Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Personalidades das arenas

Expostos ao sol da popularidade, peões brasileiros domam touros bravos e viram ídolos de campeonatos internacionais.

*Fotos: André Silva

Na história do rodeio mundial os brasileiros têm um capítulo em destaque. Adriano Moraes, um ex-motorista de trator nos campos, aprendeu as regras do jogo e consagrou-se tricampeão mundial.

A fama conquistada por anônimos humildes como Moraes, que saem da roça para vencer nas arenas, abriu caminho para uma geração de peões brasileiros que estão em busca do mesmo sonho conquistado por Adriano durante sua carreira: quebrar recordes e ganhar fortunas.  Saiba quem são os habilidosos e destemidos campeões nacionais que fazem sucesso nas competições mundo afora:


 

Adriano Moraes 

Nasceu

 em Quintana (SP), em 20 de abril de 1970. Com 18 anos, estreou oficialmente nas arenas do Brasil e começou a conquistar prêmios em competições. Era motorista de trator e levava uma vida humilde até então. O católico fervoroso transformou a religiosidade em sua principal característica, atualmente é responsável por um grupo de evangelização da Canção Nova no Texas, Estados Unidos.

Adriano foi Bicampeão Mundial de montaria em touros, indo parar no Guinnes Book como ídolo do rodeio norte-americano, conhecido como "Rei de Las Vegas". É o único atleta das arenas a ser homenageado com uma estátua de bronze na meca mundial do Rodeio. Inaugurada em outubro de 2001, a estátua de 4 metros é destaque nos jardins do Hotel Caesar Palace.

Adriano Moraes é considerado um dos melhores peões do mundo e o mais técnico de todos na opinião de três "lendas" vivas do rodeio mundial: Ty Murray (7 vezes Campeão Mundial do "All-Around" da PRCA e atual presidente da PBR), Tuff Hedeman (4 vezes Campeão Mundial de montaria em touros e presidente da PBR de 1992 a 2004), e Don Gay (8 vezes Campeão Mundial de montaria em touros).



Renato Nunes

Com 18 anos, Renato Nunes, natural de Buritama (SP), começou a montar em touros incentivado pelos quatro irmãos. Pouco depois, pegou gosto pela coisa e foi competir nos rodeios brasileiros.

O cowboy lembra com orgulho o melhor momento de sua carreira: quando dividiu o primeiro lugar com Adriano Moraes, também campeão nacional, e ganhou um carro pela brava atuação.

Seu ídolo é Justin McBrid, é nele que ele pensa quando traça planos e estratégias para atingir suas metas.

Em 2007, consagrou-se um sucesso ganhando boas notas das temporadas internacionais da  PBR World Champion, como a PBR Built Ford Tough Series.

Aos 26 anos, Renato entrou para o hall da Fama da PBR após obter uma das maiores notas da história: 95,75 pontos. O atleta aproveitou o novo sistema de escolha de animais para desafiar o touro Chicken on a Chain, eleito o melhor animal da temporada passada.



Guilherme Marchi

O brasileiro Guilherme Marchi foi o grande campeão da principal competição de montarias em touro dos Estados Unidos, o Professional Bull Riders (PBR). Natural de Itupeva (SP), o competidor de 26 anos ganhou mais de US$ 1 milhão com a conquista e tornou-se o terceiro brasileiro a sagrar-se campeão mundial de rodeios em touro pela PBR.

Guilherme foi campeão antes mesmo de terminar as competições da final, que foi realizada em Las Vegas, por pontos acumulados ao longo do campeonato, tendo montado ao todo em 74 touros.
 
Marchi tomou gosto por mo


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo