 e 1772, passou por uma reforma no século XX. Não há horário fixo de visitação.

Santa Efigênia ou de N.Sra. do Rosário do Alto da Cruz (Rua Santa Efigênia): sua construção levou 60 anos (1730-1790). Muito rica, tem na sua fachada os relógios de pedra considerados os mais antigos da cidade. Há um papa negro na pintura do teto. Funciona de terça a domingo, das 8h30 às 16h30.

São José (Rua Teixeira Amaral): pertencia à irmandade que reunia vários artistas. O risco do retábulo da capela-mor e da torre são de Aleijadinho. Erguida entre 1730 e 1811. Não há horário fixo para visitação.

Bom Jesus de Matozinhos ou São Miguel e Almas (Rua Alvarenga Peixoto): construída por volta de 1778. Há obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde. Funciona de segunda a sábado, das 13h às 16h45.

Capela São João Batista (alto do morro do Ouro Fino): é a mais antiga da cidade, construída em 1698 por determinação do bandeirante Antônio Dias. A primeira missa foi rezada pelo padre Faria. Não há horário fixo para visitação.

Capela N. Sra. do Rosário dos Brancos ou do Padre Faria : o padre Faria rezou a primeira missa do local. O interior é rico, feito pela irmandade dos brancos em 1740. A igreja foi construída em 1710. Funciona de terça a domingo, das 8h30 às 16h30.

Capela Senhor do Bonfim (Rua Antônio de Albuquerque): Construída no século XVIII, era o local da última missa dos condenados à forca.

Capela N. Sra. das Dores (Rua Dr. Tenente Pereira): a santa homenageada é originária da cidade portuguesa de Braga. É tombado pelo patrimônio histórico desde 1939. Não pode ser visitada, pois está em reformas.

Outras atrações

Vale a pena visitar outros pontos históricos de Ouro Preto, como a casas de Tomás Antonio Gonzaga e de Cláudio Manoel da Costa, dois dos intelectuais mais influentes na Inconfidência Mineira. Ainda sobre o movimento, é interessante visitar a Casa dos Inconfidentes, no Morro do Cruzeiro, provavelmente o local de reuniões dos rebeldes. Na praça Tiradentes, é possível ainda fazer uma visita ao Museu da Inconfidência (visitada de terça a domingo, das 12h30 às 18h).

Quem gosta de natureza pode encontrar várias trilhas na mata, cachoeiras e lagos no Parque Estadual do Itacolomi. As visitas podem ser realizadas de quinta a domingo, das 8h às 17h, mas o credenciamento é feito somente até as 15 horas. Também vale a pena fazer um passeio pelo Trem da Vale, a Maria Fumaça que faz o trajeto Ouro Preto - Mariana. Está disponível de sexta, sábado, domingo e feriados. O preço da passagem de ida e volta é de R$ 30,00, com saídas de Ouro Preto às 11h e 16 horas.

Onde Comer

Apesar de a maioria dos restaurantes e lanchonetes servirem a tradicional comida mineira, à base de feijão e torresmo, entre outros, há muitos com culinária variada. O Café Geraes tem música e serve desde pratos a la carte até sanduíches e tortas. Especializado em culinária italiana, a Pizzaria O Passo é uma das melhores da cidade. Para o período noturno, o Chalet dos Caldos, com uma decoração rústica, serve porções, assim como a Lanchonete e Pizzaria Satélite, onde o cliente tem a chance de escolher os ingredientes do próprio lanche.

Onde ficar

Muitos hotéis e pousadas de Ouro Preto já estão esgotados para a Semana Santa desde o início de fevereiro. Os preços abaixo são referentes aos pacotes de três diárias para casal de 20 a 23 de março de 2008.

Arcanjo Hotel Pousada
Rua São Miguel Arcanjo, 270
Telefone: (31) 3551-4121

Os pacotes de Páscoa e incluem café da manhã, chá da tarde e estacionamento. O apartamento Deluxe sai por R$ 930,00 e no Deluxe Especial, R$ 1.100,00. A pousada, de padrão quatro estrelas, está a 900 metros da Praça Tiradentes.

Hotel Casa Grande Pousada
Rua Conselheiro Quintiliano 96 - Centro
Telefone: (31) 3551-4314

Os pacotes de Páscoa incluem café da manhã e chá da tarde. O apartamento standard sai por R$ 600,00 e o luxo, R$ 645,00. A pousada está a 100 metros da Praça Tiradentes.

Pousada SR
Rua Xavier da Veiga 506 - Centro
Telefone: (31) 3552-6086

O pacote, que inclui café da manhã, sai por R$ 450,00. A pousada está a apenas 50 metros da Praça Tiradentes.

Como Chegar

De Belo Horizonte: BR 040, sentido Rio de Janeiro. Depois de rodar cerda 20 km, entrar no trevo sentido Ouro Preto (BR 365 - Rodovia dos Inconfidentes).

De São Paulo: Rodovia Fernão Dias (BR 381) até Belo Horizonte e pegar a BR 040 (sentido Rio de Janeiro). Outra opção é também pela Fernão Dias, até o trevo de Lavras e pegar a BR 265 até Barbacena. Chegando na cidade, pegar a BR 040, sentido Belo Horizonte até Conselheiro Lafaiete, onde pega a Estrada Real, passando por Ouro Branco e chegando em Ouro Preto.

Do Rio de Janeiro: BR 040 até Conselheiro Lafaiete, onde pega a Estrada Real até Ouro Preto.

Serviço:

Trem da Vale (Maria Fumaça Ouro Preto - Mariana)
Praça da Estação Ferroviária
Telefone: (31) 3551-7705

Parque Estadual do Itacolomi
Tel: (31) 3330-7000

Restaurante Café Geraes
Rua Conde de Bobadela, 122 - Centro
Telefone: (31) 3551-5097

Pizzaria O Passo
Rua São José, 56 - Centro
Telefone: (31) 3552-5089

Chalet dos Caldos
Rua Carlos Thomaz ,33 - Centro
Telefone: (31) 3551-3992

Lanchonete e Pizzaria Satélite
Rua Conde de Bobadela (Direita), 97 - Centro
Telefone: (31) 3551-4625


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo