Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Pequim: legado milenar

Mais de três mil anos contam a história da capital chinesa, que será sede das Olimpíadas 2008.

Foto: www.beijing2008.com
Vista do parque Beihai, no centro de Pequim

Em 2008, o mundo vai estar de olho em Pequim. A capital da China receberá os Jogos Olímpicos entre 8 e 24 de agosto do ano que vem. Localizada na porção norte do país, a cidade se divide entre duas características marcantes: cosmopolita e de rápido desenvolvimento e ao mesmo tempo cultural e milenar, com templos e construções antigas.

Mascote das Olimpíadas
Pequim é também uma das cidades mais populosas do mundo, cerca de 15 milhões de pessoas vivem por lá. Para as Olimpíadas, o governo investe pesado em infra-estrutura. Além da construção de novos hotéis para absorver a massa de turistas atraídos pelo evento esportivo, vilas olímpicas de primeiro mundo e ecologicamente corretas estão a caminho.

Quem não está habituado à culinária e ao idioma do país não vai passar aperto. Falando inglês é possível se comunicar por lá e restaurantes de todo o tipo se espalham pelas ruas da cidade. Vale notar que, evidentemente, a maior parte dos lugares serve pratos típicos. Apesar de trazer um legado de mais de três mil anos de história, é um grande centro urbano com economia em franca expansão.

Cidade Proibida/Foto: www.sxc.hu
Para quem, além de acompanhar as competições, também puder reservar algum tempo para o turismo, pode conhecer a história desta civilização. Um dos melhores exemplos é a Cidade Proibida, no centro, que possui a estrutura de madeira antiga mais bem conservada do mundo. É considerada Patrimônio da Unesco e sua construção iniciou em 1406, servindo às dinastias Ming e Qing. Foi aberta para visitação apenas em 1925 e seu complexo de palácios se estende por 720 mil metros quadrados, sendo o mais notável deles o Pavilhão da Harmonia Suprema. O Museu Imperial, que abriga milhares de objetos, é um verdadeiro chamariz de visitantes.

Templo do Céu
Foto: www.beijing2008.com
Outro ponto de valor histórico é o Palácio de Verão, erguido na dinastia Qing e igualmente considerado patrimônio da humanidade. A arquitetura e o jardim chamam a atenção dos turistas. É possível fazer um passeio no canal que liga a cidade proibida até o local, usado antigamente por governantes chineses. Ao sul da capital, fica o Templo do Céu, erguido em 1420. O local servia para que os imperadores pudessem orar e pedir boas colheitas.


Praça da Paz
Foto: www.beijing2008.com
Conhecida mundialmente depois dos protestos de 1989, a Praça da Paz Celestial (ou Tiananmen) é uma construção moderna no centro de Pequim, próxima à Cidade Proibida. Além de monumentos e uma grande área livre, o local abriga a tumba do ex-líder chinês Mao Tse-Tung. A área abriga também o Beihai, um amplo parque com lago, construções histórias e religiosas. Este enorme jardim chinês possui áreas para que os turistas possam explorar com calma, como manda a tradição oriental.

Foto: www.sxc.hu
Muralha da China, uma das novas maravilhas do mundo

Outro passeio quase que obrigatório é até a Muralha da China, que fica a alguns quilômetros nos arredores de Pequim. Começou a ser construída em há mais de dois mil anos, como ferramenta de proteção militar. Ao longo do tempo, perdeu importância e ficou deteriorada. Na década de 80 foi restaurada e se tornou um dos símbolos do país. Eleita entre as sete novas maravilhas do mundo, possui impressionantes 6,7 mil quilômetros de extensão.

Outros pontos costumam atrair os visitantes que viajam para Pequim. São jardins, tumbas e outros templos de importância milenar. Se você pretende curtir a cidade durante as Olimpíadas, pode começar a se preparar, pois os pacotes já estão à venda.

Dicas
? O dinheiro usado no país denomina-se kuai em chinês e yuan em português e inglês. Um yuan equivale a cerca de US$ 0,13 (câmbio de setembro de 2007).

? O Aeroporto de Pequim está a cerca de 26 quilômetros do centro.

? Ao desembarcar, é recomendável fazer câmbio já no aeroporto.

? Na cidade, há táxis e metrô para se locomover. Durante as Olimpíadas, o esquema de transportes será especial e ampliado.

? As estações do ano são bem marcadas em Pequim. As épocas de clima mais ameno e propício para o turismo são primavera e outono.

? Na China, há diferença de 12 horas a mais no horário em relação a Brasília.



PACOTES E VIAGENS:

O pacote de seis noites custa a partir de US$ 6,5 mil durante as Olimpíadas, incluindo traslados, aéreo (classe econômica, partindo de SP), ingressos para cinco jogos, café da manhã e outros itens em apartamento duplo de hotel três estrelas.

Tamoyo (agência oficial do Comitê Olímpico Brasileiro) - 0800-210270 e (21) 2533-3870.

Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo