Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Paraíso Perdido

Ele existe sim, e no Brasil!.

Fotos: Divulgação/Pouso do Cajaiba.org



O litoral de Paraty, sul do Rio de Janeiro, é permeado por diversas belezas históricas e naturais. Na Enseada do Pouso, por exemplo, a cerca de 2 horas de barco da cidade, há lugares especiais, numa região totalmente preservada pela Reserva Ecológica da Juatinga. Uma das praias que mais se destacam nessa região é a Praia do Pouso da Cajaíba, com pouco mais de 300 metros de extensão.

Lá, há uma pequena vila de pescadores e o acesso é restrito, apenas por barco. Isso faz do local um refúgio perfeito para quem busca tranquilidade e um lindo visual. O mar de águas verdes e calmas também oferece boas opções para prática do mergulho. 

A praia da Cajaíba é a que tem mais opções de restaurantes. Todos são bem simples e a maioria serve prato feito. Há casas de pescadores para alugar, espaço para camping e gerador para energia elétrica. E, para quem quer ter um contato maior com a natureza, há outras opções, como trilhas que levam às praias mais isoladas da enseada.

A Praia Grande de Cajaíba, com quase um quilômetro de extensão, é rodeada por córregos e pelo Rio Itaóca. Tudo deságua no mar e forma uma bela lagoa. A praia não tem infra-estrutura, apenas algumas casas de pescadores. Um passeio a se fazer por lá são as trilhas, que levam a duas lindas cachoeiras.

Agora, se o visitante prefere praias mais desertas e selvagens, as opções podem ser Martim de Sá e Sumaca, que são próximas. À primeira, com cerca de 450 metros de extensão, é possível chegar mais facilmente a partir de Cajaíba, e presenteia os turistas com boas ondas para a prática do surfe e uma cachoeira próxima. A Sumaca é bem menor (cerca de 150 metros de extensão) e mais deserta, com acesso mais difícil.

As praias do Calhaus e de Itaóca são bastante desertas e o mar tem muitas pedras. São também boas e belas opções de passeio pelas trilhas. Sem dúvida, essa região é um lugar que deve ser visitado, em especial por aqueles que gostam de um contato mais direto com a natureza, devido ao difícil acesso e a pouca infra-estrutura. E é exatamente isso que mantém a beleza intocada do lugar até hoje.

Leia as colunas anteriores de Monica Campi:

Litoral Gaúcho

Uma parte da história do Brasil

A megalópole chinesa


Quem é a colunista: Monica Campi

O que faz: jornalista

Pecado gastronômico: doces e junkie food

Melhor lugar do Brasil: Todo o Nordeste

Fale com ela: [email protected]


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo