Guia da Semana
Turismo
Por Redação Guia da Semana

Renove suas forças

Para se refrescar e fugir do estresse, sempre há um parque pertinho de você.

Foto: Divulgação

Nesse momento os termômetros de São Paulo registram uma temperatura média de 29,8° e a umidade relativa do ar é de 16%. Esta semana foi uma das mais secas do ano e, para as próximas, o clima não deve mudar muito. E nada melhor do que passeios ao ar livre para nos ajudar a suportar essa situação semidesértica. Vão aí algumas dicas para quem sofre com a falta de opção nas grandes cidades. Em São Paulo, uma boa pedida é o Parque Villa-Lobos, que tem uma história bem diferente da maioria dos parques. A área que ocupa hoje era usada para depósito de lixo da CEAGESP, entulho de construção civil e material dragado do Rio Pinheiros. Hoje, com 732 mil m² de área livre, o parque oferece atividades para todas as idades:

- Espaço Villa Ambiental: uma iniciativa da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, o projeto aborda questões relativas ao meio ambiente para crianças de 8 a 10 anos.

- Vai pela Sombra: trilha feita de pedras, que percorre os principais bosques do parque com a intenção de permitir que os visitantes aproveitem os benefícios da vegetação e realizem exercícios de corrida e caminhada na sombra.

- Ouvillas: espaço ao ar livre com bancos, espreguiçadeiras e música à vontade, para quem curte sentar e relaxar. O repertório é reservado para as obras do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos.

Lá você também pode escolher dentre as diversas opções de atividades como shows gratuitos de diferentes estilos musicais, esportes, recreação e muito mais.

E pra quem vive na Cidade Maravilhosa e já enjoou das praias (se isso for possível), o Parque Lage é a minha sugestão, por ser um lugar lindo e cheio de histórias. Ele já foi cenário de importantes filmes nacionais e, em 1992, foi considerado Reserva da Biosfera pela UNESCO. E o melhor: para quem ainda não teve a chance de ver a estátua do Cristo Redentor de perto, lá tem uma trilha que te leva até ela. Mas atenção, a caminhada não é recomendada para iniciantes, pois em uma duração, em média, de duas horas e é preciso ter uma boa preparação física para subir até a estátua. Deve valer a pena né?

E ainda tenho mais uma dica para os aventureiros de plantão: caso queira explorar um pouco mais o Parque Lage, é legal ir até o Castelinho, um ponto mais alto, onde você tem uma vista panorâmica de todo o local e da Rua Jardim Botânico.

Dois parques que podem te ajudar a esquecer do estresse e praticar uma simples caminhada ou cooper e que eu indico para os que estiverem em São Paulo ou no Rio de Janeiro, conhecer estes lugares, pois vale a pena.

Leia a coluna anterior de Juliana Abbamonte:

Bonito por natureza

Quem é a colunista: Juliana Abbamonte.


O que faz: Jornalista e Publicitária.


Pecado Gastronômico: Strogonoff da mamãe.


Melhor lugar do mundo: Minha casa.


Fale com ela: juabbamonte @yahoo.com.br  


Atualizado em 6 Set 2011.

Mais notícias

Chuva de meteoros será visível na noite desta quarta-feira

Turismo

Brasil estreia contra a Suíça na Copa do Mundo de 2018; jogo será no dia 17 de junho

Turismo

Agora você pode comprar passagens de ônibus no Guia da Semana – e pelo melhor preço!

Turismo

Hotéis Mercure oferecem descontos a seus hóspedes em ingressos de espetáculos dos teatros ‘Bradesco’ e ‘Opus’; saiba mais

Turismo

Disney divulga primeiras imagens do parque do Star Wars

Turismo

5 opções de hospedagens para quem vai curtir o Rock In Rio 2017

Turismo